Jessé Souza e a desigualdade social no Brasil

(3.4 Estrelas - 18 Votos)

Sociólogo lançou seu novo livro, A classe média no espelho, em novembro. Confira as outras obras do autor!

Os estudos do sociólogo Jessé Souza sobre desigualdade social conquistaram maior repercussão no país nos últimos anos. Nascido em 29 de março de 1960, em Natal, no Rio Grande do Norte, o professor universitário destaca-se por publicar livros com pesquisas sobre classes sociais brasileiras.

Formado em Direito pela Universidade de Brasília, ele concluiu o mestrado em Sociologia, cinco anos depois, na mesma instituição. Em 1991, cursou o doutorado na Alemanha e, em 1994, fez o pós-doutorado nos Estados Unidos. Em 2015, Jessé foi nomeado como presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mas saiu do cargo no ano seguinte, após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Jessé Souza é um dos principais sociólogos brasileiros

Suas obras são marcadas por críticas à elite do Brasil e mostram como o poder destinado a essa classe é predominante no país. Ao longo da carreira, o sociólogo escreveu e organizou 22 livros, com foco em ciência política. Sua obra mais recente é A classe média no espelho, lançada em novembro deste ano, na qual Jessé desconstrói os principais mitos que perpetuam o desconhecimento da classe média sobre si mesma.

O pesquisador vai além das teorias sociais que se baseiam apenas na esfera do dinheiro e do poder em direção a uma análise mais profunda das ideias e dos valores morais dessa parcela da população. Um dos mitos é a concepção cultural do brasileiro “vira-lata”, inferior, emotivo e corrupto por natureza. Para o sociólogo, essas são “mentiras que a elite e seus intelectuais inventaram para melhor doutrinar e manipular a classe média”.

A classe média no espelho

Que tal conhecer as outras obras de Jessé Souza? Selecionamos alguns de seus principais títulos. Confira a lista e boa leitura!


Subcidadania brasileira

Este livro consolida o pensamento do autor e o coloca definitivamente no rol dos grandes intelectuais que se dedicaram a buscar caminhos para a superação dos grandes problemas nacionais. Crítico severo da corrente acadêmica que busca na herança colonial portuguesa e no patrimonialismo as chaves para desvendar todos os males da sociedade brasileira, Jessé afirma que a soma incalculável de privilégios acumulados pelas elites, aliada a um racismo estrutural, são os verdadeiros responsáveis por nossas desigualdades. Esse racismo, considerado por ele implícito e permanente, cria cidadãos de segunda classe e reforça um complexo de vira-lata no brasileiro. Subcidadania brasileira, de Jessé Souza


A tolice da inteligência brasileira

Todos os dias, classes sociais são feitas de tolas para que a reprodução de privilégios injustos seja eternizada entre nós. Para enxergar com clareza nosso real lugar no mundo, é fundamental compreender como nossa elite intelectual submissa à elite do dinheiro construiu uma imagem distorcida do Brasil de modo a disfarçar todo tipo de privilégio injusto. Com uma abordagem teórica e histórica inédita, este livro oferece um caminho para devolver ao brasileiro a possibilidade de compreender as reais contradições de sua sociedade. A tolice da inteligência brasileira


A radiografia do golpe

Maio de 2016 ficará marcado na história do Brasil como o momento em que a hegemonia política e ideológica iniciada no primeiro governo Lula se viu sitiada por um aparelho jurídico, policial e midiático sem precedentes. Por meio de um exame crítico, Jessé Souza descreve a trama do “golpe” e analisa os caminhos tortuosos que trouxeram o país a um cenário de turbulência política e econômica, deixando claros os mecanismos que permitiram às elites manipular a população em benefício próprio.

A radiografia do golpe, de Jessé Souza


A ralé brasileira: Quem é e como vive

Em A ralé brasileira: Quem é e como vive, Jessé Souza narra a situação de uma classe de pessoas que não pertencem aos grupos de classes alta e média. A tese central da obra é a de que a percepção desses excluídos “enquanto classe” traz uma nova visão dos problemas centrais que desafiam o Brasil como sociedade.

A ralé brasileira, de Jessé Souza


Já leu algum livro da lista? Comente e participe! 🙂

Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

2 comentários em “Jessé Souza e a desigualdade social no Brasil

  • 18.12.2018 a 5:26 pm
    Permalink

    Todos os livros do autor são iguais, partem de uma tese sociológica que todo mundo é imbecil e manipulado por uma suposta elite. Quem é essa elite? Os tais donos do dinheiro – banqueiros em geral. Quem são os banqueiros? Dada a concentração de bancos no Brasil, não seria difícil dar nomes aos bois. Seria o Roberto Setubal? O Pedro Moreira Salles? O Bradesco pertence a uma fundação, não tem dono. Banco do Brasil e Caixa são públicos. Santander é estrangeiro. Portanto a tese não resiste a um teste básico de plausibilidade. Os depoimentos do último livro parecem fabricações elementares. O autor destila raiva difusa, contra classe média, elite, bancos, mas principalmente uma raiva implicita da esquerda que não conseguiu se manter no poder, nem comprando a todos.

  • 07.12.2018 a 1:39 pm
    Permalink

    Li o último dessa lista. Muito bom! Essencial e obrigatório para qualquer um aí com visão política, tanto da dita esquerda quanto da dita direita. As entrevistas lá presentes dão uma boa dimensão da realidade verídica do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *