Com mais de 30 livros publicados, escritor V.S. Naipaul deixa vasto legado na literatura

(0 Estrelas - 0 Votos)

Nascido em Trindade e Tobago, autor morreu, aos 85 anos, no último sábado (11). Conheça algumas de suas principais obras

Vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, o escritor Vidiadhar Surajprasad Naipaul morreu, aos 85 anos, no último sábado (11), em Londres. Nascido em Trindade e Tobago, no dia 17 de agosto de 1932, V.S. Naipaul mudou-se para a Inglaterra, aos 18 anos, para estudar Literatura na Universidade de Oxford. Com mais de 30 livros publicados, o autor deixou um vasto legado literário, como Uma casa para o Sr. BiswasO enigma da chegada.

Em Londres desde 1950, Naipaul trabalhou como jornalista para a rede de TV BBC e recebeu o título de doutor honoris causa pelas universidades de Cambridge, Oxford e Columbia. Ele ainda foi eleito cavaleiro britânico, em 1990, pela rainha Elizabeth II. Na literatura, o escritor ficou conhecido por misturar autobiografia, ficção e não ficção em suas obras.

Entre seus temas mais recorrentes estão o colonialismo, a dissolução do Império Romano e a imigração. Com o livro Num estado livre, Naipaul conquistou o Booker Prize, em 1971, principal prêmio literário do Reino Unido. Em 2001, quando ganhou o Prêmio Nobel de Literatura, a Academia Sueca disse que o autor foi premiado por misturar “narração perspectiva e observação incorruptível em suas obras, que nos condenam a ver a presença da história esquecida”.

Por trás do sucesso literário, Naipaul teve uma vida polêmica. O escritor era conhecido por seu temperamento difícil e dava trabalho aos entrevistadores. Não era raro que ele pedisse para os jornalistas reformularem as perguntas durante as entrevistas.

Qual é o seu livro favorito do autor? Para homenageá-lo, selecionamos oito de suas principais obras. Veja a lista completa!


Uma casa para o Sr. Biswas

Um dos principais livros de V.S. Naipaul, Uma casa para o Sr. Biswas é inspirado na infância do autor. Na história, a maior ambição do protagonista é ter a própria casa e a vida dele é recheada de divertidas peripécias, sempre girando em torno da eterna busca por um lar e uma ocupação satisfatória. Em suas aventuras, ele está sempre às voltas com parentes, vizinhos e amigos intrometidos, que ora o atrapalham ora o ajudam em sua cruzada. 

Uma casa para o sr. Biswas, de V.S. Naipaul


Os mímicos

Os mímicos tem como personagem central Ralph Singh, um ex-ministro de uma ilha fictícia do Caribe, caído em desgraça na política local e exilado em um subúrbio de Londres, que escreve suas memórias. Ele assemelha-se de alguma forma ao próprio Naipaul, já que é hindu, nascido em Trindade e Tobago, auto-exilado em Londres e, como Conrad, viajante contumaz.

Os mímicos, de V.S. Naipaul


O enigma da chegada

Nascido em uma ilha do Caribe, um escritor famoso, de origem indiana, vive em entre as várzeas e os morros do condado de Wiltshire. Há 20 anos, ele mora na Inglaterra, mas continua a se sentir um forasteiro. Seu amigo Jack morreu, o solar da herdade está em ruínas, as flores já não brotam, o mato invade tudo, os pássaros se vão e chegam as gralhas. Em O enigma da chegada, V. S. Naipaul sai à procura da escrita como antídoto da decadência, esse destino inexorável dos homens e dos povos que perdem o controle sobre seus próprios destinos.

O enigma da chegada, de V.S. Naipaul


Meia vida

Protagonista de Meia vida, Williw Chandran revela desde cedo sua vocação para ser escritor. Seu pai é um ex-funcionário do governo da Índia que, acusado de corrupção, refugia-se num templo, fazendo voto de silêncio. As primeiras narrativas criadas por Willie estão marcadas por essa figura paterna ausente e inacessível. A prosa potente de Naipaul, ao mesmo tempo familiar e exótica, sugere que a realização pessoal passa pelos riscos de reinventar a vida.

Meia vida, de V.S. Naipaul


Miguel Street

Em Miguel Street, V.S. Naipaul resolveu se debruçar sobre suas memórias de infância em Trindade e Tobago, nos conturbados anos 1930 e 1940. O escritor descreve a vida na Miguel Street, rua de um bairro pobre do país, em uma série de histórias curtas ligadas pelo mesmo narrador, um garoto que nunca é nomeado. Nesse mundo em que os donos de carrocinhas de lixo são aristocratas e a violência doméstica é generalizada, desfilam os tipos mais excêntricos, como Bogart, que passa o dia jogando paciência, e Homemhomem, que planeja sua própria crucificação e pede para ser apedrejado, mas se revolta quando atiram pedras nele.

Miguel Street, de V.S. Naipaul


Uma curva no rio

Uma curva no rio narra a história de um comerciante indiano, morador de uma pequena cidade da África, que testemunha as transformações pós-coloniais. A chegada ao poder de um líder populista dissipa traços de influência britânica e dá lugar ao nacionalismo e à corrupção. É um romance sobre uma jornada pessoal e histórica ao coração do continente africano.

Uma curva no rio, de V.S. Naipaul


Num estado livre

Com cinco narrativas independentes, V.S. Naipaul cria um elenco de expatriados, fugitivos, imigrantes e nativos que anseiam pela independência política e pessoal. No entanto, eles submergem diante da constatação inevitável de que a liberdade não passa de uma miragem arruinada pela crueldade, pelo racismo e pela sede de poder que despreza fronteiras e diferenças culturais. Dois textos breves servem ainda de introdução e epílogo às três novelas centrais.

Num estado livre, de V.S. Naipaul


 

Já leu algum desses livros da lista? Comente e participe!

[wysija_form id=”5″]

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

One thought on “Com mais de 30 livros publicados, escritor V.S. Naipaul deixa vasto legado na literatura

  • 17.08.2018 em 11:53 am
    Permalink

    A literatura sempre me seduziu. Desde muito cedo, leio. Adoro ler.

Fechado para comentários.

Hotel Transilvânia: Os livros de cada monstro! Maze Runner: Conheça os livros da saga Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer