Dia do Estudante: Veja 7 livros para arrasar nas provas de vestibular

(5 Estrelas - 1 Votos)

Selecionamos obras literárias cobradas nos principais exames de vestibular do país. Confira a nossa lista e bons estudos!

Você sabia que 11 de agosto é conhecido por ser o Dia do Estudante? A data foi criada em 1927, cem anos depois da fundação das duas primeiras faculdades de Direito no Brasil – uma em Olinda, Pernambuco, e a outra em São Paulo. Não é à toa que 11 de agosto também marca o Dia do Advogado no país. Vale destacar ainda que no mesmo período, em 1937, a União Nacional dos Estudantes (UNE) foi criada durante o governo de Getúlio Vargas.

Para celebrar o Dia do Estudante, selecionamos sete livros de literatura cobrados nas principais provas de vestibular e reunimos as datas dos exames. Confira a lista completa e bons estudos!

Provas de vestibular 2019

  • Uerj: As inscrições para o Segundo Exame de Qualificação da Uerj vão até 12 de agosto. As provas serão realizadas nos dias 15 de setembro e 1 de dezembro.
  • Unicamp: As inscrições para o vestibular da Unicamp vão até o dia 6 de setembro. As provas serão realizadas em 17 de novembro e 12 e 13 de janeiro.
  • UEL: Os alunos devem se inscrever no vestibular da UEL até 6 de setembro. O exame será realizado em três datas: 20 de outubro e 1 e 2 de dezembro.
  • UFPR: Os interessados em fazer o vestibular da UFPR devem se inscrever entre os dias 12 de agosto e 10 de setembro.
  • Fuvest: Entre os dias 12 de agosto e 20 de setembro, os vestibulandos podem se inscrever na prova da Fuvest, que será realizada em 24 de novembro e 5 e 6 de janeiro.
  • UFRGS: As inscrições para a UFRGS já encerraram. As provas serão realizadas nos dias 23, 24 e 30 de novembro, e 1 de dezembro.
  • UFSC e UFFS: As inscrições para as provas da UFSC e UFFS ocorreram em setembro. Já as provas estão marcadas para os dias 7, 8 e 9 de dezembro.

Antes de nascer o mundo, de Mia Couto

Uma das leituras obrigatórias da Uerj, Antes de nascer o mundo, de Mia Couto, se passa em Moçambique, onde há cinco almas apartadas das gentes e cidades do mundo. Ali, ensaiam um arremedo de vida: Silvestre e seus dois filhos, Mwanito e Ntunzi, mais o Tio Aproximado e o serviçal Zacaria. O passado para eles é pura negação recortada em torno da figura da mãe morta em circunstâncias misteriosas. E o futuro se afigura inexistente. 


A teus pés, de Ana Cristina Cesar

A obra, que será cobrada na Unicamp, revela o olhar de uma escritora que se colocou na vanguarda de seu tempo e marcou definitivamente a moderna poesia brasileira. Textos curtos, poemas fragmentados, cartas, páginas de diário criam um jogo com o qual a poeta brinca e celebra a vida. Ana Cristina Cesar quebra regras, ousa além da frase, mistura sombra e luz, e recria a seu modo imagens que sensibilizam o leitor.

a-teus-pés-ana-cristina-cesar

Quarenta dias, de Maria Valéria Rezende

Um dos principais livros de Maria Valéria Rezende será cobrado na prova da UEL. A obra conta a história de Alice, uma professora aposentada, que mantinha uma vida pacata em João Pessoa até ser obrigada pela filha a deixar tudo para trás e se mudar para Porto Alegre. Mas uma reviravolta familiar a deixa abandonada à própria sorte, numa cidade que lhe é estranha, e impossibilitada de voltar ao antigo lar.


Morte e vida Severina, de João Cabral de Melo Neto

Clássicos da literatura também estão presentes na prova de vestibular da UFPR. Em Vida e morte severina, o escritor João Cabral de Melo Neto conta a história de um retirante nordestino, chamado Severino, que deixa o sertão por causa da seca e vai para o litoral em busca de uma vida melhor. O título da obra refere-se ao sofrimento do personagem durante a viagem, relatada por meio de um poema dramático.


Quincas borba, de Machado de Assis

Quincas Borba é uma das obras mais marcantes da fase realista de Machado de Assis e está na lista de leituras obrigatórias da Fuvest. Este livro remete ao autor contista que começava a abordar temas historicamente mais próximos de sua época e a explorar os conflitos psicológicos de seus personagens com sua sofisticada e irônica narrativa em terceira pessoa presente em contos clássicos. Neste romance da maturidade do autor, a história do provinciano Rubião – herdeiro da fortuna do idiossincrático filósofo Quincas Borba – e dos tipos urbanos da corte que o levam à ruína é narrada com o distanciamento, o ceticismo e o senso de humor implacável de que só Machado de Assis era capaz.


Feliz ano velho, de Marcelo Rubens Paiva

Publicado originalmente em 1982, este livro é um relato do acidente que deixou Marcelo Ruben Paiva tetraplégico, poucos dias antes do Natal de 1979. Jovem paulista de classe média alta, vida boa, muitas namoradas, ele vê sua vida se transformar num pesadelo em questão de segundos. Durante um passeio com um grupo de amigos, Marcelo resolve dar um mergulho no lago e tem uma vértebra quebrada. A obra será pedida na prova da UFRGS.


Capitães da areia, de Jorge Amado

Desde o seu lançamento, em 1937, Capitães da Areia causou escândalo: inúmeros exemplares do livro foram queimados em praça pública, por determinação do Estado Novo. Romance de formação, o livro nos torna íntimos de suas pequenas criaturas, cada uma delas com suas carências e suas ambições: do líder Pedro Bala ao religioso Pirulito, do ressentido e cruel Sem-Pernas ao aprendiz de cafetão Gato, do sensato Professor ao rústico sertanejo Volta Seca. O livro será pedido no vestibular da UFSC e da UFFS.


Você já leu algum livro da lista? Comente e participe!


Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *