6 biografias para entender a potência de Freddie Mercury na música

(3.1 Estrelas - 12 Votos)

Lançado neste mês, filme retrata a vida do vocalista do Queen. Fizemos uma lista com livros que também ajudam a entender a história da banda

Desde o lançamento no início do mês, o filme Bohemian Rhapsody tem dado o que falar entre os fãs de Queen. O longa homenageia uma das principais bandas de rock do mundo e seu vocalista, Freddie Mercury. Ele e os companheiros de grupo mudaram o mundo da música. No entanto, por causa do estilo de vida extravagante do cantor, a banda enfrenta o desafio de conciliar a fama com suas vidas pessoais.

Nascido em 5 de setembro de 1946, na Tanzânia, Mercury começou a ter aulas de piano aos oito anos e montou sua primeira banda, a The Hectics, aos 12. Cinco anos depois, mudou-se com a família para Londres, por causa da Revolução Civil de Zanzibar, em 1964. Ele trabalhou como vendedor de roupas após formar-se em Design Gráfico e foi atendente no Aeroporto Heathrow.

Início do Queen

Ao lado de Brian May (guitarra e vocais), John Deacon (baixo) e Roger Taylor (bateria e vocais), Freddie Mercury montou o Queen em 1970. A banda, que varia entre diferentes vertentes do rock, ficou conhecida mundialmente a partir de 1974, com o álbum Sheer Heart Attack.

LEIA MAIS: A história de Anthony Kiedis por ele mesmo

Entre as principais músicas de sucesso do grupo estão Bohemian Rhapsody, que dá nome ao filme, We are the champions, We will rock you, I want to break free Love of my life. Um dos principais destaques do filme é a cena do show clássico no Liv Aid, em 1985, reproduzido quase integralmente. A apresentação no Rock in Rio, naquele mesmo ano, também foi lembrada no longa.

Personalidade de Freddie Mercury

Bohemian Rhapsody também retrata a vida conturbada de Freddie Mercury, além de mostrar o casamento do vocalista com Mary Austin e sua homossexualidade. A figura carismática do cantor conseguia impor respeito em relação às liberdades sexuais das pessoas e foi revolucionária na época. “Faço tudo com todos”, dizia. Mercury assumiu que tinha Aids em 1991.

O vocalista do Queen morreu em 24 de novembro de 1991, aos 45 anos, em Londres, por causa de uma brancopneumonia em decorrência da Aids. Para homenagear Freddie Mercury, um dos principais cantores do século XX, e o Queen, selecionamos seis biografias que vão ajudar você a entender melhor a história da banda. Confira!


Queen – História ilustrada da maior banda de rock de todos os tempos, de Phil Sutcliffe

Com mais de 500 imagens, esta obra resgata detalhes da trajetória do Queen. Nem a passagem do tempo, nem o fim da banda, com a morte de Mercury, foram capazes de lançar a banda ao esquecimento. Ao contrário, seu nome se torna cada vez mais forte à medida que hits como We will rock you, We are the champions ou Love of my life se eternizam como clássicos do rock. Os segredos dessa fórmula de sucesso duradouro são esmiuçados neste livro. O jornalista, além de recuperar entrevistas com integrantes da banda, fez uma ampla pesquisa em tudo o que já se publicou a respeito do Queen. 

Queen - História ilustrada da maior banda de todos os tempos


A verdadeira história do Queen, de Mark Blake

No livro A verdadeira história do Queen, de Mark Blake, os leitores vão conhecer os bastidores e os segredos de uma das maiores bandas de todos os tempos e descobrir como seus integrantes se tornaram os campeões do mundo da música. O jornalista Mark Blake recuperou antigas entrevistas que fizera com a banda e realizou quase cem novas entrevistas com produtores e ex-integrantes da mesma, além de assistentes particulares e ex-colegas de escola, para produzir um relato abrangente da ascensão da banda.A verdadeira história do Queen, de Mark Blake


Queen nos bastidores, de Peter Hince

Durante mais de uma década, Peter Hince trabalhou para o Queen como chefe da equipe técnica do grupo. Com fotografias do próprio autor, este livro traz informações e histórias aos leitores sobre essa época em que o escritor esteve ao lado da banda de rock.Queen nos bastidores


Freddie Mercury, de Selim Rauer

Além de uma figura carismática, Freddie Mercury marcou os anos 1970 com sua voz e o estilo irreverente de ser. Considerado um dos maiores cantores da história, deixou uma legião de fãs ao morrer em 1991, vítima de Aids. Nesta biografia, o jornalista Selim Rauer vai além do mito, revelando falhas e segredos do cantor.

Freddie Mercury, de Selim Rauer


Freddie Mercury – Memórias do homem que o conhecia melhor, de Peter Freestone e David Evans

Autor deste livro, Peter Freestone foi assistente pessoal de Freddie Mercury nos últimos 12 anos da vida do cantor. Viveu com Mercury em Londres, Munique e Nova York e esteve com o artista quando ele morreu. De nomes famosos – incluindo Elton John, Kenny Everett, Elizabeth Taylor e Rod Stewart – ao vago exército de amantes, mediadores e interesseiros, ele viu todos eles fazerem parte da vida de Freddie Mercury.

Freddie Mercury - Memórias do homem que o conhecia melhor


Freddie Mercury – A biografia definitiva, de Lesley-ann Jones

Esta biografia também é indispensável aos fãs de Queen. Freddie era uma figura pouco convencional no meio do showbiz. Carente, inseguro, com uma forte personalidade, fã de ópera, mitologia e astrologia, ele que merece ser conhecido de perto. Freddie Mercury – A biografia definitiva é uma ótima oportunidade para isso.

Freddie Mercury - a biografia definitiva


Você leu algum desses livros? Comente e participe 🙂

[mailpoet_form id=”4″]
Gabriela Mattos

Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea brasileira e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea brasileira e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares