7 livros para deixar o seu dia a dia mais leve

(5 Estrelas - 1 Votos)

Ler um livro nos transforma, motiva e liberta. Que tal escolher sua próxima leitura? Veja a seleção completa!

Existe um companheiro melhor do que um bom livro? Por meio da leitura conhecemos novas culturas, obtemos diferentes conhecimentos, desbravamos universos distantes e nos identificamos e criamos empatia com as histórias dos personagens. Ler um livro nos transforma, liberta e motiva.

Para ajudar você a encontrar a próxima leitura, selecionamos alguns títulos que vão inspirar sua rotina e deixar o dia mais leve, principalmente neste período de isolamento social. A lista inclui obras para todos os gostos, como A vida não me assusta, de Maya Angelou, e Caprichos e relaxos, de Paulo Leminski. Veja a seleção completa e boa leitura!


Caprichos e relaxos, de Paulo Leminski

Em 1983, Paulo Leminski lançava um livro que se tornaria best-seller na época e um clássico para as futuras gerações. Ali estavam os principais poemas que o curitibano tinha escrito até então, muitos inéditos e outros publicados em edições independentes ou na revista de arte e vanguarda Invenção, encabeçada pelos irmãos Augusto e Haroldo de Campos e por Décio Pignatari. Os pais da poesia concreta no Brasil haviam adotado aquele jovem poeta ilustrado, audacioso e contundente.


Aprenda a viver o agora, de Monja Coen

Monja Coen nos ensina a viver o presente a partir de princípios zen. Quanto ao passado nada se pode fazer. O futuro é uma surpresa. O agora é mutável, é palpável, é real. Assuma o controle de sua vida ao entender que só pode ser dono do presente. Neste livro, Monja Coen demonstrará que é possível estar presente por completo em qualquer atividade. O agora é o único momento real que existe. O passado não pode ser refeito, o futuro nós ainda não sabemos como será. Porém, o presente é real, só depende de nós. Atualmente, as distrações diárias são infinitas. Por isso, o simples fato de estar 100% focado no agora é uma das capacidades mais importantes.


Felicidade incurável, de Fabrício Carpinejar

A felicidade incurável é aquela que nunca está reunida em um único lugar; é aquela que nem a tristeza consegue levar. Contraria diagnósticos e medos, supera fobias e traumas e não se diminui perante o pessimismo dos outros. A felicidade incurável é aquela que não adoece. Com uma passionalidade reflexiva e racional, o autor, notável por sua prosa absolutamente passional e sincera, protege seu ímpeto sem perder a responsabilidade. Felicidade Incurável trata de mudança de mentalidade amorosa e da família, diferentes fins de casamento, amizades em tempos eletrônicos, divertidas implicâncias de casal, debate sobre o que é alegria e liberdade.


A vida não me assusta, de Maya Angelou

A vida não me assusta, de Maya Angelou, reúne pinturas originais de Jean-Michel Basquiat. É um pequeno livro de arte para crianças valentes, que enfrentam fantasmas e meninos brigões da escola com a cabeça erguida. A obra foi publicada originalmente há 25 anos, mas é inédita no Brasil. Não importa qual obstáculo apareça no caminho, você sempre pode encontrar forças para superá-lo. 


A bruxa não vai para a fogueira neste livro, de Amanda Lovelace

Aqueles que consideram “bruxa” um xingamento não poderiam estar mais enganados: bruxas são mulheres capazes de incendiar o mundo ao seu redor. Resgatando essa imagem ancestral da figura feminina naturalmente poderosa, independente e, agora, indestrutível, Amanda Lovelace aprofunda a combinação de contundência e lirismo. Agora, ela conclama a união das mulheres contra as mais variadas formas de violência e opressão. Amanda é hoje um dos grandes nomes da nova poesia que surgiu nas redes sociais e, com linguagem direta e temática contemporânea, ganhou as ruas.


As coisas que você só vê quando desacelera, de Haemin Sunim

Escrito pelo mestre zen-budista sul-coreano Haemin Sunim, As coisas que você só vê quando desacelera é um desses raros e tão necessários livros para quem deseja tranquilizar os pensamentos e cultivar a calma e a autocompaixão. Ilustrado com extrema delicadeza, ele nos ajuda a entender nossos relacionamentos, nosso trabalho, nossas aspirações e nossa espiritualidade sob um novo prisma.


Livre de ansiedade, de Robert L. Leahy

Esta obra investiga as origens da ansiedade e ensina como levar uma vida menos estressante. Utilizando os métodos propostos pelo autor, baseados nos melhores tratamentos psicológicos disponíveis, podemos conquistar uma vida livre de apreensão, tensão e evitação relacionadas à ansiedade.


Qual livro você incluiria na lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *