8 melhores livros de contos de 2021

(5 Estrelas - 1 Votos)

É fã de narrativas curtas e impactantes? Conheça os melhores livros, edições e coletâneas de contos publicados neste ano. Boa leitura!

No mundo literário, os últimos meses foram marcados pelo surgimento de grandes histórias. Em 2021, viajamos a novos lugares através das páginas, conhecendo enredos e personagens incríveis. Os contos, com suas narrativas sucintas e impactantes, marcaram presença nas listas e no coração dos leitores.

Para relembrar desses lançamentos literários, nós preparamos uma seleção com os melhores livros, edições e coletâneas de contos publicados durante o ano de 2021. Conheça a lista e aproveite a leitura!


A Planta do Mundo, Stefano Mancuso

Em A Planta do Mundo, Stefano Mancuso reúne narrativas saborosas sobre curiosidades históricas que de um modo ou de outro envolvem plantas. O livro fala sobre as árvores da liberdade plantadas na Revolução Francesa, as cidades sem plantas, os troncos de árvore especiais para fazer violinos Stradivarius, as sementes enviadas à Lua e até mesmo do caso em que um perito botânico ofereceu provas para desvendar um crime. Mancuso nos prova que as plantas estão em toda parte para quem está aberto a percebê-las.


Anos de chumbo e outros contos, Chico Buarque

Uma jovem e seu tio. Um grande artista sabotado. Um desatino familiar. Uma moradora de rua solitária. Um passeio por Copacabana. Um fã fervoroso de Clarice Lispector. Um casal em sua primeira viagem. Um lar em guerra. Imersos na atmosfera da ficção de Chico Buarque, os oito contos que do livro conduzem o leitor pelo caráter sórdido e patético da condição humana. Com alusões à barbárie do presente, o autor ergue um labirinto de surpresas, em que sexo, perversidade, desalento e delírio são elementos constitutivos da trama.


Discurso sobre a metástase, André Sant’Anna

Nos textos reunidos no livro de André Sant’Anna, a metástase que está no título tem seu próprio idioma, e esse idioma pode ser voltado contra ela mesma. A literatura deste autor nos convence de que somente a catarse gerada por uma comédia absurda será capaz de expressar a realidade brasileira. Neste livro, ele não apenas dobra a aposta, como também expande o alcance da sua escrita performática.


Doramar ou a Odisseia, Itamar Vieira Junior

Em seu novo livro, Doramar ou a Odisseia – Histórias, Itamar Vieira Junior apresenta um conjunto de narrativas que fincam raízes no presente ressaltam a multiplicidade cultural formadora do país. Os contos apresentam personagens que desafiam os limites e dão luz a discussões sobre o nosso passado escravocrata, exaltando também a cultura afro-brasileira, a ancestralidade indígena, a marginalidade e a loucura.


Erva Brava, Paulliny Tort

As doze histórias que compõem Erva brava se passam em Buriti Pequeno, cidade fictícia incrustada no coração de Goiás. Paisagem rara em nosso repertório literário, o Centro-Oeste brasileiro é palco de embates silenciosos, porém aguerridos, retratados neste livro com sutileza e maestria. Neste livro, a escritora brasiliense Paulliny Tort evidencia o nervo exposto de um país que desafia todas as interpretações.


O Congresso da Melancolia, Léo Tavares

Nas vizinhanças começaram a contar de aparições noturnas de um cavalo lobuno-azulado, sem arreio e sem sela, que parecia vigiar as sebes e sumia nos barrancos e no mato. As pessoas andavam com medo, fechando-se nas casas de noite, e de dia sussurravam sobre o que tinham visto. Miro viu o cavalo mais uma vez, quando tinha chegado o inverno e o orvalho se cristalizava no matagal atrás da casa.


O que a Casa Criou, Diogo Monteiro

O que a casa criou é um livro sobre o espanto. Todos os seus dezesseis contos tratam sobre a possibilidade de encontrar o inusitado a qualquer momento. As histórias desta coletânea evitam as “certezas cimentadas” e apresentam um toque de realismo fantástico. Dialogando sobre a fragilidade do real e do nosso confortável conceito de realidade, a obra reflete sobre como a quebra dessa normalidade age sobre pessoas, lugares e coisas.


Todos os Contos, Júlio Cortázar

Todos os Contos reúne “Bestiário”, “Todos os fogos o fogo”, “As armas secretas”, “Histórias de cronópios e de famas” e todos os outros livros fundamentais de Cortázar estão aqui. A edição também conta com os dois célebres ensaios do autor sobre a escrita de contos, “Alguns aspectos do conto”, de 1963, e “Do conto breve e seus arredores”, de 1969, além de um estudo do crítico argentino Jaime Alazraki sobre o Cortázar contista.


Você já leu algum dos livros da lista?


Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *