Qual é o seu compositor favorito?

(5 Estrelas - 2 Votos)

No Dia Mundial do Compositor, selecionamos livros para você ficar por dentro do assunto. Veja a lista e comemore a data com a gente!

Você sabia que 15 de janeiro é o Dia Mundial do Compositor? Com o uso da técnica de notas musicais e muita criatividade, os compositores são aqueles responsáveis por escrever canções e criar melodias. A data foi criada em 1945, no México, para marcar a fundação da Sociedade de Autores e Compositores no país. No entanto, as comemorações pelo mundo só foram oficializadas a partir de 1983.

Já no Brasil, o Dia Nacional do Compositor é celebrado todo dia 7 de outubro. O país reúne um extenso legado de artistas, em diferentes gêneros musicais, desde o samba e o pop, até o rock. Entre os de maior destaque estão Cartola, um dos principais sambistas brasileiros; Vinicius de Morais, o nosso eterno “poetinha”, e João Gilberto, criador da Bossa Nova, que morreu em 2019.

Vale destacar também os compositores Chico Buarque e Caetano Veloso, que conquistam gerações de fãs ao longo das décadas; Marisa Monte, um dos principais nomes da música contemporânea brasileira, e Renato Russo, que revolucionou o rock no país.

Para relembrar a data, selecionamos seis livros que vão ajudar você a entender melhor sobre música brasileira e mundial. Confira a lista e comemore o Dia Mundial do Compositor com a gente!


Chega de saudade, de Ruy Castro

Este é um dos principais livros sobre o tema. Ruy Castro faz a reconstituição da Bossa Nova e da vida boêmia e cultural carioca da época – boate por boate, tiete por tiete, história por história. Uma narrativa que se lê como um romance baseado em fatos reais, repleta de paixões e traições.


101 canções que tocaram o Brasil, de Nelson Motta

Este livro faz um mergulho profundo na alma musical de nosso país. É uma viagem pela mais rica e deslumbrante faceta da cultura brasileira. É para ser lido, visto e ouvido. É feito de sons e letras que fizeram – e ainda fazem – todo um povo cantar, rir, chorar e dançar.


Elis: Uma biografia musical, de Arthur de Faria

Nesta biografia, o jornalista Arthur de Faria se detém nos anos de formação de Elis Regina em Porto Alegre, antes narrar sua explosão nacional. Desfaz mitos de sua trajetória, relata episódios saborosos ou dramáticos de suas parcerias e brigas. Fala de sua vida pessoal sem cair no sensacionalismo.


Noel Rosa – O poeta do samba e da cidade, de André Diniz

Em comemoração ao centenário de nascimento de Noel Rosa, o livro do historiador André Diniz retrata a música e a cidade na época desse genial cronista do cotidiano. A obra é ainda ilustrada com fotos de época.


No direction home – A vida e a música de Bob Dylan, de Robert Shelton

O perfil de Bob Dylan que Robert Shelton escreveu para o New York Times é creditado como a peça que faltava para que Dylan fosse “descoberto”, em 1961, apenas um ano após Dylan ter chegado a Nova York. Shelton, que acompanhou fielmente a carreira de Dylan, publica a biografia definitiva do astro


Love me do: 50 momentos marcantes dos Beatles, de Paolo Hewitt

Tão fascinantes hoje em dia quanto no auge, na década de 1960, os Beatles estarão para sempre enraizados na cultura popular mundial. Sua influência se espalhou por gerações de fãs e músicos e ecoa ainda hoje, mais de 50 anos após o lançamento de seu primeiro compacto, “Love Me Do”, em 1962. Da infância na dura Liverpool pós-guerra, passando pelos anos mais loucos e chegando até a reunião dos integrantes da banda na década de 1990, Paolo Hewitt narra 50 momentos definidores da carreira dos Beatles – os bons, os maus e os feios.


O que você achou da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *