“Estante Entrevista”: 7 livros indicados por Amara Moira

(5 Estrelas - 1 Votos)

Doutora pela Unicamp e escritora, Amara Moira falou sobre a representatividade trans nos livros na primeira live do “Estante Entrevista”

Na sexta-feira (13), a Estante Virtual iniciou uma nova série de lives em suas redes sociais chamada “Estante Entrevista”. Toda semana, nós receberemos escritores e especialistas para conversas sobre temas ligados à cultura, educação, política, economia, desenvolvimento pessoal e, claro, literatura.

ASSISTA À LIVE

A doutora em Crítica Literária pela Unicamp, escritora e travesti, Amara Moira, foi a primeira convidada do “Estante Entrevista”. Autora de “E se eu fosse pura”, lançado em 2016 pela Hoo Editora, Amara falou sobre a representatividade trans nos livros. De acordo com ela, há, ao longo da história da literatura brasileira, uma vastidão de obras escritas por e sobre pessoas transexuais e travestis no país.

No entanto, como Amara afirma, os caminhos para que autores trans e travestis publiquem os seus livros por aqui ainda são marcados por grandes dificuldades que devem ser superadas, especialmente, pelo mercado editorial nacional. Além disso, a autora indicou sete livros para quem deseja conhecer autores trans brasileiros. Confira a lista!


A Princesa, Fernanda Farias de Albuquerque e Maurizio Jannelli

A Princesa conta a história de Fernanda Farias de Albuquerque, uma travesti brasileira que embarca nos anos 80 para a Europa. Lá, ela viajou por Portugal e pela Espanha até chegar à Itália e tornar-se prostituta em Roma. Em 1990, Fernanda foi presa por tentativa de homicídio e, na penitenciária de Rebbibia, conheceu Maurizio Jannelli, condenado por sua atuação no grupo armado das Brigadas Vermelhas.


A Queda para o Alto, Anderson Herzer

A Queda Para o Alto conta a história de, Anderson Herzer, um homem trans que assumiu a sua identidade masculina aos 20 anos de idade. Depois de perder os pais ainda na infância e ser vítima de decepções com entes queridos e maus-tratos, Anderson foi internado na Febem e, por lá, passou a se reconhecer como homem trans neste mundo diferente, severo, morto, desumano, injusto.


E se eu fosse pura, Amara Moira

No livro E se eu fosse pura, Amara Moira compartilha detalhes sobre a sua transição de um homem bissexual para uma mulher trans e aborda o cotidiano da prostituição dividindo as angústias, os medos, preconceitos e prazeres que ali conheceu.


Grande Sertão: Veredas, João Guimarães Rosa

Um clássico da literatura brasileira, Grande sertão: Veredas, de João Guimarães Rosa parte do sertão de Minas Gerais para analisar questões universais que atravessam a alma humana, como o amor, o sofrimento, a violência, a força e a alegria.


Memórias de Madame Satã, Sylvan Paezzo

Memórias de Madame Satã conta a história de João Francisco do Santos, um homem negro e homossexual que viveu nas ruas do Rio de Janeiro e chegou a ser preso na Lapa antes de conseguir realizar o seu sonho de virar um astro dos palcos. Nas proximidades do bar Danúbio Azul, João se transforma, então, na mitológica Madame Satã.


Uma Mulher Diferente, Cassandra Rios

Em Uma Mulher Diferente, Cassandra Rios conta os detalhes sobre um crime cometido contra uma belíssima loira que é encontrada morta, boiando no rio. No entanto, a autora destaca que a mulher assassinada não se tratava de uma mulher típica dos padrões femininos estabelecidos na época. Na verdade, ela era uma mulher bem “diferente” das outras.


Vidas Trans – A Coragem de Existir, Amara Moira, João W. Nery, Márcia Rocha e T. Brant

No livro Vidas Trans – A Coragem de Existir, Amara Moira, João W. Nery, Márcia Rocha e T. Brant compartilham detalhes sobre o momento em que perceberam que havia algo diferente com seus corpos até a chegada ao processo de transição. Além disso, os autores falam sobre o sentimento de inadequação, os preconceitos e dores vividos dentro e fora da família.


Qual livro da lista você quer ler?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *