“Cidade Invisível”: um mergulho nas lendas do folclore brasileiro

(5 Estrelas - 1 Votos)

Lançada na Netflix em fevereiro, série brasileira entrou no top 10 das produções mais assistidas na plataforma em mais de 40 países

Dirigida por Carlos Saldanha (“Era do Gelo”, “Rio”), a série brasileira da Netflix,Cidade Invisível, resgata lendas do folclore brasileiro em um trama investigativa protagonizada por Eric (Marco Pigossi), um policial ambiental que, após perder a esposa de maneira trágica, segue em busca de respostas sobre a morte trágica e misteriosa de Gabriela (Julia Konrad).

Ambientada no Rio de Janeiro, a primeira temporada da produção acompanha a trajetória de Eric em uma cidade marcada pelo convívio entre a realidade das ruas e um universo fantástico habitado por entidades fantásticas, que, não por acaso, são também protagonistas de diferentes lendas do folclore brasileiro.

Assim, o policial passa a reconhecer nos mais distintos ambientes em que circula figuras como a Iara (Jessica Córes), o Saci-Pererê (Wesley Guimarães), o Boto-cor-de-rosa (Victor Sparapane), o Curupira (Fábio Lago) e a Cuca (Alessandra Negrini).

A narrativa criada pelos roteiristas Raphael Draccon e Carolina Munhóz recorre à fantasia presente nas lendas, mas sem tornar Cidade Invisível uma produção infantil. Além de apresentar os mitos formadores da cultura nacional ao resto do mundo, a série se aproxima de um público mais adulto, com uma narrativa marcada pela fantasia, mas também por elementos de suspense e de investigação.

Em um primeiro momento, a escolha do Rio de Janeiro como centro dos acontecimentos parece não ter agradado tanto a alguns fãs da série, que ressaltaram a diversidade dos espaços originários das lendas brasileiras.

A boa notícia é que a segunda temporada de Cidade Invisível já foi confirmada e, conforme dito pelo próprio Carlos Saldanha em nota oficial, neste novo momento a produção deve deixar a capital carioca e seguir para outra região do país, com novas histórias, ambientes e personagens do folclore nacional.


Abecê do Folclore, Rossini Tavares de Lima

Em Abecê do Folclore, Rossini Tavares de Lima apresenta os conceitos e metodologias que norteiam a Ciência do Folclore. Além disso, o livro destaca a presença do folclore na nossa literatura colonial e a importância dos estudos da música, da linguagem e da literatura folclórica no panorama cultural brasileiro.


As 100 Melhores Lendas do Folclore Brasileiro, A. S. Franchini

Em As 100 Melhores Lendas do Folclore Brasileiro, A. S. Franchini compartilha com os leitores a sua versão de algumas das mais emocionantes histórias do folclore nativo. O livro viaja pelo mundo do fabuloso e do onírico, recuperando histórias e personagens que fazem parte do grande repertório cultural que são as narrativas orais e folclóricas.


Mata, Heloisa Prieto

A beleza irresistível do boto, a horripilante bruxa amazônica, a generosidade da Mãe d’água e tantos outros mistérios são narrados por dona Mariana, uma das personagens mais interessantes da tradição da Encantaria, que teve origem no Pará e no Maranhão. Mata apresentam histórias que nos fazem rir e despertam a nossa imaginação com algumas das mais belas lendas da tradição oral do mundo.


Você já assistiu “Cidade Invisível”?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *