9 livros que ensinam a trabalhar a empatia

(0 Estrelas - 0 Votos)

Você sabe o que é empatia? Nós preparamos uma seleção com nove livros que vão ajudar você a tornar-se alguém mais empático. Confira!

Nos últimos anos, as discussões sobre empatia têm se tornado cada vez mais frequentes em rodas de conversa, em fóruns da Internet e nas redes sociais. Mas, você sabe o que, de fato, é empatia? Em uma definição simples, empatia é a capacidade de colocar-se no lugar do outro. Ou, como descrito no dicionário de maneira desenvolvida, trata-se da habilidade de identificação com uma outra pessoa, isto é, de sentir o que ela sente e querer o que ela quer.

Mas, em tempos de individualismo e, agora, de isolamento social, como trabalhar a empatia? De que maneira podemos nos tornar mais próximos do outro, não no aspecto físico da proximidade, mas no sentimento de compreensão e acolhimento diante do que é diferente? Esses são questionamentos complexos sobre os quais é preciso refletir e buscar caminhos para a construção de um comportamento mais empático e receptivo diante do mundo.

Neste processo, os livros podem ser excelentes companhias e ferramentas de conhecimento e desenvolvimento da empatia. Confira a seleção que nós preparamos especialmente para você!


Amor Pelas Coisas Imperfeitas, Haemin Sunim

Neste livro, o monge zen-budista Haemin Sunim ensina a arte de cuidar de si mesmo e de se relacionar com os outros com a sabedoria e a delicadeza que o tornaram conhecido no mundo todo. Ao abordar temas como aceitação, cura, coragem, família, fracassos, empatia e perdão, ele apresenta reflexões sobre como enxergar o mundo e a si próprio com maior compaixão.


Comunicação Não-Violenta, Marshall Rosenberg

Manual prático e didático que apresenta metodologia criada pelo autor, voltada para aprimorar os relacionamentos interpessoais e diminuir a violência no mundo. Aplicável em centenas de situações que exigem clareza na comunicação: em fábricas, escolas, comunidades carentes e até em graves conflitos políticos.


Empatia Todo Dia, Jaime Ribeiro

No livro Empatia Todo Dia, Jaime Ribeiro nos prova que a empatia é um verbo que não existe apenas no campo da observação e das boas intenções. Além disso, o livro propõe reflexões a respeito das situações que vivenciamos em comunidade ou que se encontram nas profundezas dos nossos pensamentos.


Ensaio sobre a Cegueira, José Saramago

Ensaio Sobre a Cegueira parte de uma cegueira branca que começa a atingir moradores de uma cidade. No livro, José Saramago nos apresenta uma imagem aterradora e comovente de tempos sombrios, à beira de um novo milênio. A experiência que cada um viverá com a história é única. No entanto, todos os leitores serão obrigados a pararem, fecharem os olhos e verem o mundo apresentado por Saramago.


Eu Achava Que Isso Só Acontecia Comigo, Brené Brown

Em Eu Achava Que Isso Só Acontecia Comigo, Brené Brown mostra que as vulnerabilidades humanas não são fraquezas. Na verdade, elas são lembretes poderosos que mantêm corações e mentes abertos à realidade de que estamos todos juntos. O livro também apresenta estratégias para transformação da nossa capacidade de amar, trabalhar, ser pai ou mãe e de construir relacionamentos.


O Monge e o Executivo, James C. Hunter

Leonard Hoffman é um famoso empresário que abandonou a sua brilhante carreira para tornar-se monge em um mosteiro beneditino. Em O Monge e o Executivo, James C. Hunter ensina de maneira clara e agradável os princípios fundamentais dos verdadeiros líderes.


O Poder da Empatia, Roman Krznaric

Em O Poder da Empatia, o filósofo e historiador da cultura Roman Krznaric nos conduz através de uma jornada por séculos para mostrar por que devemos desenvolver a empatia. O autor expõe os seis hábitos das pessoas extremamente empáticas e, ao mesmo tempo, nos ensina como é simples praticá-la.


Persépolis, Marjane Satrapi

Marjane Satrapi tinha apenas dez anos quando se viu obrigada a usar o véu islâmico em uma sala de aula só de meninas. Nascida numa família moderna e politizada, ela assistiu ao início da revolução que lançou o Irã nas trevas do regime xiita. Vinte e cinco anos depois, com os olhos da menina que foi e a consciência política da adulta em que se transformou, Marjane emociona leitores de todo o mundo com essa autobiografia em quadrinhos.


Sinto o Que Sinto, Lázaro Ramos

Em Sinto o que sinto, Dan sente muitas coisas ao mesmo tempo, mas nem sempre sabe lidar com elas. Ao longo da história, o menino enfrenta diferentes situações que, aos poucos, vão lhe ensinando a lidar com uma mistura bastante diversa de sentimentos. Além disso, antes de dormir, Dan ouve uma história muito especial de seu avô a respeito de seus ancestrais.


Qual livro você gostaria de adicionar à lista?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *