Conheça 9 romances para ler em 2020

(3.3 Estrelas - 7 Votos)

Por meio das redes sociais, nossos leitores indicaram histórias incríveis para você conhecer neste ano. Veja a lista e boa leitura!

Quem não gosta de um bom romance? Este gênero literário é marcado por histórias longas, que reúnem uma diversidade maior de personagens bem definidos, além de enredo, temporalidade e ambientação. Fictícios ou não, há vários tipos de romance na literatura.

. Histórico: As histórias são contextualizadas em determinado período da história brasileira ou mundial. Normalmente, há elementos da realidade misturados com a ficção.

. Realista: Este tipo de romance é conhecido pelas críticas sociais, políticas e religiosas. Outra característica fundamental dos romances realistas é a ausência de idealização na construção dos personagens.

. Modernista: Assim como realista, o romance modernista também exibe uma forte crítica da sociedade. Ficou conhecido durante a década de 1930.

. Romântico: As histórias destes livros são marcadas pela luta entre o bem e o mal, e por personagens idealizados e heróicos.

Que tal conhecer melhor alguns romances? Para ajudar você na escolha da próxima leitura, pedimos ajuda aos nossos leitores, nas redes sociais, com indicações de romances para ler em 2020. Confira nove sugestões e boa leitura!


Serotonina, de Michel Houellebecq

Florent-Claude Labrouste tem 46 anos, detesta seu nome e toma antidepressivos que liberam serotonina e causam três efeitos colaterais: náusea, falta de libido e impotência. Seu périplo começa em Almeria (Espanha), segue por Paris e depois pela Normandia, onde os agricultores estão em luta. A França está afundando, a União Europeia está afundando, a vida de Florent-Claude está afundando. Florent-Claude descobre vídeos pornográficos assombrosos em que sua atual companheira aparece, e isso é a gota d’água para que ele deixe o trabalho e passe a viver em um hotel. Perambula pela cidade, visita bares, restaurantes e supermercados. Repassa suas relações amorosas, marcadas sempre pelo desastre, que transitam entre o cômico e o patético.


Galveias, de José Luis Peixoto

Este livro conquistou o Prêmio Oceanos 2016. Na obra, o escritor português José Luís Peixoto revisita a aldeia de sua infância e faz uma reflexão sobre a identidade lusitana. Pequena aldeia no Alentejo, interior de Portugal, Galveias é onde nasceu José Luís Peixoto. A partir de suas memórias de infância, o autor constrói neste romance o universo de um lugarejo quase parado no tempo, que subitamente se vê diante de um imenso mistério.


Úrsula, de Maria Firmina dos Reis

A lista também não poderia deixar de fora um dos principais clássicos da literatura brasileira. Úrsula não é apenas o primeiro romance abolicionista da nossa literatura, como é também o primeiro da literatura afro-brasileira, entendida como produção de autoria afrodescendente que tematiza a negritude a partir de uma perspectiva interna.


O amor nos tempos do cólera, de Gabriel García Márquez

Este é um dos principais livros de Gabriel García Márquez. Um homem se apaixona pela trança de uma menina de família. O idílio dura algumas cartas, mas ao conhecer seu admirador, a moça rejeita-o e casa com outro. O amor, porém, persiste e dura a vida inteira.


Um lugar bem longe daqui, de Delia Owens

Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la.


Boneco de neve, de Jo Nesbo

No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras. O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente.


A cor púrpura, de Alice Walker

Neste romance, o personagem principal, Celie, negra, semianalfabeta, vivendo no Sul dos Estados Unidos, vive entre cuidar da família e planejar uma vida diferente da sua para a irmã, Nettie. Acompanhamos sua vida por mais de 30 anos, por meio das cartas que escreve para Deus e, posteriormente, para a irmã.


O quarto de Giovanni, de James Baldwin

O quarto de Giovanni é um dos principais clássicos modernos da literatura mundial. Com toques autobiográficos, este livro de James Baldwin trata de uma relação bissexual ao acompanhar David, um jovem americano em Paris à espera de sua namorada, Hella, que está na Espanha. Enquanto ela analisa se deve ou não casar-se com David, o jovem conhece Giovanni, um garçom italiano por quem se apaixona.


Deus ajude essa criança, de Toni Morrison

Neste conto de fadas moderno, Toni Morrison transforma em alta literatura a temática do racismo na infância e da influência de um trauma antigo na vida de um adulto. Lula Ann Bridewel é uma jovem cuja pele escura foi motivo de desgosto dos pais desde seu nascimento. Abandonada pelo marido, que a culpa pela cor da filha, a mãe da menina é incapaz de lhe devotar amor, e sua rudeza com Bride denota a um só tempo a decepção que sente e a preocupação com seu futuro.


Qual livro você incluiria na lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

3 comentários em “Conheça 9 romances para ler em 2020

  • 11.02.2020 a 10:08 pm
    Permalink

    A menina da montanha. Tara Westover.
    Maravilhoso!

  • 10.02.2020 a 6:20 pm
    Permalink

    Crime e Castigo de Dostoiévski e
    Uma Breve História da Humanidade, Yuval Noah Harari

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *