Estante Entrevista: A língua portuguesa na literatura

(5 Estrelas - 1 Votos)

José Eduardo Agualusa e Vinícius Neves Mariano conversam sobre a literatura de países lusófonos em mais uma edição da nossa série de lives. Confira!

Após o fim do 2º Festival Literário da Estante Virtual (FLEV), voltamos com o Estante Entrevista, a nossa série de lives nas redes sociais da EV. Na próxima edição deste projeto, vamos receber os escritores José Eduardo Agualusa e Vinícius Neves Mariano para conversar sobre “A língua portuguesa na literatura”.

A live acontece na terça-feira (23), às 18h, e vai debater a respeito dos diálogos e distanciamentos existentes na literatura de autores de países lusófonos, isto é, que compartilham a cultura lusófona e falam uma mesma língua: o português.

Sobre os autores

Nascido em Huambo, na Angola, o jornalista, escritor e editor José Eduardo Agualusa é considerado um dos grandes autores lusófonos da literatura mais recente. Agualusa iniciou a sua trajetória na literatura em 1988 e, de lá pra cá, publicou romances, contos e livros infantis que foram traduzidos para mais de vinte idiomas e reconhecidos em importantes premiações, como no prêmio de ficção estrangeira do jornal inglês The Independent), com “O Vendedor de passados”.

Vinícius Neves Mariano nasceu em Alfenas, Minas Gerais, é escritor, roteirista e publicitário e divide o seu tempo e dedicação entre a literatura e o audiovisual. Em 2015, o autor lançou seu primeiro livro, “EMPATE”, e com o segundo romance “VELHOS DEMAIS PARA MORRER” foi vencedor do Prêmio Malê de Literatura em 2019. Neste momento, a obra concorre ao Prêmio Jabuti de Literatura.

Para dar um gostinho de como será a conversa, nós selecionamos algumas das obras escritas pelos dois autores e que você precisa conhecer hoje. Confira!


Barroco Tropical, José Eduardo Agualusa

No ano de 2020, vivem em Luanda o escritor Bartolomeu Falcato e a cantora Kianda, sua amante. Juntos, os dois testemunham um evento insólito. Uma mulher caiu – literalmente – do céu. A pessoa em questão é uma modelo e ex-miss que frequentou a cama de políticos e empresários de expressão e se tornou uma figura incômoda para o establishment.


Empate, Vinícius Neves Mariano

Traumatizado pela II Guerra Mundial, um homem quer se vingar do Brasil. Quando o país perde para o Uruguai na final da Copa do Mundo jogada em casa, esse parece ser golpe perfeito para sua retaliação. O romance histórico tem início quando o protagonista, sem resistir à superlotação do Maracanã naquela tarde de 1950, cai dentro do fosso que separa as arquibancadas do campo. Com ele cai também outro homem, de personalidade completamente oposta. Juntos eles terão que imaginar o momento histórico que está acontecendo a poucos metros de suas cabeças.


O Vendedor de Passados, José Eduardo Agualusa

Após a conquista da independência, a emergente burguesia angolana pensa ter o seu futuro garantido. Porém, ela precisa de um passado mais adequado a sua nova condição social. O negro albino Félix Ventura sabe aproveitar as oportunidades. A cada um de seus clientes, ele vende uma árvore genealógica digna de orgulho, memórias luxuosas, ancestrais ilustres. Félix segue muito bem nessa empreitada até chegar a ele um homem que busca o passado e a sua identidade angolana. De uma hora para a outra, os passados e os presentes se entrecruzam, e o impossível se confunde com o real.


Os vivos e os outros, José Eduardo Agualusa

Um festival literário na ilha de Moçambique reúne três dezenas de escritores africanos. Porém, uma violenta tempestade que acontece no continente, lhes deixa totalmente isolados e sem ligação com o resto do planeta, durante sete dias. Uma série de estranhos e misteriosos acontecimentos inquietam os escritores e a população local: alguns dos personagens dos livros daqueles escritores parecem ter tomado vida, passeando agora pelas ruas da cidade histórica.


Velhos demais para morrer, Vinícius Neves Mariano

Os idosos se tornaram a maioria da população e, com isso, o mundo entra em colapso econômico, passando a enfrentar também uma crise social. Enquanto jovens recorrem cada vez mais a tratamentos anti-idade muito avançados, os velhos são jogados à margem da sociedade. É nesse lugar que três personagens de diferentes idades se perguntam sobre o sentido de envelhecimento em um mundo que despreza a velhice.


Você vai participar da conversa?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *