Daniel Munduruku é o próximo convidado do Estante Entrevista

(0 Estrelas - 0 Votos)

Autor de 54 livros e vencedor do Prêmio Jabuti de Livro Juvenil, Munduruku vai falar sobre histórias indígenas na literatura brasileira

Na próxima quarta-feira (28), às 16h, vamos receber o escritor e professor paraense, Daniel Munduruku, em mais uma edição do Estante Entrevista, a nossa série de lives sobre literatura, educação e cultura nas redes sociais da Estante Virtual. Com o tema “Ecos do Brasil: histórias indígenas”, o bate-papo, que dessa vez acontece no Facebook, vai abordar a importância das histórias indígenas na literatura brasileira.

A visibilidade e as representações dos povos originários nos livros, os espaços ocupados por autores indígenas na literatura brasileira e o papel da literatura e da educação na construção de novas narrativas étnico-sociais serão alguns dos temas a serem debatidos ao longo da conversa com o autor, que pertence ao povo indígena de mesmo nome, hoje situado em regiões do Pará, Amazonas e Mato Grosso.

Sobre Daniel Munduruku

Pioneiro na literatura indígena contemporânea, Daniel Munduruku fez a sua estreia na literatura em 1996, com o livro infantil “Histórias de Índio”, o primeiro de um indígena para crianças não indígenas.

De lá pra cá, ele lançou 54 livros que já venderam 5 milhões de cópias e recebeu importantes premiações e reconhecimentos por sua obra como o Prêmio Jabuti CBL – Câmara Brasileira Do Livro e o Prêmio da Academia Brasileira de Letras – ABL.

Além de autor, Munduruku é doutor em educação pela Universidade de São Paulo, pós-doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos, é membro-fundador da Academia de Letras de Lorena, diretor-Presidente da ONG e selo editorial Instituto Uka – Casa dos Saberes Ancestrais e um ativista da palavra.

Aqui, nós selecionamos cinco livros do autor para você conhecer antes da live. Confira a lista e venha conferir a conversa. Esperamos você lá!


Coisas de Índio

Daniel Munduruku é do povo Munduruku e acha fundamental o resgate do orgulho indígena, tão em baixa desde que os brancos aqui aportaram. Em Coisas de Índio ele traz elementos de pesquisa em um livro acessível, interessante e muito atraente, capaz de fazer com que o leitor sensível compreenda toda a riqueza e pluralidade das coisas dos nossos povos indígenas.


Contos Indígenas Brasileiros

No livro Contos Indígenas Brasileiros, Daniel Munduruku apresenta oito contos com o objetivo de retratar, através de mitos como o roubo do fogo, a origem do fumo e depois do dilúvio, a caminhada de alguns de nossos povos indígenas do norte ao sul do país – Guarani, Karajá, Munduruku, Tukano, entre outros. A leitura dessas histórias dá às crianças uma rica visão de nossa herança cultural.


Kabá Darebu

Kabá Darebu é um menino-índio que nos conta, com sabedoria e poesia, o jeito de ser de sua gente, os Munduruku. “Nossos pais nos ensinam a fazer silêncio para ouvir os sons da natureza; nos ensinam a olhar, conversar e ouvir o que o rio tem para nos contar; nos ensinam a olhar os voos dos pássaros para ouvir notícias do céu; nos ensinam a contemplar a noite, a lua, as estrelas…”​


Histórias de Índio

Em sua primeira parte, Histórias de Índio nos apresenta a história de Kaxi, um garoto como outro qualquer, exceto pelo fato de o pajé tê-lo escolhido como seu sucessor. Para ser iniciado nos segredos da pajelança, o pajé lhe ensina que é preciso sonhar, pois nos sonhos residem os grandes mistérios da vida. Em seguida, o autor relata com bom humor as suas experiências no “mundo dos brancos” e comenta a situação dos povos indígenas no Brasil.


O Karaíba – Uma História do Pré-Brasil

Antes da chegada dos colonizadores europeus, os habitantes do Brasil eram organizados, tinham a sua vida estruturada e tiravam proveito da exuberante natureza que os cercava. Em O Karaíba – Uma História do Pré-Brasil, vamos embarcar em diversas aventuras e imaginar um pouco de como era a vida dos povos originários, quais eram os seus amores, seus dramas e suas ansiedades em relação ao futuro.


Você Lembra, Pai?

Em Você Lembra, Pai?, Daniel Munduruku conta sobre a forte presença do pai em sua vida. O livro traça um percurso pela memória, marcado por ensinamentos, descobertas e muitos momentos juntos. A relação entre pai e filho constrói-se fundamentada em princípios universais, como respeito, admiração, cuidado, carinho, e emociona.


Quais livros de autores indígenas você já leu?


Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas