“A Filha Perdida”: filme da Netflix leva o romance de Elena Ferrante às telonas

(0 Estrelas - 0 Votos)

Dirigido por Maggie Gyllenhaal, “A Filha Perdida” é uma adaptação do best-seller homônimo da escritora italiana e está disponível na plataforma. Confira!

Lançado na Netflix no último dia de 2021, “A Filha Perdida” é uma adaptação do romance homônimo da escritora italiana conhecida pelo pseudônimo de Elena Ferrante. O longa-metragem conta uma história que versa sobre a maternidade e revela os impactos da estrutura familiar na trajetória de mulheres de diferentes gerações.

A produção marca a estreia de Maggie Gyllenhaal na função de diretora de cinema e conta com a participação de atores como Olivia Colman (A Favorita), Jessie Buckley, Dakota Johnson, Ed Harris, Peter Sarsgaard, Dagmara Dominczyk e Paul Mescal. Em 2021, “A Filha Perdida” foi premiado no Festival de Veneza como Melhor Roteiro.

A adaptação conta a história de Leda (Olivia Colman), uma mulher de meia-idade que, após o divórcio, passa a dividir a sua vida entre as aulas de Inglês na universidade onde leciona e os cuidados com as filhas. Ao receber a notícia de que as meninas irão para o Canadá passar as férias com o pai, Leda se sente mais leve e aproveita para fazer uma viagem sozinha a um balneário na Grécia.

Os seus dias de paz no paraíso, no entanto, são impactados pela aproximação com uma família nova-iorquina e, sobretudo, com uma outra mulher, Nina (Dakota Johnson). Ao se aproximar da jovem, que acabara de ser mãe, Leda parece olhar-se através de um espelho partido pelo tempo. Pois, assim como Nina, a professora também precisou abdicar de sua juventude e de seus sonhos mais íntimos para viver plenamente a experiência de ser mãe.


A Amiga Genial

Amiga Genial é o primeiro romance da Série Napolitana da misteriosa autora Elena Ferrante. A obra narra a história de uma profunda amizade vivida por Elena Greco e Raffaella Cerullo. Vizinhas em um bairro pobre de Nápoles, na década de 1950, as duas passam de inimigas a grandes parceiras. Aos 16 anos, as duas se unem e, juntas, brincam, fazem planos e sonham com um futuro melhor.


A Filha Perdida

A Filha Perdida acompanha os sentimentos conflitantes de Leda, uma professora universitária de meia-idade que, aliviada depois de as filhas se mudarem para o Canadá com o pai, decide tirar férias no litoral sul da Itália. Nos seus primeiros dias na praia, ela observa uma família de napolitanos e em especial Nina, a jovem mãe de uma menininha chamada Elena que sempre está acompanhada de sua boneca. Cercada dos parentes autoritários e imersa nos cuidados com a filha, Nina parece à vontade no papel de mãe e faz Leda se lembrar de si mesma quando era jovem e cheia de expectativas. A aproximação das duas, no entanto, desencadeia em Leda uma enxurrada de lembranças da própria vida e expõe segredos que ela nunca conseguiu revelar a ninguém.


A Vida Mentirosa dos Adultos

As mudanças no rosto de Giovanna anunciam o início da adolescência e não passam despercebidas em casa. Dois anos antes de abandonar a família na cidade de Nápoles, Andrea não se dá conta do que sentencia quando sussurra para a esposa que a filha é muito feia. Aos doze anos, a menina vê um rosto no espelho e sente que algo está irremediavelmente à beira de um abismo. Ao longo dos anos acompanhamos os desafios da transição da infância protegida de Giovanna a uma adolescência exposta às complexidades daqueles que a cercam, evocando também a possibilidade de levar a vida adulta como nenhuma outra mulher fizera até então.


Dias de Abandono

Em Dias de Abandono conhecemos Olga, uma mulher que tenta sobreviver a um casamento fracassado. Traída e se sentindo abandonada pelo marido, a personagem enfrenta conflitos internos. Moradores de um apartamento em Turim, onde vivem com dois filhos e um cachorro, ela e o marido, Mario, viveram uma relação de 15 anos com os altos e baixos de um casamento normal. Sem abalos que anunciassem um término repentino, Olga ouve o discurso de seu marido anunciando que a deixaria naquele momento. Nas páginas seguintes, os leitores vão conhecer cenas críticas do passado do casal, repassadas até a exaustão pela protagonista e misturadas à urgência do seu cotidiano completamente destruído.


Um Amor Incômodo

Aos 45 anos, Delia retorna a sua cidade natal, Nápoles, na Itália, para enterrar a mãe, que foi encontrada morta numa praia em circunstâncias suspeitas. Amalia, uma humilde costureira que se acostumou a esconder a beleza com peças simples, usava nada além de um sutiã caro no momento da morte. Revelações perturbadoras sobre sua mãe vão fazer com Delia vá atrás da verdade por trás do assassinato. Ao andar ruas caóticas de sua infância, a filha vai confrontar os três homens que fizeram parte do passado de sua mãe.


Você já viu “A Filha Perdida”?


Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Livros para mergulhar nas editoras independentes Histórias que combinam com café Livros sobre diversidade que você precisa conhecer 9 livros que você leria pelo título Livros para gerenciar a carreira