“Parasita” e o cinema coreano

(5 Estrelas - 1 Votos)

Filme do diretor Bong Joon ho recebeu seis indicações ao Oscar 2020. Fique por dentro do mundo cinematográfico sul-coreano

Todo início de ano é agitado para os fãs de cinema. Com a proximidade do Oscar 2020, os amantes da sétima arte tentam colocar-se em dia com todos os filmes indicados. Um dos mais badalados deste ano é Parasita, do diretor Bong Joon ho, que recebeu seis indicações na principal premiação cinematográfica do mundo. Entre as categorias estão Melhor Filme, Melhor Filme Estrangeiro e Roteiro Original.

O longa conta a história de uma família desempregada, que vive em um porão de um bairro pobre da Coréia do Sul. Para sair da miséria e conseguir emprego, os pais e os filhos veem como solução explorar uma família rica. No entanto, eles precisam enfrentar alguns percalços ao longo da trama. Com humor, suspense e ironia, o diretor nos coloca diante da desigualdade latente da sociedade, representada no comportamento e no dia a dia das duas famílias.

Com o sucesso nas bilheterias do Brasil e do mundo, Parasita deu maior visibilidade ao cinema coreano contemporâneo e mostrou que as produções da Coreia do Sul não ficam muito atrás das de Hollywood. No entanto, nem sempre tudo caminhou bem no mundo cinematográfico do país. Alguns filmes foram censurados durante a Segunda Guerra Mundial e depois na década de 1960, quando a Coreia sofreu um golpe militar.

Apenas nos anos 80 que o cinema sul-coreano explodiu no mundo, quando o governo deixou de controlar as produções. A partir disso, houve crescimento de filmes independentes e os longas receberam maior reconhecimento do público. Que tal conhecer outros filmes coreanos?

. Oldboy (2003): Este filme narra a história de Dae-Su, um menino que é mantido em cativeiro durante 15 anos em um quarto de hotel. Depois de solto, ele é acusado de matar a própria esposa.

. O caçador (2008): Neste longa, um ex-detetive, que se tornou cafetão após problemas financeiros, percebe que quase todas as suas “funcionárias” desapareceram. O surpreendente é que todas elas haviam se relacionado com o mesmo homem e, por isso, o ex-detetive decide ir atrás dele.

. Mother (2009): Do mesmo diretor de Parasita, este filme conta a história de uma mãe viúva que cuida sozinha de seu filho de 28 anos, que ainda age de forma inconsequente. Ele é acusado de matar uma adolescente, mas a mãe vai à procura de provas para inocentar o filho.

. Em chamas (2018): O longa conta a história de Jong-soo, que reencontra Hae-mi, uma antiga vizinha. A jovem está com uma viagem marcada para o exterior e, por isso, pede para Jong-soo cuidar de seu gato. Quando retorna, ela volta com um jovem misterioso que conheceu na África.


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *