Conheça os melhores romances medievais

(5 Estrelas - 1 Votos)

É fã de histórias com castelos, revoluções, reinos e poder? Nós selecionamos dez dicas de romances medievais para você mergulhar na leitura

Os romances medievais são ambientados em meio a castelos, revoluções e cenários épicos e apresentam histórias de amor, traição e luta por territórios, reinos e poder. Frequentemente baseadas em acontecimentos históricos, as narrativas medievais são protagonizadas por membros da alta nobreza, guerreiros incansáveis e seus dragões.

Quem nunca quis viver entre os Stark no reino de Winterfell? Ou viajar pelas origens da Távola Redonda? Para ajudar a você a mergulhar no universo medieval, nós selecionamos dez dicas de romances inesquecíveis. Confira a lista e aproveite a leitura!


A Guerra dos Tronos, George R. R. Martin

A Guerra dos Tronos é o primeiro livro da série As crônicas de gelo e fogo, do escritor George R. R. Martin. A obra narra detalhes sobre um conflito vivido entre os Stark do reino de Winterfell, uma complicada família que vive ao norte de Winterfell. As disputas por reinos, bem como as tragédias e traições são recorrentes na família e fazem parte de um mesmo conflito mortal: a guerra dos tronos.


A Princesa Prometida, William Goldman

Em A Princesa Prometida, conhecemos Buttercup, uma jovem camponesa que se apaixona perdidamente por Westley, o jovem humilde que trabalha na fazenda do pai dela. Juntos, eles descobrem o amor verdadeiro, mas um trágico acidente envolvendo um navio pirata deverá separar os dois.


A Irmã de Ana Bolena, Philippa Gregory

De família aristocrata, a inocente Maria Bolena é levada para a corte aos 14 anos. Com sua doçura e beleza, a jovem logo chama a atenção do rei, Henrique VIII, que vira seu amante. Mas, enquanto o casal procurar viver essa paixão, a família Bolena vive em meio a uma conspiração que sofrerá uma grande reviravolta.


As Brumas de Avalon: A Senhora da Magia, Marion Zimmer Bradley

As Brumas de Avalon evoca uma Bretanha que é ao mesmo tempo real e lendária. O livro de Marion Zimmer Bradley aborda desde as suas desesperadas guerras para sobreviver ante a invasão saxônica, a glória de Camelot e um mundo de paz, até as tragédias que acompanham a morte de Artur e a destruição da influência mítica por ele personificada.


Eragon, Christopher Paolini

Primeiro volume da “Trilogia da Herança”, Eragon conta a história de um jovem de 15 anos que, ao encontrar uma pedra azul na floresta, se vê da noite para o dia no meio de uma disputa pelo poder do Império. Quando a pedra se rompe e dela nasce Saphira, Eragon é forçado a se converter em herói. Na companhia do leão dragão, o jovem é lançado para um arriscado mundo novo movido pelas tramas do destino, da magia e do poder.


Mitologia Nórdica, Neil Gaiman

Em Mitologia nórdica, Neil Gaiman vai à fonte dos mitos escandinavos para criar sua própria versão, com o inconfundível estilo sagaz e inteligente que atravessa toda a sua obra. O livro reúne quinze contos que começam com a narração da origem do mundo e mostram a relação conturbada entre deuses, gigantes e anões, indo até Ragnarök, o assustador cenário do apocalipse que levará ao fim no mundo.


O Nome do Vento, Patrick Rothfuss

Em O Nome do Vento, acompanhamos a trajetória de Kote com as duas forças que movem sua vida. De um lado, está o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas. Do outro, a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano – os lendários demônios que assassinaram a sua família no passado.


O Senhor Dos Anéis, J.R.R. Tolkien

Em O Senhor dos Anéis, Tolkien construiu uma nova mitologia em um mundo inventado que demonstrou possuir um poder de atração atemporal. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa e diabólica, a narrativa da obra é desenvolvida em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário, porém bastante convincente.


Os Pilares da Terra, Ken Folett

Em Os Pilares da Terra conhecemos Philip, um fervoroso prior que recebeu de Deus a missão de erguer uma catedral à altura da grandeza divina. Um dia, ele conhece Tom, um construtor que partilha o mesmo sonho. Juntos, os dois se propõem a construir um templo gótico digno de entrar para a história, mas encontrarão problemas em meio a uma Inglaterra assolada por sangrentas batalhas pelo trono.


Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda, Howard Pyle

Em Rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda, Howard Pyle revive episódios como o nascimento de Arthur, a afirmação de seu direito ao trono, as batalhas com o Cavaleiro Negro e com o Duque da Nortúmbria, a conquista da espada Excalibur, o casamento com Lady Guinevere e as origens da Távola Redonda.


Você é fã de romances medievais?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *