9 livros para apresentar a poesia às crianças

(5 Estrelas - 1 Votos)

De Manoel de Barros a Emicida, conheça nove livros fundamentais para inserir crianças de diferentes idades no universo da poesia. Boa leitura!

Nós já falamos por aqui sobre a importância da leitura e da contação de histórias na infância. Mas, a leitura de poesias também pode ser algo muito benéfico no desenvolvimento das crianças e nós podemos provar.

Em linhas gerais, as poesias, com as suas associações de palavras, ritmos e sonoridades, são ferramentas capazes de fazer com que os pequenos se aproximem de maneira sensível do vocabulário, estimulando também a sua capacidade oral e até mesmo o controle da respiração.

Além de exercitar a criatividade, a interação com os textos poéticos exercita a capacidade de reflexão e de expressão de sentimentos das crianças e atua também na formação de vínculos valorosos durante o processo de formação das crianças.

De Manoel de Barros a Emicida, conheça nove livros fundamentais para introduzir crianças de diferentes idades ao universo da poesia. Boa leitura!


Ah, os Pensamentos Que Você Pode Pensar!, Dr. Seuss

Neste livro, os leitores não conseguem parar de pensar por nem um segundo. Entre bolotos voando e um albatrozumbi vagando por aí, será que todo mundo pensa sempre igual? Ou será que não existe um jeito certo de raciocinar? Com um vocabulário simples,além de cenários e criaturas surreais, Dr. Seuss convida os pequenos a descobrirem a infinidade de histórias e seres malucos e engraçados que podem imaginar.


Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira, Adriana Calcanhotto

Destinado a crianças de qualquer idade Antologia Ilustrada da Poesia Brasileira, Adriana Calcanhotto reúne obras de poetas do século XIX ao XXI, desde os canônicos aos nem tão conhecidos. De Gonçalves Dias a Gregório Duvivier, o livro apresenta uma sucessão de ecos e influências de uma poesia brasileira e tão nossa.


Cantigas por um Passarinho a Toa, Manoel de Barros

Cantigas Por Um Passarinho À Toa, Manoel de Barros apresenta às crianças a obra de Manoel de Barros, um dos mais importantes poetas da literatura brasileira contemporânea. Sua filha, Martha Barros, colabora com ilustrações e consegue o feito impressionante de desenhar os poemas infantis do poeta. O resultado emociona pela beleza das imagens e delicadeza da poesia dedicada aos pequenos.


Chão de peixes, Lúcia Hiratsuka

Com inspiração nos haicais japoneses, Chão de peixes convida os leitores a darem um novo sentido para a natureza que nos cerca. Entre saltos do grilo no quintal, passos das formigas andando em fila, palavras somem, enquanto outras surgem e se misturam aos riscos e rabiscos do capim. Riscos que formam peixes, o chão que vira mar, lagartixa que vira lua, e até o tempo se torna outro.


E Foi Assim Que Eu e A Escuridão Ficamos Amigas, Emicida

Uma menininha vive com medo da escuridão. Quando chega a noite, ela se sente preocupada e ansiosa e se pergunta: “afinal, o que o escuro pode esconder?” O que a garota nem imagina é que, do outro lado, a escuridão também é uma menina, cujo maior medo é a claridade e todo tipo de coisa que se revela quando nasce o sol.


Ou Isto Ou Aquilo, Cecília Meireles

Considerado um clássico da literatura brasileiro, Ou Isto Ou Aquilo cria um universo encantador e convida as crianças a se aproximarem da poesia. O livro de Cecília Meireles brinca com as palavras e resgata o universo infantil através de perguntas imprevisíveis, monólogos, comparações incomuns, fantasia e imaginação.


Poemas da minha terra tupi, Maté

Jaguaré, jururu, pirão e pororoca… Todas as crianças brasileiras sabem falar um bocado de termos de origem tupi. Com texto e ilustrações produzidos por Maté, Poemas da minha terra tupi celebra o significado de muitas palavras e expressões que usamos no dia a dia, com curiosidade e poesia.


Poemas que escolhi para as crianças, Ruth Rocha

Em Poemas que escolhi para as crianças, Ruth Rocha apresenta uma coletânea de obras de poetas brasileiros de várias épocas e que foram escritos para as crianças. Organizado em blocos temáticos, o livro ilustrado apresenta um resultado instigante, que pode levar pais e filhos, professores e alunos a conhecerem mais sobre a riqueza da poesia brasileira.


O Caderno do Jardineiro, Angela Lago

Escrito e ilustrado por Angela Lago, O Caderno do Jardineiro reúne poemas sobre diferentes tipos de flores. Cheia de significados, a flor é a metáfora utilizada por Angela para abordar temas ligados à existência humana, como a passagem do tempo e a fragilidade.


Quais obras você acrescentaria a essa lista?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *