Os 80 anos de Mulher Maravilha

(5 Estrelas - 1 Votos)

Criada por William Moulton Marston, a heroína mais famosa dos quadrinhos apareceu pela primeira vez em 1941. Conheça a sua história!

Criada pelo psicólogo e quadrinista norte-americano William Moulton Marston, a Mulher-Maravilha é uma super-heroína de origem greco-romana e descendente de amazonas, uma antiga civilização de mulheres guerreiras da mitologia grega. Filha da rainha Hipólita da ilha de Themyscira, a jovem princesa Diana é enviada ao “Mundo dos Homens” para defender a paz, a verdade e a harmonia entre os deuses e os mortais.

Integrante da “Sociedade de Justiça da América”, primeiro grupo de super-heróis a aparecer em histórias em quadrinhos, Diana surgiu em 1941 na revista All Star Comics #8. Com o seu laço da verdade e braceletes da vitória, ela tornou-se reconhecida pela força, independência, habilidades super-humanas e o preparo para a guerra. Em 1942, Diana ganhou a sua própria HQ, Wonder Woman #1, que foi transferida para a editora DC Comics em 1944.

Junto de heróis como o Super-Homem e o Batman, a Mulher Maravilha compôs a conhecida “Era de Ouro dos Heróis” e a “Santíssima Trindade da DC Comics”. Ao longo dos anos, a história de Diana sofreu importantes transformações como a descoberta de novas origens e familiares como pai, Zeus, e os irmãos gêmeos Núbia e Jasão.

Mas, com o apoio de suas ajudantes mirins, as “Garotas Maravilhas”, do parceiro romântico, Capitão Steve Trevor, e do grupo “Garotas Holliday”, a heroína manteve firme o posto de super-heroína mais importante na história das HQs. Aos 80 anos, a Mulher-Maravilha continua a ser uma das mais importantes referências de mulher guerreira dos quadrinhos e influencia mulheres de diferentes idades e lugares do mundo.

Para além dos quadrinhos, a trajetória de Diana também virou tema de jogos de videogame, desenhos animados, séries de televisão e ao cinema. Produzida pela Warner Bros., a adaptação mais recente da história da heroína para a telona, “Mulher-Maravilha 1984”, foi lançada em dezembro do ano passado e segue em cartaz aqui no Brasil.


A História Secreta da Mulher Maravilha, Jill Lepore

Em A História Secreta da Mulher Maravilha, a historiadora de Harvard e redatora da revista New Yorker Jill Lepore refaz a trajetória da personagem, mostrando como o movimento sufragista e feminista influenciou na redação das histórias.


A psicologia da Mulher-Maravilha, Travis Langley, Mara Wood

De maneira divertida e acessível, o livro de Travis Langley e Mara Wood explora a psicologia por trás de uma das maiores super-heroínas de todos os tempos. Através de 20 ensaios, os autores analisam algumas das questões mais intrigantes a respeito da história da Mulher-Maravilha e as razões para que, mais de 70 anos após sua criação, Diana continue a representar temas tão atuais.


Mulher-maravilha, Robert Greenberger

Neste livro, Robert Greenberger conta detalhes sobre a evolução da personagem e demonstra a real dimensão do seu impacto no mundo dos super-heróis, na história da DC Comics e no cenário da cultura pop mundial. Um livro imperdível, que promete conquistar dos fãs mais antigos aos novos admiradores, e fazer juz à grandeza de Diana.


Mulher Maravilha – Direito de Nascença, Brian Azzarello, Cliff Chiang e Tony Akins

Com seu todo-poderoso pai, Zeus, desaparecido, a Mulher-Maravilha acabou sendo arrastada para a batalha dos deuses pelo trono do Olimpo. Nessa batalha, a amiga humana da heroína, Zola, foi raptada por Hades e pode tornar-se mais uma baixa. Para libertar a companheira, Diana precisará se equipar com armas criadas nas forjas dos deuses e se aliar a divindades nada estáveis e com objetivos desconhecidos.


Mulher-maravilha: Sementes da Guerra, Bardugo Leigh, Serpa Marian

Filha da deusa Hipólita, Diana deseja apenas se provar entre suas irmãs guerreiras. Mas quando a oportunidade finalmente chega, ela joga fora sua chance de glória ao quebrar uma lei das amazonas e salvar Alia Keralis. Porém, Alia é uma semente da guerra destinada a trazer uma era de derramamento de sangue e miséria. Agora cabe a Diana salvar todos e dar o seu primeiro passo como a maior heroína que o mundo já conheceu.


Você é fã da Mulher Maravilha?


Yasmin Lisboa


Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *