Os 65 anos de ‘O senhor dos anéis’

(3.5 Estrelas - 2 Votos)

Um dos mais vendidos do mundo, livro do escritor J. R. R. Tolkien conquista diferentes gerações de leitores até hoje

Publicado em 1954, O senhor dos anéis, de J. R. R. Tolkien, é um dos livros mais vendidos do mundo e a principal obra para o público geek. O épico tem como contexto da Terra-Média, um espaço imaginário e mitológico inspirado na Terra real, habitado por humanos, elfos, anões, hobbits e orcs. A história retrata o conflito contra o mal que se alastra no local, para evitar que o “Anel do Poder” volte às mãos do Senhor do Escuro, seu criador.

Inicialmente, J. R. R. Tolkien havia planejado publicar O senhor dos anéis apenas em um volume, mas a obra foi também foi dividida em três títulos: A sociedade do anel, As duas torres e O retorno do rei. Diversos trechos da história, que é a continuação do livro O hobbit, foram escritos durante a Segunda Guerra Mundial.

Tudo o que temos de decidir é o que fazer com o tempo que nos é dado”.

Uma das principais características de O senhor dos anéis é a quantidade variada de diferentes idiomas criados pelo escritor, que era especialista em criação de novas línguas. Aos 16 anos, Tolkien começou a se aprofundar no estudo e a entender idiomas, como o finlandês.

LEIA MAIS: Veja 5 livros que vão virar série

O senhor dos anéis impactou diretamente na construção da fantasia moderna e nas referências da cultura popular mundial. Os livros de Tolkien ainda inspiram, até hoje, trabalhos no cinema, na televisão, nas artes e em videogames. Além de um filme em homenagem ao escritor, que estreou neste ano, há também uma série de TV baseada na trilogia, que ainda está sendo produzida.

Que tal conhecer a história completa de O senhor dos anéis? Confira a lista e boa leitura!


A sociedade do anel, de J. R. R. Tolkien

A Sociedade do Anel é a primeira parte da obra de ficção de J. R. R. Tolkien. Numa cidadezinha indolente do Condado, um jovem hobbit é encarregado de uma imensa tarefa. Deve empreender uma perigosa viagem através da Terra-média até as Fendas da Perdição, e lá destruir o Anel do Poder – a única coisa que impede o domínio maléfico do Senhor do Escuro.


As duas torres, de J. R. R. Tolkien

As Duas Torres é a segunda parte da obra de ficção de J. R. R. Tolkien. É impossível transmitir ao novo leitor todas as qualidades e o alcance do livro. Alternadamente cômica, singela, épica, monstruosa, diabólica, a narrativa desenvolve-se em meio a inúmeras mudanças de cenários e de personagens, num mundo imaginário absolutamente convincente em seus detalhes.


O retorno do rei, de J. R. R. Tolkien

“Pippin espiou de dentro do abrigo da capa de Gandalf. Perguntou-se se estava acordado ou continuava dormindo, ainda no sonho veloz no qual estivera envolto desde que a grande cavalgada começara”. Assim inicia a terceira e última parte de O Senhor dos Anéis, que narra as estratégias opostas de Sauron e Gandalf, até a catástrofe final no fim da Grande Escuridão.


O hobbit, de J. R. R. Tolkien

O Hobbit conta a história de Bilbo Bolseiro, um Hobbit pacato e satisfeito cuja vida vira de cabeça para baixo quando ele se junta ao mago Gandalf e a treze anões em sua jornada para reaver um tesouro roubado. É uma viagem repleta de perigos – e no fim Bilbo encara sozinho o guardião do tesouro, o mais terrível dragão de toda a Terra-Média.


Você também é fã de O senhor dos anéis?


Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *