Quer conhecer boxes literários incríveis?

(5 Estrelas - 1 Votos)

Nada melhor do que adquirir aquela coleção do seu autor favorito. Veja as nossas sugestões de leitura!

Quem nunca se apaixonou por boxes literários, né? De livros clássicos a contemporâneos, as coleções reúnem edições especiais de obras incríveis da literatura e são ideais para completar sua estante de livros em casa. Para ajudar você a descobrir novos boxes, fizemos uma seleção especial para todos os gostos.

Entre os títulos escolhidos estão Box grandes obras de Jane Austen, de Jane Austen, Da prosa, de Hilda Hilst, e Trilogia do adeus, de João Anzanello Carrascoza. Veja a lista completa e encontre sua próxima leitura!


Box grandes obras de Jane Austen, de Jane Austen

Neste box especial da Nova Fronteira, encontram-se as três obras mais importantes da carreira da escritora inglesa. Orgulho e preconceito é uma comédia de costumes em que Jane Austen mostra os perigos do julgamento à primeira vista e evoca as amizades, fofocas e vaidades da classe média provinciana. Em Razão e sentimento, as irmãs Dashwood, após a morte do pai, terão que lidar com as convenções de uma sociedade extremamente rígida, em que sofrerão as desilusões e os desafios da busca pelo amor. Já Emma narra a história de uma menina linda, inteligente e rica que acredita que não precisa de envolvimentos amorosos. Porém, ao tentar resolver a vida romântica dos outros, a inexperiência e os erros de julgamento sobre as próprias emoções rendem a Emma muitas surpresas e decepções.


Da prosa, de Hilda Hilst

Em 1950, aos 20 anos, Hilda Hilst lançou seu primeiro livro de poesia, Presságio, dando início a uma vasta obra poética que se estenderia por 45 anos. Sua intensa, porém breve produção para o teatro, teria início e fim na segunda metade da década de 1960, quando, instalada na lendária Casa do Sol, a autora deixou de lado a atribulada vida paulistana para se dedicar integralmente à escrita. Sua estreia na ficção, no entanto, aconteceria em 1970, com Fluxo-floema, celebrado título que foge às categorias fáceis. Em Da prosa, este e todos os outros títulos da lavra ficcional da autora de Rútilo nada aparecem reunidos pela primeira vez.


Box Fernando Pessoa, de Fernando Pessoa

Fernando Pessoa foi um dos maiores fingidores de todos os tempos. Longe de ser pejorativo, esse termo, cunhado pelo próprio poeta, talvez seja sua melhor definição. Lírico e saudosista, o escritor português cantou a pátria em seus múltiplos heterônimos, ocupando um lugar (que pode equivaler a vários) no panteão daqueles que se aventuraram nos mares bravios da língua de Camões. Este box especial reúne 3 das principais obras do autor: Livro do desassossego, Mensagem e Ficções do interlúdio.


Trilogia do adeus, de João Anzanello Carrascoza

Nesta trilogia, João Anzanello Carrascoza oferece um panorama que se estende através do tempo para falar da relação fragmentada das famílias. No primeiro livro, Caderno de um ausente (vencedor do prêmio Jabuti 2015 e reeditado agora pela Alfaguara), o pai João escreve uma longa carta para a filha recém- -nascida, Beatriz, para o caso de não estar presente no futuro dela. Já no segundo volume, Menina escrevendo com pai, é Bia quem responde, narrando a vida e o relacionamento dos dois. Por fim, em A pele da terra, Mateus, filho mais velho de João e irmão de Bia, narra sua relação com o próprio filho, outro João, durante uma peregrinação. 


Trilogia da Fundação, de Isaac Asimov

Obra-prima de Isaac Asimov, a trilogia da Fundação é baseada no clássico Declínio e queda do Império Romano, de Edward Gibbon. A humanidade está em risco. Uma ciência revolucionária prevê uma longa e inevitável era de trevas e barbárie. Para evitar que isso aconteça, o chamado plano Seldon é colocado em prática ao longo de séculos, e percorre a história da galáxia, prevendo conflitos de nossa civilização. Mas poderá o comportamento humano obedecer a um padrão científico?


Todos os romances e contos consagrados, de Machado de Assis

Neste boxe o leitor encontrará não apenas todos os contos do Bruxo do Cosme Velho, mas também algumas de suas mais famosas novelas. Escritas ao correr da pena, boa parte dessas histórias saíram primeiro nas folhas volantes do jornalismo e mais tarde foram selecionadas pelo próprio Machado de Assis para compor os livros reunidos aqui em ordem cronológica de publicação.


O que você achou da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *