Os 100 anos de Maria Clara Machado

(5 Estrelas - 1 Votos)

Considerada a maior autora de dramaturgia para crianças no Brasil, Maria Clara Machado completaria 100 anos neste mês, caso ainda estivesse viva

Nascida no dia 3 de abril de 1921 na capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, Maria Clara Jacob Machado foi uma atriz, autora, dramaturga e professora brasileira, escreveu 12 livros, quase 30 peças infantis traduzidas em diferentes partes do mundo e três espetáculos para adultos. Além disso, foi fundadora do Tablado, uma consagrada escola de teatro do Rio de Janeiro.

Filha do escritor Aníbal Monteiro Machado e de Aracy Varela Jacob, Maria Clara foi irmã de quatro outras meninas, Maria Celina Maria Luiza, Maria Ana, Maria Ethel e Aracy, fruto de uma outra união de Aníbal. Logo nos primeiros anos de vida, a família mudou-se para o Rio de Janeiro e, na cidade, foi morar na rua Visconde de Pirajá, em Ipanema.

Em sua infância, Maria Clara Machado viveu uma das maiores perdas que alguém pode ter na vida. Com 9 anos de idade, a menina perdeu a mãe, Aracy, que, aos 28, estava grávida do sexto filho, que também acabou não resistindo. A sua quinta irmã, fruto de uma novo casamento de Aníbal, recebeu o nome de Aracy em uma bonita homenagem à mãe de Maria Clara e das outras quatro meninas.

Foto: Divulgação / O Tablado

Desde pequena, a menina viu a sua casa servir como ponto de encontro de intelectuais e artistas amigos de seu pai. As reuniões dominicais que Aníbal produzia em casa foram frequentadas por personalidades como Vinicius de Moraes, Albert Camus, Carlos Drummond de Andrade, Di Cavalcanti, Portinari, Tônia Carrero e Pablo Neruda.

Influenciada pelo ambiente de cultura onde cresceu e por experiências bandeirantes que lhe apresentaram o teatro, Maria Clara Machado tornou-se uma escritora e dramaturga de primeira linha, responsável por clássicos da literatura infantil brasileira, como a peça teatral Pluft, o Fantasminha, lançada em 1955 e que ganhou, inclusive, adaptações para o cinema em 1964 e em 2020.

Em 1951, Maria Clara fundou a escola de teatro Tablado no bairro da Lagoa, no Rio de Janeiro. Considerada uma das mais importantes no país, a escola já formou mais de 5 mil novos atores desde a sua criação. Fernanda Torres, Cláudia Abreu e Matheus Solano são alguns dos nomes que surgiram nos palcos do Tablado.

Por sua contribuição artística, a dramaturga recebeu diversos prêmios como o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, em 1991, e foi homenageada por três vezes na Marquês de Sapucaí: Em 1992, pela Unidos do Jacarezinho (Grupo A), em 2003, pela União da Ilha do Governador (Grupo A) e em 2011, pela Unidos do Porto da Pedra (Grupo Especial).

Considerada a maior autora brasileira da dramaturgia para crianças, Maria Clara Machado faleceu no dia 30 de abril de 2001, aos 80 anos, em sua casa, no mesmo bairro de Ipanema.


A Menina e o Vento e Outras Peças

Em A Menina e o Vento, Maria, uma jovem entediada com as chatas lições da tia acaba se envolvendo com um ser mítico, o Vento “em carne e osso”, em uma história fantástica. Também estão presentes neste volume as peças “Maroquinhas Fru-Fru”, “Maria Minhoca” e “A Gata Borralheira”.


O Diamante do Grão-mogol

A peça de Maria Clara Machado se passa em GrãoMogol, Minas Gerais, no século XVIII e retrata o desaparecimento de dois valiosos diamantes. O livro apresenta uma história que mistura mistério e romance, comédia e farsa, trama policial e crítica social.


Os Cigarras e os Formigas

Lançado em 1974, Os Cigarras e os Formigas conta uma historia de amor entre membros de famílias inimigas. Música, romantismo e muita confusão dão o tom da adaptação de Maria Clara Machado para a história de Romeu e Julieta.


Pluft, o Fantasminha

Pluft é um fantasminha que vive com uma mãe em uma velha casa e compartilha de uma característica estranha: ele morre de medo de pessoas. A sua vida, porém, terá uma reviravolta com a chegada de Maribel, uma menina sequestrada pelo temido pirata Perna-de-Pau. Enquanto ele tem medo de gente, ela tem horror aos fantasmas. Inesperadamente, os dois vão se tornar grandes amigos e aliados na luta contra o pirata.


Uma Aventura na Floresta

No livro Uma Aventura na Floresta, Lucas vive grandes aventuras ao lado de seu amigo Apuama, um menino indígena que está cumprindo o seu ritual de passagem para a vida adulta.


Você já leu algum dos livros da lista?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Um comentário em “Os 100 anos de Maria Clara Machado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *