Saiba a diferença entre faculdade, universidade e centro universitário

(5 Estrelas - 2 Votos)

Apesar de serem parecidos, termos não são sinônimos. Por isso, vamos ajudar você a não confundi-los

É muito comum ouvirmos e utilizarmos as palavras universidade, centro universitário e faculdade como sinônimos. No entanto, apesar de serem parecidos, os termos não têm o mesmo significado. É importante saber diferenciá-los até mesmo para ajudar no processo de escolha de curso e de carreira. Por isso, decidimos ajudar você a não confundi-los:

. Faculdade: Segundo o Ministério da Educação (MEC), faculdade é focada em determinadas áreas do conhecimento, como Medicina e Administração. Neste caso, a instituição oferece uma quantidade menor de cursos em relação às universidades e centros universitários.

Vale destacar que uma faculdade pode oferecer tanto cursos de graduação quanto de pós-graduação (mestrado, doutorado e especialização). Adequa-se melhor para aqueles estudantes que querem a formação em determinada área, mas sem interesse profundo em pesquisa e extensão.

. Centro universitário: Esta instituição abrange uma ou mais áreas do conhecimento. Os centros universitários são maiores que faculdades, mas ainda menores do que as universidades. Diferentemente das faculdades, os centros têm autonomia para criar e extinguir cursos de educação superior.

. Universidade: É um espaço focado em ensino, pesquisa e extensão. O MEC pede que este tipo de instituição foque em produção intelectual relevante, tenha um terço dos professores formados em mestrado e doutorado, além de oferecer, pelo menos, quatro programas de pós-graduação.

Assim como os centros universitários, as universidades também têm autonomia de criar cursos e programas de ensino. São ideais, principalmente, para os estudantes que querem aprofundar-se em pesquisa científica.

Dicas para economizar com livros universitários e acadêmicos

Já de olho no volta às aulas, nada melhor do que economizar nos livros universitários e acadêmicos. Com mais de 2,6 mil livreiros no país, a Estante Virtual oferece didáticos seminovos e usados para todos os cursos, como Comunicação Social, Ciências Contábeis, Marketing e Direito. No site, os estudantes conseguem encontrar todos os livros com uma economia de até 60%.

Compre livros universitários usados

Uma dica para quem quer economizar nos livros universitários é comprar exemplares usados e seminovos. Além de aliviar o bolso, você estimula o reúso e o consumo consciente. Um dos livros mais pedidos no curso de Ciências Contábeis, Contabilidade de custos, de Eliseu Martins, está à venda na Estante Virtual a partir de R$ 5. Já para os estudantes de Economia, uma opção é adquirir a Formação econômica do Brasil, de Celso Furtado, também a partir de R$ 5.

Há opções ainda para os alunos que procuram livros que aliviam a pressão dos estudos e do vestibular. As coisas que você só vê quando desacelera, de Haemin Sunim, está à venda por R$ 40 na Estante Virtual. Enquanto isso, Ninguém vira adulto de verdade, de Sarah Andersen, está a partir de R$ 20.

Não baixe livros universitários em PDF

Ao buscar economia nos livros universitários, alguns internautas optam por baixar as obras em PDF online. No entanto, essa prática não é recomendada. Além de não pagar os direitos autorais dos escritores, você contribui com a pirataria e ainda pode receber os arquivos incompletos em relação aos originais.


O que você achou das nossas dicas? Comente e participe!


Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *