10 livros mais vendidos do The New York Times

(0 Estrelas - 0 Votos)

Com obras de ficção e não ficção, a lista do jornal norte-americano é considerada um dos principais termômetros do mercado literário.

Todos os anos, o jornal norte-americano The New York Times divulga uma seleção de livros mais vendidos. A lista, que reúne obras para todos os gostos, desde romances até os títulos de não ficção, é um dos principais termômetros do mercado literário mundial.

Por isso, que tal conhecer dez livros do ranking que já chegaram ao Brasil? Entre as obras escolhidas estão Um lugar bem longe daqui, da escritora norte-americana Delia Owens, O tatuador de auschwitz, de Heather Morris, e Longa pétala de mar, de Isabel Allende. Veja a lista completa e escolha sua próxima leitura!


Um lugar bem longe daqui, Delia Owens

Os boatos de que Kya Clark seria a “Menina do Brejo” assolaram por muitos anos uma cidade na costa da Carolina do Norte. Ao ser abandonada pela mãe e manter relações abusivas com um marido alcoólatra e um pai agressivo, Kya decide sair de casa e vai morar sozinha em uma região de pântano. Porém, com o passar do tempo ela se cansa daquela realidade e decide mudar de vida. E é nesse novo momento na vida de Kya que dois jovens da cidade irão conhecê-la como ela realmente é.


Pequenos incêndios por toda parte, de Celeste Ng

Em Shaker Heights tudo é planejado: da localização das escolas à cor usada na pintura das casas. E ninguém se identifica mais com esse espírito organizado do que Elena Richardson. Mia Warren, uma artista solteira e enigmática, chega nessa bolha idílica com a filha adolescente e aluga uma casa que pertence aos Richardson. Em pouco tempo, as duas se tornam mais do que meras inquilinas: todos os quatro filhos da família Richardson se encantam com as novas moradoras de Shaker. Porém, Mia carrega um passado misterioso e um desprezo pelo status quo que ameaça desestruturar uma comunidade tão cuidadosamente ordenada.


A paciente silenciosa, Alex Michaelides

Após matar o marido com cinco tiros, Alicia Berenson passa a escrever um diário onde coloca as ideias em ordem e tenta provar à Gabriel que está bem. Enquanto isso, o psicoterapeuta Theo Faber se mantém empenhado no tratamento de Alicia, após muitos profissionais terem falhado na tentativa de ajudá-la. Mas será que, ao descobrir as verdades sobre a vida de Alicia, ele também irá desistir da paciente?


Outsider, Stephen King 

O corpo de um menino de onze anos é encontrado no parque de Flint City e Terry Maitland, treinador da Liga Infantil de beisebol e uma das figuras mais conhecidas da cidade, é o principal suspeito do assassinato. Ao conduzir as investigações do crime, o detetive Ralph Anderson logo conduz o treinador a uma prisão rápida e com grande apelo do público. Porém, com o desenrolar das investigações, o caso se torna cada vez mais complexo e Terry Maitland pode até parecer inocente. Mas quem pode nos garantir de que isso não passa de uma máscara vestida pelo assassino?


O tatuador de auschwitz, Heather Morris

O livro de Heather Morris narra uma história de amor vivida no interior das cercas de Auschwitz, um dos maiores campos de concentração e extermínio durante a Segunda Guerra Mundial. Lale Sokolov e Gita Fuhrmannova, dois judeus eslovacos, se conhecem nessa situação e vivem uma paixão proibida em meio aos horrores vividos naquele lugar. Em Auschwitz, Lale tinha como função tatuar os números de série dos prisioneiros que chegavam trazidos pelos nazistas e, embora fosse acusado de estar ao lado dos carcereiros, o rapaz aproveitava de sua posição para ajudar as pessoas aprisionadas da forma como podia.


O último desejo, Andrzej Sapkowski

O mundo de fantasias criado por Sapkowski narra a história de Geralt de Rívia. Rívia é um bruxo habilidoso e assassino impiedoso que, desde a infância, é treinado para caçar e eliminar criaturas que fazem mal no mundo. A história, criada a partir de influências da mitologia eslava, revela que nem sempre tudo é o que parece ser. Na vida, nem sempre os que parecem monstros são maus e nem todos os que parecem anjos são necessariamente bons.


Um Caminho Para A Liberdade, Jojo Moyes

Um caminho para a liberdade narra a história de cinco mulheres que, em uma pequena cidade no interior dos Estados Unidos da década de 1930, aceitam o desafio de administrarem uma biblioteca itinerante e desafiam o status quo da época. No entanto, a cidade passa a se voltar contra o grupo e o projeto passa a ter a sua sobrevivência ameaçada. Juntas, elas superam diversas dificuldades, fortalecem o laço que as une e passam a se perguntar se o poder das palavras será suficiente para garantir a eficácia de seu projeto.


Longa pétala de mar, Isabel Allende

Após serem obrigados a abandonar Barcelona, o o jovem médico Víctor Dalmau e sua amiga, a pianista Roser Bru-guera, seguem rumo ao exílio na França. Roser e Dalmau embarcam no navio Winnipeg, que foi fretado pelo poeta Pablo Neruda levou mais de dois mil espanhóis para Valparaíso, e são recebidos no chile como heróis. No novo país, os amigos irão se integrar à vida cotidiana do lugar, até o golpe de Estado que derrubou Salvador Allende.


Pessoas Normais, Sally Rooney

Pessoas Normais narra uma história de amor entre Connell e Marianne, dois jovens irlandeses que se conhecem ainda na infância e se reencontram na faculdade. Os dois vivem em contextos bem diferentes, integram classes sociais distintas e enfrentam problemas familiares. Embora ambos tentem negar, Connell e Marianne sempre compartilharam uma conexão inexplicável, que vai crescendo com o passar dos anos. Por mais que eles tentem se manter separados, os jovens irão descobrir que isso será muito mais difícil do que haviam imaginado.


Um gênio muito estável: A ameaça de Donald Trump à democracia, Philip Rucker e Carol Leonnig

O livro dos jornalistas norte-americanos Philip Rucker e Carol Leonnig revela, a partir de reportagens aprofundadas, os mecanismos utilizados por Donald Trump para vincular o papel de presidente à sua própria imagem, destruindo antigas alianças do país e levou as instituições dos EUA ao seu limite. Episódios como a investigação sobre a interferência russa nas eleições de 2006, bem como os bastidores da Casa Branca são narrados no livro e relatam o período da presidência mais polêmica da história recente dos Estados Unidos.



Qual livro da lista você já leu? Comente e participe!


Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista, editora do Estante Blog e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea e jornalismo literário.

One thought on “10 livros mais vendidos do The New York Times

  • 09.07.2019 em 7:14 pm
    Permalink

    Gostaria de saber como colocar livros de minha autoria à venda nesse site

    Elias Roma Filho
    advogado, jornalista e escritor

Fechado para comentários.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas