7 séries de livros para você maratonar

(4.2 Estrelas - 5 Votos)

Às vezes é difícil largar uma história, né? Por isso, selecionamos obras com continuações incríveis. Veja a lista!

“Maratonar” remete, na maioria das vezes, a séries de TV. Mas, que tal fazer uma maratona de séries de livros inesquecíveis? Há períodos em que a nossa sede por leitura é tanta que um livro só não é suficiente. Temos a necessidade de ler as continuações daquelas sagas incríveis.

Fizemos uma lista especial para quem quer começar uma nova série literária. A seleção inclui títulos para todos os gostos, desde fantasia até acontecimentos históricos. Entre as obras escolhidas estão 1Q84, de Haruki Murakami, A amiga genial, de Elena Ferrante, e Os homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson. Boa leitura!


Os homens que não amavam as mulheres, de Stieg Larsson

Este é o primeiro volume da série de Stieg Larsson. Os homens que não amavam as mulheres é um enigma a portas fechadas — passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada — o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta.


Harry Potter, de J. K. Rowling

A saga Harry Potter já é um clássico infantojuvenil e não poderia ficar de fora da nossa lista. Harry Potter e a pedra filosofal narra a história do menino Harry, que, até os dez anos, era maltratado pelos tios Dursley, que o criavam. No dia do seu aniversário de 11 anos, porém, descobriu que não era um garoto qualquer, e sim um bruxo, símbolo de poder e sabedoria.


1Q84, de Haruki Murakami

Esta trilogia é assumidamente inspirada na obra-prima de George Orwell, 1984. No primeiro volume, Murakami apresenta Aomame, uma mulher que esconde a profissão de assassina. Em uma tarde, ela está parada num táxi, em meio ao trânsito de uma via expressa de Tóquio. Temendo não chegar a tempo de resolver uma pendência, ela se vê diante de uma opção inusitada proposta pelo motorista: descer do veículo e seguir por uma escada de emergência em plena avenida. Apesar de um estranho aviso do taxista, que diz que as coisas à volta dela se tornarão estranhas ao fazer algo tão incomum, Aomame segue a sugestão inicial.


As areias do imperador, de Mia Couto

As areias do imperador também é uma das principais séries de livros contemporâneas. Primeiro livro da trilogia, Mulheres de cinzas é um romance histórico sobre a época em que o sul de Moçambique era governado por Ngungunyane (ou Gungunhane, como ficou conhecido pelos portugueses), o último dos líderes do Estado de Gaza – segundo maior império no continente comandado por um africano. Em fins do século XIX, o sargento português Germano de Melo foi enviado ao vilarejo de Nkokolani para a batalha contra o imperador que ameaçava o domínio colonial. Ali o militar encontra Imani, uma garota de 15 anos que aprendeu a língua dos europeus e será sua intérprete.


Série Napolitana, de Elena Ferrante

A amiga genial é narrado pela personagem Elena Greco e cobre da infância aos 16 anos. As meninas se conhecem em uma vizinhança pobre de Nápoles, na década de 1950. Elena, a menina mais inteligente da turma, tem sua vida transformada quando a família do sapateiro Cerullo chega ao bairro e Raffaella, uma criança magra, mal comportada e selvagem, se torna o centro das atenções. Essa menina, tão diferente de Elena, exerce uma atração irresistível sobre ela. As duas se unem, competem, brigam, fazem planos. Em um bairro marcado pela violência, pelos gritos e agressões dos adultos e pelo o medo constante, as meninas sonham com um futuro melhor. Ir embora, conhecer o mundo, escrever livros.


A era das revoluções, de Eric Hobsbawm

Esta é uma das principais séries históricas. A Era do Capital é a história do triunfo global do capitalismo. Neste volume, o autor discorre sobre o conceito das sociedades de massa, impulsionadas pela noção de progresso, em um período repleto de contradições que deram origem à modernidade do século XX.


Diário de um banana, de Jeff Kiney

Não é fácil ser criança. E ninguém sabe disso melhor do que Greg Heffley, que se vê mergulhado no ensino fundamental, onde fracotes subdesenvolvidos dividem os corredores com garotos que são mais altos, mais malvados e já se barbeiam. Como Greg diz em seu diário: “ Só não espere que eu seja todo ‘Querido diário’ isso, ‘Querido diário’ aquilo.” Para nossa sorte, o que Greg Heffley diz que fará e o que ele realmente faz são duas coisas bem diferentes. No primeiro livro da coleção, o autor e ilustrador Jeff Kinney nos apresenta um herói improvável e encantador.


O que você achou da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

10 comentários em “7 séries de livros para você maratonar

  • 22.03.2020 a 1:08 am
    Permalink

    O clone de Cristo, Operação Cavalo de Troia, Crônicas Anglo Saxônicas, a História do Mundo tb são séries de livros imperdíveis!

  • 19.03.2020 a 12:30 am
    Permalink

    GOSTARIA DE LER ANNE COM E

  • 18.03.2020 a 10:42 am
    Permalink

    Vc esqueceu de citar “As sete irmãs “

  • 18.03.2020 a 2:41 am
    Permalink

    Li os 4 livros napolitanos de Elena Ferrante. É uma leitura detalhista e apaixonante, daquelas que você não quer largar e sempre pedindo mais, até que acaba e você passa rápido para o livro seguinte. Êpa, eu li no meu Kindle (risos). O canal HBO começou a passar (16/03/20) o seriado do 2° livro, pois em 2019 passou do 1° livro.

  • 16.03.2020 a 8:49 pm
    Permalink

    Faltou as duas partes da série Percy Jackson: Os olimpianos e Heróis do Olimpo

  • 16.03.2020 a 8:46 pm
    Permalink

    Diário de um banana e Harry Potter ❤❤

  • 01.10.2019 a 12:58 pm
    Permalink

    Faltou a torre Negra do Stephen King, o senhor dos anéis de Tolkien, o mochileiro da galáxia…

  • 30.09.2019 a 8:20 pm
    Permalink

    Li os três livros da trilogia de Stieg Larssen. Achei sensacionais e lamentei muito sua morte.
    Li um ou dois livros sobre Harry Potter.
    A autora prende a atenção.
    Não li nenhum outro dos citados, embora tenha curiosidade em ler Mia Couto.

  • 30.09.2019 a 3:35 pm
    Permalink

    Das sete, já fiz quatro. Senti falta apenas de “A Torre Negra”, de Stephen King.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *