10 livros sobre saúde mental para crianças

(5 Estrelas - 1 Votos)

Precisamos falar sobre saúde mental com os pequenos! Nós selecionamos livros que vão ajudar você a conversar com as crianças sobre o assunto. Confira!

Se a saúde mental na infância já era um assunto de grande importância no debate público, durante a pandemia do novo coronavírus e o período de isolamento social a discussão sobre esse tema tornou-se ainda mais essencial. Com a suspensão das aulas presenciais no ano passado e a adaptação ao ensino remoto, crianças de diferentes partes do mundo sofreram abalos em seu desenvolvimento físico e psíquico.

Na Inglaterra, por exemplo, um relatório publicado em julho de 2020 pela NHS Digital, mostrou que uma em cada seis crianças no país contraíram problemas de saúde mental na pandemia como ansiedade e depressão. Aqui no Brasil, a situação também é grave para as crianças e adolescentes, que permanecem privados de suas rotinas de convívio com os amigos e familiares há mais ou menos um ano.

Por isso, é fundamental que mães, pais e adultos responsáveis pelas crianças conversem com os pequenos a respeito da saúde mental, ouçam o que eles têm a dizer e, caso necessário, busquem orientação médica. Nós selecionamos dez livros que vão ajudar a você a falar com as crianças sobre o assunto. Conheça a lista e boa leitura!


A Parte Que Falta, Shel Silverstein

Em A Parte Que Falta, um ser circular que visivelmente não está completo. Assim, ele parte animado em uma jornada em busca de sua parte que lhe falta. Mas, ao explorar o mundo, ele provavelmente vai aprender que a verdadeira felicidade não está no outro, mas sim dentro de cada um de nós.


A Raiva, Blandina Franco

Vencedor do Prêmio Jabuti 2015, A Raiva conta de que maneira um sentimento pode crescer e tomar conta de cada um. Com bom humor, o livro de Blandina Franco e José Carlos Lollo apresenta uma comovente história de autoconhecimento para crianças e adultos.


Brincando de Mindfulness, Patricia Calazans

Brincando de Mindfulness oferece exercícios em forma de caixinha com 50 cartas para que pais, educadores, tutores e professores ensinem mindfulness para as crianças de maneira lúdica, leve e divertida. A prática aprimora as habilidades sociais e emocionais, melhora a qualidade do sono e a criatividade dos pequenos.


Drufs, Eva Furnari

No livro Drufs, a ilustradora Eva Furnari compartilha com os seus leitores algumas coisinhas interessantes (ou desinteressantes) e até mesmo intrigantes que os jovens alunos da professora Rubi escreveram sobre as suas próprias famílias.


Eu não tenho medo, Todd Parr

Em Eu não tenho medo, Todd Parr recorre ao seu estilo de escrita bem-humorada para incentivar crianças de diferentes idades a enfrentarem os seus medos e dizerem: “Eu não tenho medo!”.


Quando Estou Com Ciúme, Cornelia Maude Spelman

Parte da coleção “Como Eu Me Sinto”, escrita pela terapeuta Cornelia Maude Spelman, Quando Estou Com Ciúme usa uma linguagem simples e tranquila para ajudar as crianças a compreenderem e lidarem melhor com os seus ciúmes, aprendendo também a relacionar-se com os outros de maneira mais harmônica.


George, Alex Gino

Quando as pessoas olham para George, acham que veem um menino. Mas ela sabe que não é um menino: é menina. George acha que terá que guardar esse segredo para sempre: ser uma menina presa em um corpo de menino. Mas com a ajuda de sua melhor amiga, George poderá mostrar a todos quem ela é de verdade.


Lá e Aqui, Carolina Moreyra

Em Lá e Aqui, a escritora Carolina Moreyra aborda com delicadeza um assunto difícil para as crianças: a separação dos pais. Com ilustrações de Odilon Moraes, o livro conta que a separação, aos olhos de uma criança, pode ser vivida de uma maneira positiva, sem menosprezar o sofrimento inicial.


O Monstro das Cores, Ana Llenas

O Monstro das Cores não sabe o que se passa. Ele fez uma bagunça com suas emoções e agora precisa desembolar tudo. Será que o monstrinho será capaz de pôr em ordem os sentimentos de alegria, tristeza, raiva, medo e calma?


Tenho Monstros na Barriga, Tonia Casarin

Em Tenho Monstros na Barriga, Tonia Casarin fala sobre sentimentos com as crianças. De acordo com a autora, o primeiro passo para desenvolver a inteligência emocional e social é saber dar nome aos nossos sentimentos.


Qual livro da lista você vai ler com os pequenos?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *