Quais livros você não consegue parar de ler?

(5 Estrelas - 2 Votos)

Por meio das redes sociais, nossos leitores indicaram livros viciantes. Veja a lista completa e escolha sua próxima leitura!

Quem nunca leu um livro viciante? Há obras que são difíceis de parar, seja porque têm personagens cativantes, por relatarem algum momento histórico ou por revelarem universos literários densos e bem construídos. Nesses casos, nem vemos o tempo passar. Queremos ler os livros de uma vez só, sem tempo de respiro, para saber o que vai acontecer no decorrer da trama. E quando a história acaba, sentimos uma saudade, né?

Por meio das redes sociais, perguntamos aos leitores os livros que eles não conseguem parar de ler. Recebemos sugestões de diferentes gêneros literários, desde clássicos até contemporâneos. A lista de indicações inclui títulos como Escravidão, de Laurentino Gomes, e Álbum de casamento, de Nora Roberts.

Veja a seleção completa e escolha a sua próxima leitura!


Escravidão, de Laurentino Gomes

O escritor Laurentino Gomes dedica-se a uma nova trilogia de livros-reportagem, desta vez sobre a história da escravidão no Brasil. Resultado de seis anos de pesquisas e observações, este primeiro volume cobre um período de 250 anos, do primeiro leilão de cativos africanos registrado em Portugal, na manhã de 8 de agosto de 1444, até a morte de Zumbi dos Palmares. Entre outros aspectos, a obra explica as raízes da escravidão humana na Antiguidade e na própria África antes da chegada dos portugueses, o início do tráfico de cativos para as Américas e suas razões, os números, os bastidores e os lucros do negócio negreiro, além da trajetória de alguns de seus personagens mais importantes.


Caim, de José Saramago

Neste livro, Saramago se volta aos primeiros livros da Bíblia, do Éden ao dilúvio, imprimindo ao Antigo Testamento a música e o humor refinado que marcam sua obra. Num itinerário heterodoxo, o autor percorre cidades decadentes e estábulos, palácios de tiranos e campos de batalha, conforme o leitor acompanha uma guerra secular, e de certo modo involuntária, entre criador e criatura. No trajeto, o leitor revisitará episódios bíblicos conhecidos, mas sob uma perspectiva inteiramente diferente.


Os testamentos, de Margaret Atwood

Quando a porta da van foi fechada em O conto da aia, não havia como saber qual o futuro Offred tinha pela frente: liberdade, prisão ou morte. Em Os testamentos, Atwood retoma a história 15 anos depois que Offred seguiu em direção ao desconhecido a partir dos surpreendentes testamentos de três narradoras femininas de Gilead: tia Lydia, Agnes e Daisy.


O escaravelho do diabo, de Lúcia Machado de Almeida

Este é um dos principais clássicos da literatura infantojuvenil brasileira. Vítimas ruivas recebem um escaravelho antes de serem assassinadas. Essa é a única pista de que Alberto dispõe para chegar àquele estranho criminoso. Qual a relação entre ruivos e escaravelhos? Quem será o próximo?

Veja o livro

A máquina de fazer espanhóis, de Valter Hugo Mãe

Em A máquina de fazer espanhóis, Valter Hugo Mãe narra a história de António Jorge da Silva, um barbeiro que acaba de completar 84 anos, e depois de perder a mulher, é entregue a um asilo. Sozinho, mas sem sucumbir ao pessimismo, num mundo cuja metafísica parece ter sido subtraída, silva se vê obrigado a investigar novas formas de conduzir sua vida. Ele que viveu sob o peso de Salazar, nos tempos em que as ditaduras regiam tudo, coloca o passado e suas ações em perspectiva, não sem notar que o pessimismo sobre o papel do país no mundo exacerbou-se ainda mais.


Hibisco roxo, de Chimamanda Ngozi Adichie

Em um romance que mistura autobiografia e ficção, Chimamanda Ngozi Adichie traça, de forma sensível e surpreendente, um panorama social, político e religioso da Nigéria atual. Este é um dos principais livros da autora.


Mulheres que correm com os lobos, Clarissa Pinkola Estés

Os lobos foram pintados com um pincel negro nos contos de fada e até hoje assustam meninas indefesas. Mas nem sempre eles foram vistos como criaturas terríveis e violentas. Na Grécia antiga e em Roma, o animal era o consorte de Artemis, a caçadora, e carinhosamente amamentava os heróis. A analista junguiana Clarissa Pinkola Estés acredita que na nossa sociedade as mulheres vêm sendo tratadas de uma forma semelhante. Ao investigar o esmagamento da natureza instintiva feminina, Clarissa descobriu a chave da sensação de impotência da mulher moderna. Abordando 19 mitos, lendas e contos de fada, como a história do patinho feio e do Barba-Azul, Estés mostra como a natureza instintiva da mulher foi sendo domesticada ao longo dos tempos, num processo que punia todas aquelas que se rebelavam.


Álbum de casamento, de Nora Roberts

Álbum de casamento é o primeiro livro da série Quarteto de noivas e conta a história de amor, família e amizade. Nora Roberts retrata a vida das amigas Parker, Emma, Laurel e Mac, que adoravam organizar “casamentos de mentira” no jardim quando eram crianças. Depois de anos fazendo essa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios.


Livro do desassossego, de Fernando Pessoa

O narrador principal das centenas de fragmentos que compõem este livro é o ‘semi-heterônimo’ Bernardo Soares. Ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa, ele escreve sua ‘autobiografia sem factos’, sem encadeamento narrativo claro e sem uma noção de tempo definida. Ainda assim, foi nesta obra que Fernando Pessoa mais se aproximou do gênero romance. Os temas, adequados a um diário íntimo, são permeados pelo tom de uma intimidade que nunca encontrará ponto de repouso.


O que você achou da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *