Por dentro da poesia de Wislawa Szymborska

(5 Estrelas - 1 Votos)

Conhecida como “poeta da consciência do ser”, a autora polonesa morreu, aos 88 anos, em 1º de fevereiro de 2012

Um dos principais nomes da poesia mundial, a polonesa Wislawa Szymborska ficou conhecida no meio literário por escrever textos “indagadores” e, por isso, foi chamada de “poeta da consciência do ser”. Seus poemas são marcados pelo rigor na linguagem e por transmitir fatos históricos. A autora reflete o horror do totalitarismo do século 20, como o nazismo, mas de maneira informal, sem deixar os versos sombrios.

Durante a Segunda Guerra Mundial, ela dividia-se em trabalhar no departamento de estradas de ferro e a fazer as primeiras ilustrações para livros. Foi neste período que começou a escrever contos e poemas. Em 1945, entrou no curso de Filologia Polaca, na Universidade Jaguelônica, mas depois mudou para Sociologia. No entanto, por causa de uma crise financeira, não conseguiu terminar os estudos. Casou-se com o poeta Adam Wlodek, na Cracóvia, em 1948, mas o casal divorciou-se seis anos depois.

Prefiro o inferno do caos ao inferno da ordem.”

Wislawa foi colaboradora da revista Kultura, publicada em Paris por emigrantes da Polônia, e, entre os anos de 1957 e 1966, foi integrante do Partido Comunista. A poeta morreu, aos 88 anos, em 1º de fevereiro de 2012, na Cracóvia, enquanto dormia em casa.

Ela deixou um extenso legado para a literatura mundial e suas obras já foram traduzidas em 42 idiomas. No Brasil, a poeta polonesa também faz sucesso entre os leitores: até 2019, mais de 25 mil exemplares de seus livros já haviam sido vendidos no país. Que tal conhecer melhor os textos de Wislawa Szymborska? Confira a lista e boa leitura!


Poemas

Esta obra é fundamental para quem quer começar a ler os livros de Wislawa. A coletânea de 44 poemas é uma belíssima apresentação à obra dessa importante poeta contemporânea.


Um amor feliz

Um amor feliz foi o segundo livro de Wislawa publicado no Brasil. A obra reúne poemas da autora, que seduzem leitores no mundo todo graças à inteligência afiada, ao lirismo cheio de ironia e à observação da vida cotidiana.


Paisagem com grão de areia

Este livro você só encontra na Estante Virtual. As relações entre a palavra e a experiência histórica podem ser de natureza muito diferente e não existe essa coisa simples que é uma geração de poetas que começou durante a guerra mas não sobreviveu. Que relação pode haver entre a poesia de Szymborska, caracterizada precisamente pela sua ligeireza céptica, sorridente, lúdica e a história do século XX, ou de qualquer outro século? 


Você já leu algum livro da autora? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *