9 biografias incríveis para você conhecer

(5 Estrelas - 1 Votos)

Selecionamos livros sobre personalidades que fizeram história no Brasil e no mundo. Inspire-se com a nossa seleção literária!

personalidades inspiram a nossa vida, seja no lado pessoal, quanto na área artística, social e política. Para ficar por dentro da trajetória dos nossos ídolos, nada melhor do que ler boas biografias. Além de nos aproximar dessas pessoas, esses livros mostram novas informações e apresentam fatos inéditos sobre os biografados.

Que tal conhecer histórias inesquecíveis? Para ajudar você na escolha da próxima leitura, selecionamos nove biografias para todos os gostos, desde Minha história, de Michelle Obama, até Raul Seixas: Não diga que a canção está perdida, de Jotabê Medeiros. Veja a lista e boa leitura!


Uma autobiografia, de Angela Davis

Lançada pela primeira vez em 1974, esta obra é um retrato contundente das lutas sociais nos estados unidos durante os anos 1960 e 1970 pelo olhar de uma das maiores ativistas de nosso tempo. Angela Davis, à época com 28 anos, narra a sua trajetória, da infância à carreira como professora universitária, interrompida por aquele que seria considerado um dos mais importantes julgamentos do século XX e que a colocaria, ao mesmo tempo, na condição de ícone dos movimentos negro e feminista e na lista das dez pessoas mais procuradas pelo FBI. A falsidade das acusações contra Davis, sua fuga, a prisão e o apoio que recebeu de pessoas de todo o mundo são comentados em detalhes por essa mulher que marcou a história mundial com sua voz e sua luta.


Sontag – Vida e obra, de Benjamin Moser

O retrato definitivo de Susan Sontag, uma das intelectuais mais importantes do século XX: sua escrita e seu pensamento radical, seu ativismo público e sua vida privada pouco conhecida. Envolta em mitos e incompreendida, louvada e detestada, ela foi uma menina dos subúrbios que se tornou símbolo do cosmopolitismo. Sontag deixou um legado intelectual que abrange uma imensidade de temas, como arte e política, feminismo e homossexualidade, medicina e drogas, radicalismos e fascismo, e que é uma chave indispensável para entender a cultura da modernidade. Nesta biografia, Benjamin Moser conta essas histórias e examina o trabalho sobre o qual a reputação de Sontag se construiu.


Minha história, de Michelle Obama

Com uma vida repleta de realizações significativas, Michelle Obama se consolidou como uma das mulheres mais icônicas e cativantes de nosso tempo. Como primeira-dama dos Estados Unidos, ela ajudou a criar a mais acolhedora e inclusiva Casa Branca da história. Ao mesmo tempo, se posicionou como uma poderosa porta-voz das mulheres e meninas nos Estados Unidos e ao redor do mundo, mudando drasticamente a forma como as famílias levam suas vidas em busca de um modelo mais saudável e ativo, e se posicionando ao lado de seu marido durante os anos em que Obama presidiu os Estados Unidos em alguns dos momentos mais angustiantes da história do país.


Raul Seixas: Não diga que a canção está perdida, de Jotabê Medeiros

Como Raulzito, o garoto de classe média de Salvador que era fã de Elvis Presley, se transformou em Raul Seixas, um dos maiores ícones da cultura pop brasileira? Como o jovem sonhador, depois de “passar fome por dois anos na cidade maravilhosa”, conquistou as gravadoras e o grande público? Jotabê Medeiros apresenta, neste livro vertiginoso, a primeira biografia de Raul à altura de sua importância.


Eu, Elton John, de Elton John

Elton John é o cantor e compositor de maior e mais duradouro sucesso de todos os tempos. Embalada em altos e baixos, sua vida é extraordinária. Na sua primeira e única autobiografia, ele conta essa história em suas próprias palavras e com a honestidade – e o humor – que lhe é peculiar. Nesses 70 anos, não faltam momentos engraçados e outros tantos de partir o coração. Ele lembra detalhes da sua infância crescendo em um subúrbio de Londres e o relacionamento difícil com os pais. Batizado Reginald Dwight, era um garoto que, embora tímido, sonhava com o estrelato. No livro, ele narra episódios dramáticos desde a rejeição precoce de seu trabalho com o parceiro de composição Bernie Taupin aos momentos de perder o controle como um superstar; das tentativas de suicídio ao secreto vício em drogas por mais de uma década.


A história de Greta, de Valentina Camerini

Esta é a biografia não oficial de Greta Thunberg. Neste livro, você vai conhecer a história dessa jovem que está lutando para construir um mundo melhor e descobrir dicas de como você também pode mudar alguns simples hábitos e fazer a diferença. Com apenas 15 anos, ela iniciou um movimento mundial que já levou milhares de pessoas às ruas, provando que ninguém é pequeno demais para fazer a diferença. Hoje, Greta é a maior voz na luta para conscientizar os líderes mundiais de que o tempo da esperança acabou e que, se não entrarmos em ação, logo será tarde demais.


O homem que aprendeu o Brasil – A vida de Paulo Rónai, de Ana Cecilia Impellizieri Martins

O retrato de um intelectual húngaro que marcou para sempre a cultura brasileira. Europa, 1940. Um jovem intelectual judeu, Paulo Rónai, que deixou a Hungria no fim do ano anterior, chega à segurança do Brasil. Não vem clandestinamente, com documentos adulterados e nome falso. Vem com o impossível visto legalmente obtido. Como o conseguiu? A resposta é tão inusitada quanto toda sua vida e carreira, rastreadas passo a passo e narradas com grande elegância por Ana Cecilia Impellizieri Martins nesta biografia pioneira e necessária. Inacreditavelmente, o que valeu a Rónai o salvo-conduto foi aprender português sozinho em Budapeste e publicar, às vésperas da Segunda Guerra, uma antologia de poesia brasileira que reunia Bandeira, Cecília Meirelles, Mário de Andrade e Drummond.


Elis e eu – 11 anos, 6 meses e 19 dias com minha mãe, de João Marcello Bôscoli

Neste livro, João Marcello Bôscoli, filho de Elis Regina, conta sobre os 11 anos que conviveu com a mãe. Não houve pesquisa externa para os livros, apenas as memórias que ele guardou da cantora. “Elis Regina é a parte pública da minha mãe, uma de suas faces”.


O educador: Um perfil de Paulo Freire, de Sergio Haddad

Este livro ilumina aspectos pouco conhecidos da vida de Paulo Freire. O educador ainda é mais lido nas universidades do exterior do que as brasileiras. Um dos mais importantes estudiosos da obra de Paulo Freire, Sergio Haddad refaz o percurso do educador sem aderir à disputa ideológica, revelando as muitas facetas de um intelectual complexo e decisivo para a cultura brasileira.


O que você achou da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *