Conheça 8 livros escritos por músicos

(5 Estrelas - 1 Votos)

De Bob Dylan a Rita Lee, fique por dentro dessa seleção com obras escritas por grandes cantores, compositores e instrumentistas da música

Como nós já falamos por aqui, as relações entre a música e a literatura são mais antigas do que se costuma imaginar. Registros históricos apontam que as duas artes fortaleceram laços ainda na Idade Média e, sobretudo, através do trovadorismo, movimento que surgiu durante o período medieval e unia poesias e arranjos melódicos em obras chamadas de cantigas, compostas por trovadores e executadas por menestréis.

Canções inspiradas em livros, obras literárias que surgem a partir de canções… Verdade é que música e literatura são uma excelente combinação e nós podemos provar nessa seleção com oito livros que foram escritos por alguns dos cantores, compositores e instrumentistas fundamentais na história música mundial. Conheça a lista e aproveite a leitura!


A Filha das Flores, Vanessa da Mata

Primeiro romance da cantora e compositora brasileira Vanessa da Mata, A Filha das Flores narra a história de Giza, uma menina que cresceu à beira de uma estrada que liga o norte ao sul do país. Como uma estrangeira em sua casa, ela passa a infância a navegar pelos códigos e subentendidos da família, à beira de algo que ela parece prestes a compreender. Mas um dia Giza cresce e ultrapassa os limites impostos pela família, chegando a uma vila que ela passará a frequentar em busca de uma vida mais terrena.


Dom, Tony Bellotto

Neste romance, o guitarrista e compositor brasileiro Tony Bellotto apresenta a história de Pedro Dom, um jovem de classe média alta que virou chefe de uma quadrilha de roubo a residências no Rio de Janeiro durante os anos 2000. O livro acompanha não apenas a trajetória de Dom como a de um país marcado por profundas desigualdades sociais, por uma guerra às drogas que parece infinita e por uma máquina estatal cujos agentes corruptos rivalizam com quem já perdeu as esperanças.


Essa Gente, Chico Buarque

Essa Gente é o romance mais recente do cantor, compositor e dramaturgo brasileiro Chico Buarque e acompanha a trajetória de Manuel Duarte, um escritor que adora andar pelas ruas do Leblon. Em 1990, Duarte escreveu um romance que se tornou best-seller, mas nos últimos anos ele vive em um deserto criativo e emocional que tem como pano de fundo uma cidade do Rio de Janeiro marcado por profundas feridas sociais.


E Foi Assim Que Eu e A Escuridão Ficamos Amigas, Emicida

Em E Foi Assim Que Eu e A Escuridão Ficamos Amigas, o rapper brasileiro Emicida conta a história de uma menininha vive com medo da escuridão. Quando chega a noite, ela se sente preocupada e ansiosa e se pergunta: “afinal, o que o escuro pode esconder?” O que a garota nem imagina é que, do outro lado, a escuridão também é uma menina, cujo maior medo é a claridade e tudo o que se revela quando nasce o sol.


Narciso em Férias, Caetano Veloso

Capítulo homônimo do livro “Verdade Tropical”, Narciso em Férias revela o impacto brutal que os 54 dias vividos no cárcere durante o período da ditadura militar no Brasil causaram na vida de Caetano Veloso, bem como os traumas e as sequelas que essa experiência deixou no músico, escritor e cineasta baiano.


Rita Lee – Uma Autobiografia, Rita Lee

Em Rita Lee – Uma Autobiografia, Rita Lee Jones, a cantora e compositora conhecida como rainha do rock brasileiro, revela histórias de sua vida, que vão desde a infância no bairro da Vila Mariana, em São Paulo, aos anos finais de sua trajetória musical. Na obra, Rita também conta detalhes sobre a sua prisão, em 1976, o encontro de almas com Roberto de Carvalho, o nascimento dos filhos e a amizade com a cantora Elis Regina.


Só Garotos, Patti Smith

Em Só Garotos, Patti Smith, uma das vozes mais influentes do punk, compartilha memórias de seu relacionamento com Robert Mapplethorpe, em uma época em que os dois eram jovens e sonhavam em ser artistas. Ao se mudar para Nova York, a cantora, compositora e poetisa norte-americana precisou se virar como pôde na nova cidade e, por lá, conheceu pessoas muito interessantes como o futuro fotógrafo Robert Mapplethorpe, para quem ela prometeu escrever este livro antes que ele morresse de aids, em 1989.


Tarântula, Bob Dylan

Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura 2016, Tarântula é uma extensão do trabalho que o cantor e compositor norte-americano Bob Dylan apresentou aos fãs em forma de canções. Definido pelo autor como ‘tudo aquilo que eu não posso cantar ou que é longo demais para ser um poema’, o romance alterna entre uma prosa poética e poemas em versos e apresenta a grandeza de situações e de personagens urbanos, além da cultura popular que habitava o seu universo artístico.


Qual desses artistas é o seu favorito?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *