Os 40 anos de “O Menino Maluquinho”

(0 Estrelas - 0 Votos)

Um marco na literatura infantil brasileira, livro de Ziraldo completa 40 anos no mesmo dia em que o cartunista comemora o seu 88° ano de vida

Em 24 de outubro de 1980, o escritor e cartunista brasileiro Ziraldo Alves Pinto apresentava ao mundo “O Menino Maluquinho” no mesmo dia do seu aniversário. Desde o seu lançamento, a obra se tornou um marco na literatura infantil nacional, vendeu quatro milhões de exemplares em mais de dez países e foi adaptada para o cinema, a TV, o teatro e histórias em quadrinhos.

O livro conta a história de um menino que vive com uma panela na cabeça, tem fogo no rabo, vento nos pés e o olho maior que a barriga. Na companhia de amigos como Julieta, Bocão e Sugiro, Maluquinho vive grandes aventuras em passagens que debatem temas como o afeto, a relação com a família e os amigos, o papel da infância e as perdas que fazem parte da vida.


O menino maluquinho, Ziraldo

O Menino Maluquinho conta a história de um menino levado que adora uma aventura e sempre entra em confusões. Alegria da casa e amigão da galera, ele é ótimo em fazer versinhos e inventar brincadeiras. Na escola, o garoto tira dez em todas as matérias, mas manda mal no comportamento. Algumas pessoas chamam ele de maluquinho, mas na verdade ele é só um menino feliz.

o menino maluquinho - ziraldo

Quarenta anos após o seu lançamento, “O Menino Maluquinho” mantém a sua atualidade e parece não envelhecer, mesmo em meio aos tempos cibernéticos. Depois de tanto tempo, o moleque travesso criado por Ziraldo continua a ensinar lições fundamentais sobre amor, amizade e alegria a pessoas de diferentes idades, gêneros, classes sociais e lugares do mundo.

Em 2020, Ziraldo comemora o seu aniversário de 88 anos com uma edição de luxo e limitada de “O Menino Maluquinho”, organizada pela Editora Melhoramentos. Aqui, nós preparamos uma lista com outras cinco histórias criadas por Ziraldo que vão fazer você mergulhar na obra do cartunista. Confira!


Diário da Julieta, Ziraldo

Diário da Julieta reúne quinze histórias em quadrinhos comentadas pela própria Menina Maluquinha nas páginas de seu diário. No livro, acompanhamos momentos importantes na vida de Julieta, como quando ela ganhou seu primeiro sutiã, descobrimos segredos e cada detalhe do que ela pensou e sentiu em cada uma de suas aventuras com a Turma do Maluquinho.


Flicts, Ziraldo

Flicts, uma cor rara, frágil e triste, vive em um mundo cheio de cores, mas nenhuma dessas cores é parecida com ela. Sozinha, ela tenta procurar amigos entre as outras colorações, mas segue deslocada do resto do mundo. Um dia, Flicts olhou ao longe e, finalmente, consegue se encontrar.


Nino, o Menino de Saturno, Ziraldo

Nino, o menino de Saturno adora deslizar pelo espaço e pelos anéis de Saturno com a sua prancha de surfe. Um dia ele percebe que os anéis perderam a sua cor e decide partir em uma viagem em busca de uma solução para esse mistério. Com belas ilustrações, Ziraldo apresenta aos pequenos leitores a riqueza da criação de pintores como Matisse, Picasso e Miró.


O Menino da Lua, Ziraldo

Em O Menino da Lua, Ziraldo conta a história de um garoto que, junto com os amigos, brinca entre as estrelas e os planetas. No livro, o autor oferece aos seus leitores uma viagem de tirar qualquer um de órbita à bordo de um disco voador repleto de sensibilidade e boas histórias.


Uma Professora Muito Maluquinha, Ziraldo

Uma Professora Muito Maluquinha conta a história de Cate, uma professora com métodos e uma didática muito diferentes do normal. Humana, compreensiva e maluquinha, a professora oferece aos seus alunos a oportunidade de aprenderem com alegria e cultivarem um grande amor pela leitura.


Você também é fã do Menino Maluquinho?


Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas