Confira os livros mais vendidos na Estante Virtual em novembro

(5 Estrelas - 2 Votos)

Livros que discutem o racismo no Brasil foram os mais vendidos em novembro na Estante Virtual. Veja a lista e boa leitura!

Chegamos ao fim do penúltimo mês de 2020 e isso quer dizer que: sim, o ano está acabando. Anualmente, o mês de novembro, conhecido como o “Mês da Consciência Negra”, marca um importante momento de discussões sobre questões raciais e políticas no país. Aqui na Estante Virtual, as leituras que falam sobre racismo e os privilégios da branquitude lideram a lista das obras mais vendidas em novembro.

Além disso, livros como “Comunicação Não-Violenta”, de Marshall B. Rosenberg, “Crime e Castigo”, Fiódor Dostoiévski e “A República das Milícias”, Bruno Paes Manso também aparecem entre os dez mais vendidos neste mês. Conheça as obras da lista e aproveite a leitura!


Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada, Carolina Maria de Jesus

Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada é o diário de Carolina Maria de Jesus. Moradora da comunidade do Canindé, em São Paulo, e mãe de três filhos, Carolina registra a sua rotina como catadora de papel e revela aos leitores um sensível e contundente relato da dura realidade vivida na periferia da capital paulista.


Racismo Estrutural, Silvio Almeida

Em Racismo Estrutural, o professor Silvio Almeida compartilha dados estatísticos a respeito do racismo e estabelece o debate sobre de que maneira ele se apresenta nas estruturas social, política e econômica da sociedade brasileira.


Pequeno Manual Antirracista, Djamila Ribeiro

Em Pequeno Manual Antirracista, a filósofa e ativista Djamila Ribeiro discute temas como o racismo, negritude, branquitude, violência racial, cultura, desejos e afetos. Nos onze capítulos deste pequeno manual, a autora revela possibilidades de reflexão para que as pessoas aprofundem conhecimentos sobre discriminações racistas estruturais, assumindo o seu papel na luta pela transformação do estado das coisas.


Pele Negra, Máscaras Brancas, Frantz Fanon

Lançado pela primeira vez no Brasil em 1963, Pele Negra Máscaras Brancas constrói uma narrativa que parte da perspectivada descolonização e da Diáspora Africana para tratar da negação do racismo contra o negro na França. Em capítulos separados por diferentes temas, Frantz Fanon promove profundas reflexões sobre raça, baseadas em teorias da filosofia, das ciências e da literatura caribenha.


Comunicação Não-Violenta, Marshall B. Rosenberg

No livro Comunicação Não-Violenta, o escritor Marshall B. Rosenberg apresenta o método de comunicação que ele criou com o objetivo de melhorar os relacionamentos interpessoais, reduzindo a violência no mundo, e que pode ser aplicado em diferentes situações que exijam clareza na comunicação.


Crime e Castigo, Fiódor Dostoiévski

Publicado em 1860, Crime e Castigo acompanha a trajetória de Raskólnikov, um jovem estudante que transita entre as ruas de São Petersburgo até cometer um crime. A partir desse episódio, o leitor será conduzido por uma narrativa labiríntica que o levará a becos, tabernas e pequenos cômodos, visitando povoados que lutam para preservar a sua dignidade contra as várias formas da tirania.


Em Busca de Sentido, Viktor E. Frankl

No livro Em Busca de Sentido, Viktor E. Frankl compartilha detalhes sobre a sua experiência em busca do sentido da vida enquanto vivia em um campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial. Além disso, a obra apresenta os seus leitores os conceitos básicos da logoterapia, abordagem psicoterapêutica criada por Frankl.


A República das Milícias, Bruno Paes Manso

A República das Milícias expõe de forma corajosa e pioneira uma ferida profundamente enraizada na sociedade brasileira. A partir de depoimentos e entrevistas, o livro de Bruno Paes Manso aborda passagens como a dos esquadrões da morte formados nos anos 1960, o domínio do tráfico a partir dos anos 1980, as máfias de caça-níquel, a ascensão do modelo de negócios miliciano, o assassinato de Marielle Franco.


A Revolução dos Bichos, George Orwell

Escrito na Segunda Guerra Mundial, A Revolução dos Bichos constrói uma sátira feroz à ditadura stalinista com referências à figura de Stalin, Trostky e de eventos políticos, mimetizando o que de fato ocorria na União Soviética. Para compor uma representação da humanidade da época, George Orwell recorreu aos animais como personagens de uma realidade dura e cruel, que animalizava os homens.


Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas, Dale Carnegie

O famoso livro de Dale Carnegie é um ótimo guia para quem quer aprender a se relacionar melhor no âmbito profissional ou no âmbito pessoal. Na obra, o autor oferece conselhos, dicas e métodos eficientes para que qualquer um possa alcançar os seus objetivos pessoais e profissionais.


Qual livro da lista é o seu preferido?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Um comentário em “Confira os livros mais vendidos na Estante Virtual em novembro

  • 01.12.2020 a 4:33 pm
    Permalink

    Vale destacar que o Magalu esta presente em mais de 780 cidades, das quais cerca de 300 nao tem livrarias. Com a aquisicao, o Magalu tambem reforca a categoria de livros em sua propria plataforma, lancada em 2019, e avanca no sentido de se tornar referencia no segmento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *