Confira os principais lançamentos de livros de 2018

(3.5 Estrelas - 6 Votos)

Para ajudar na escolha da sua próxima leitura, selecionamos 11 livros que merecem ser lidos ainda neste ano. Veja a lista completa!

Este ano tem sido marcado por muitos lançamentos de livros para todos os gostos, desde literatura estrangeira até biografias. Independentemente do gênero literário, há sempre novas e boas obras chegando por aí. Para ajudar na escolha da sua próxima leitura, fizemos uma lista com os principais lançamentos de 2018.

LEIA MAIS: Veja os livros que mudaram a vida de nossos leitores

Entre os títulos mais badalados do ano estão O sol na cabeça, livro de estreia do escritor Geovani Martins, Se não eu, quem vai fazer você feliz?, de Graziela Gonçalves, ex-mulher do cantor Chorão, e Todo dia a mesma noite, da jornalista Daniela Arbex. Ficou curioso? Veja a nossa seleção completa e boa leitura! 


O sol na cabeça, de Geovani Martins

Este é um dos principais lançamentos literários brasileiros do ano. O sol na cabeça, livro de estreia do escritor Geovani Martins, reúne 13 contos que falam sobre a infância e a adolescência de moradores de favelas. Os textos retratam o cotidiano deles, marcado por violência, discriminação racial e angústias. A obra reforça o Rio de Janeiro como uma “cidade partida”.O sol na cabeça, de Geovani Martins


Se não eu, quem vai fazer você feliz? – Minha história de amor com Chorão, de Graziela Gonçalves

Neste livro, Graziela Gonçalves conta sua relação de quase 20 anos com Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., que morreu em março de 2013. Ela conheceu o cantor antes do grupo fazer sucesso e ser um dos mais populares do país. A mulher teve participação importante na construção da banda e foi a grande musa inspiradora de Chorão. Passou com ele os piores momentos e o ajudou a enfrentar a dependência química. 
Se não eu, quem vai fazer você feliz?, de Graziela Gonçalves


A memória do mar, de Khaled Hosseini

A memória do mar é uma prece de amor e esperança. Um pai embala o filho enquanto contempla a noite em uma praia, à espera do amanhecer que trará o barco que os levará a uma nova vida do outro lado do Mediterrâneo. O novo livro de Khaled Hosseini é inspirado na história de Alan Kurdi, o refugiado sírio de 3 anos que se afogou no mar Mediterrâneo quando tentava chegar à segurança na Europa. A memória do mar, de Khaled Hosseini


Maria Bonita, de Adriana Negreiros

Mulher mais importante do cangaço brasileiro, Maria Bonita recebeu uma biografia mais completa e sob perspectiva feminina. Nos anos em que viveu com Lampião, despertou pouco interesse em pesquisadores ou jornalistas. Foi essa lacuna de informações sobre sua vida que contribuiu para que se criasse a fantasia de uma guerreira, hábil amazona do sertão. Apesar de a mitificação da imagem de Maria Bonita ter escondido situações de violência, ela não diminui o caráter transgressor da Rainha do Sertão.Maria Bonita, de Adriana Negreiros


A uruguaia, de Pedro Mairal

No romance A uruguaia, o autor argentino Pedro Mairal discute crise conjugal, autoengano e busca pela felicidade. A narrativa gira em torno de peripécias sentimentais de um escritor recém-chegado aos 40 anos e mostra como devemos enfrentar as promessas que fazemos e não cumprimos. A obra estabelece de uma vez por todas o talento de Pedro Mairal como um dos nomes de destaque de um novo “boom” da literatura latino-americana. A uruguaia, de Pedro Mairal


Todo dia a mesma noite – A história não contada da Boate Kiss, de Daniela Arbex

O livro-reportagem Todo dia a mesma noite homenageia os 242 mortos no incêndio da Boate Kiss, em 2013. A obra constrói um memorial contra o esquecimento dessa noite tenebrosa, que nos transporta até o momento em que as pessoas se amontoaram nos banheiros da Kiss em busca de ar, ao ginásio onde pais foram buscar seus filhos mortos, aos hospitais onde se tentava desesperadamente salvar as vidas que se esvaíam. todo dia a mesma noite - daniela arbex


O fim de Eddy, de Édouard Louis

Em O fim de Eddy, o escritor Édouard Louis retrata a infância angustiante de um menino, que é obrigado a enfrentar a crueldade e o conservadorismo de uma comunidade no interior da França. Neste romance autobiográfico, a violência e a amargura de uma pequena cidade de operários se contrapõem à sensibilidade do despertar sexual de um garoto, estabelecendo um paralelo direto com as experiências do próprio autor.O fim de Eddy, de Édouard Louis


A vida escolar de Jesus, de J. M Coetzee

A vida escolar de Jesus conta a história do adulto Simón e do menino Davíd. Os dois, que não se conhecem, desembarcam de uma inexplicada viagem de navio em um lugar indeterminado, numa cidade chamada Novilla. Simón encontra Inés, que abandona seus irmãos e resolve adotar o órfão Davíd. A peregrinação dos três representa uma iniciação existencial em terra estranha, que gira inteira em torno da educação do menino. A vida escolar de Jesus, de J.M Coetzee


Subcidadania brasileira, de Jessé Souza

Este livro consolida o pensamento do autor Jessé Souza, um dos pensadores brasileiros contemporâneos mais originais. Crítico severo da corrente acadêmica que busca na herança colonial portuguesa e no patrimonialismo as chaves para desvendar todos os males da sociedade brasileira, ele afirma que a soma incalculável de privilégios acumulados pelas elites, aliada a um racismo estrutural, são os verdadeiros responsáveis por nossas desigualdades. Subcidadania brasileira, de Jessé Souza


21 lições para o século 21, de Yuval Noah Harari

Yuval Noah Harari explora as grandes questões do presente e o que podemos fazer para melhorá-lo. Como podemos nos proteger de guerras nucleares, cataclismos ambientais e crises tecnológicas? O que fazer sobre a epidemia de fake news ou a ameaça do terrorismo? O que devemos ensinar aos nossos filhos? Em 21 lições para o século 21, o autor explora o presente e nos conduz por uma fascinante jornada pelos assuntos prementes da atualidade.

21 lições para o século 21, de Yuval Noah Harari


O quarto de Giovanni, de James Baldwin

O quarto de Giovanni trata de uma relação bissexual ao acompanhar David, um jovem americano em Paris à espera de sua namorada, Hella, que por sua vez está na Espanha. Enquanto ela pondera se deve ou não se casar com David, ele conhece Giovanni, um garçom italiano por quem se apaixona. A obra de James Baldwin explora as agruras de personagens que enfrentam o vazio existencial ao perceber a fragilidade dos laços e as frustrações de seus desejos. O quarto de Giovanni, de James Baldwin


Qual livro você incluiria na lista?

Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
[mailpoet_form id=”4″]
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *