8 livros da Aleph para aproveitar neste ano

(5 Estrelas - 1 Votos)

Que tal aprofundar os conhecimentos sobre ficção científica em 2021? Confira oito livros sobre o tema disponíveis na editora

É fã de livros de robôs, espaço naves e distopias? A Aleph é uma das editoras responsáveis pela publicação de grande parte das obras literárias de ficção científica no Brasil. Para ajudar você a atualizar a sua lista de leituras de 2021, nós selecionamos oito livros da editora Aleph em uma lista que reúne o trabalho de autores como Isaac Asimov, Phillip K. Dick e Thea Von Harbou. Conheça a seleção e boa leitura!


2001: Uma Odisseia no Espaço, Arthur C. Clarke

Quando a fome e os predadores ameaçavam a espécie humana de extinção, um objeto impossível chegou para prenunciar o caminho da evolução. Milhões de anos depois, a descoberta de um enigmático monolito soterrado na Lua deixa os cientistas perplexos. Para investigar esse mistério, a Terra envia para o espaço uma nave tripulada por uma equipe altamente treinada, assistida por um computador autoconsciente.


Duna, Frank Herbert

Em Duna, conhecemos Paul Atreides, um jovem prestes a mudar radicalmente de vida. Depois de receber a visita de uma mulher desconhecida, Paul é obrigado a ir embora de seu planeta natal para viver no árido e severo Arrakis, o Planeta Deserto. Por lá, o rapaz se envolverá em questões políticas e religiosas e, nele, o povo de Arrakis irá depositar a esperança de realização de um plano urdido há séculos.


Flores para Algernon, Daniel Keyes

Em Flores para Algernon, Charlie revela a condição limitada que adquiriu através de uma grave deficiência intelectual e vive protegido dentro de um “mundo” de indiferença diante das gozações dos colegas de trabalho e intocado por tragédias familiares. Mas, depois de fazer uma cirurgia que aumentou o seu QI, ele se torna mais inteligente que os próprios médicos que o operaram, e vira testemunha de uma realidade bastante difícil.


Laranja Mecânica, Anthony Burgess

Publicado pela primeira vez em 1962 e eternizado na cultura pop pelo filme de Stanley Kubrick,Laranja Mecânica conta a perturbadora história de Alex, membro de uma gangue de adolescentes que é capturado pelo Estado e submetido a uma terapia de condicionamento social.


Metropolis, Thea Von Harbou

Na cidade futurística de Metrópolis, a população se divide em dois andares: no primeiro, a elite dominante aproveita os prazeres da vida; no segundo, subterrâneo, os trabalhadores lutam para sobreviver. Quando o filho do Senhor da grande Metrópolis se apaixona por Maria, da cidade subterrânea, uma revolta começa a surgir entre os oprimidos.


O Homem do Castelo Alto, Philip K. Dick

Em O Homem do Castelo Alto, Philip K. Dick apresenta uma Nova York da década de 1960, onde a suástica é hasteada na cidade, a escravidão é legal, os judeus tentam sobreviver e o I Ching é tão comum quanto horóscopo. O livro apresenta uma visão assombrosa da história que poderia ter se tornado real caso a Alemanha nazista e o Japão tivessem ganhado a Segunda Guerra Mundial.


O Planeta dos Macacos, Pierre Boulle

No clássico escrito por Pierre Boulle, desbravadores do espaço descobrem uma terrível verdade: nesse mundo, seus pares humanos não passam de bestas selvagens a serviço da espécie dominante: os macacos. Em O Planeta dos Macacos, Boulle revisita algumas das questões mais antigas da humanidade, como: O que define o homem? O que nos diferencia dos animais? Quem são os verdadeiros inimigos de nossa espécie?


Trilogia da Fundação, Isaac Asimov

A Trilogia da Fundação conta a história da humanidade em um ponto distante no futuro. Nesse lugar, o visionário cientista Hari Seldon prevê a destruição total do império humano e de todo o conhecimento acumulado por milênios. Incapaz de impedir a tragédia, ele arquiteta um plano ousado: se tudo correr como o planejado, Seldon poderá reconstruir a glória dos homens.


E aí, gostou da lista?


Yasmin Lisboa
Comentários

Yasmin Lisboa

Yasmin é jornalista e estudante de Cinema. Cantora e colecionadora de discos e livros, é fascinada pela cultura popular brasileira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *