Veja a lista dos autores finalistas do Prêmio Oceanos 2018

(2.8 Estrelas - 5 Votos)

Uma das principais premiações literárias da língua portuguesa reúne cinco brasileiros, três portugueses e dois moçambicanos

O Prêmio Oceanos divulgou, nesta terça-feira (30), a lista dos dez autores finalistas de 2018. Do total, há cinco brasileiros, três portugueses e dois moçambicanos. Entre os escritores consagrados estão Milton Hatoum, João Silvério Trevisan e Sérgio Sant’Anna. O vencedor da premiação literária, uma das principais da Língua Portuguesa, receberá o valor de R$ 100 mil.

Na edição 2018, a curadoria do prêmio é realizada pela portuguesa Isabel Lucas e pelos brasileiros Selma Caetano, Mirna Queiroz e Manuel da Costa Pinto. O primeiro júri, que escolheu as obras semifinalistas, reuniu 73 escritores, poetas, professores, jornalistas e críticos. Já os jurados para escolher os autores finalistas foram Ana Paula Tavares (Angola), Carola Saavedra (Brasil), Daniel Munduruku (Brasil), Flora Sussekind (Brasil), Julián Fuks (Brasil), Heitor Ferraz (Brasil), Helena Buescu (Portugal), Pedro Mexia (Portugal) e Maria João Cantinho (Portugal).

Veja quem são os autores

  • Milton Hatoum

O renomado escritor Milton Hatoum está concorrendo na categoria romance com o livro A noite de espera. É considerado um dos principais autores contemporâneos brasileiros. Ele conquistou duas vezes o Prêmio Jabuti de Melhor Romance, com os títulos Relato de um certo oriente (1989) e Dois irmãos (2000).

  • Sérgio Sant’Anna

Em 2018, Sérgio Sant’Anna comemora 50 anos de carreira. O autor venceu quatro vezes o Prêmio Jabuti, três vezes o APCA e uma vez o da Biblioteca Nacional. No Oceanos de 2018, o livro Anjo nortuno é o único de contos que está concorrendo na premiação.

  • Marília Garcia

Já a escritora Marília Garcia concorre na categoria Poesia com o livro Câmera lenta. Além desta obra, a autora publicou o livros 20 poemas para o seu walkmanEngano geográfico, Um teste de resistores Paris não tem centro. Atualmente, ela mora em São Paulo e trabalha com traduções.

  • Ricardo Aleixo

Poeta, músico, artista plástico e editor, Ricardo Aleixo publicou o livro Antiboi em 2017. Com a obra, ele também concorre na categoria de Poesia. Ele estreou na literatura com o título Festim, em 1992. Em Belo Horizonte, Aleixo é curador do Festival de Arte Negra e coordena projetos de poesia.

  • Luis Carlos Patraquim

O escritor Luis Carlos Patraquim também é um dos finalistas da categoria Poesia, com O Deus restante. A obra ainda não está disponível na Estante Virtual, mas você pode encontrar outros livros do autor, como O coelho que falava latim e O osso côncavo e outros poemas.

  • Mbate Pedro

MBate Pedro nasceu em Moçambique. Além de escritor, ele é médico e já colaborou com os Médicos Sem Fronteiras. Ele é mais um dos finalistas da categoria Poesia do Oceanos 2018, com a obra Vácuos.

  • João Silvério Trevisan

Escritor, ativista LGBT, jornalista, cineasta e tradutor, João Silvério Trevisan é um dos experientes na lista de finalistas do prêmio. Na edição deste ano, ele concorre na categoria Romance, com o título Pai, pai.

  • Luís Quintais

Finalista da categoria Poesia, com o livro A noite imóvel, o escritor Luís Quintais é antropólogo social e leciona aulas no departamento de Antropologia na Universidade de Coimbra.

  • H.G. Cancela

O escritor português H.G. Cancela é mais um dos finalistas da categoria Romance, com As pessoas do drama. Neste ano, o autor venceu ainda o Grande Prêmio de Romance e Novela.

  • Bruno Vieira Amaral

Assim como H.G Cancela, o autor português Bruno Vieira Amaral também é um dos finalistas da categoria Romance do Prêmio Oceanos 2018. O seu romance de estreia, As primeiras coisas, ganhou os prêmios Fernando Namora, PEN Narrativa e José Saramago.

Que tal conhecer algumas das obras finalistas? Veja a lista!


A noite de espera, de Milton Hatoum

A noite de espera é o primeiro de três volumes de uma série que retrata um drama familiar que se entrelaça à história da ditadura militar. Nos anos 1960, Martim, um jovem paulista, muda-se para Brasília com o pai após a separação traumática deste e sua mãe. Na cidade recém-inaugurada, vira amigo de alguns adolescentes do qual fazem parte filhos de altos e médios funcionários da burocracia estata. Às descobertas culturais e amorosas de Martim contrapõe-se a dor da separação da mãe, de quem passa longos períodos sem notícias.A noite de espera, de Milton Hatoum


Anjo noturno, de Sérgio Sant’Anna

Em Anjo noturno – Narrativas, Sérgio Sant’anna explora um gênero híbrido em nove narrativas: contos, memórias e novelas. Os temas dos textos giram em torno de infância e velhice, morte e vida, paixão carnal e amor fraternal. A prosa de Sérgio Sant’Anna, que completou 50 anos de carreira neste ano, percorre com engenhosidade e maestria as memórias e seus próprios anseios.Anjo noturno, de Sérgio Sant'Anna


Pai, pai, de João Silvério Trevisan

Neste livro, João Silvério Trevisan conta a história do personagem João, que nasceu no interior de São Paulo, e é filho mais velho de uma família de classe média baixa. Desde o início, acompanha a forma rude como o pai José trata sua mãe, de origem mais humilde. É vítima, ainda criança, da violência de José, que não aceita sua natureza de “menino maricas”. Antes de completar 10 anos, João entra num seminário, para escapar do ambiente de casa. Pai, pai, João Silvério Trevisan


Câmera lenta, de Marília Garcia

Em Câmera lenta, Marília Garcia continua sua pesquisa sobre o processo poético e se dedica a uma profunda análise sobre as hélices do avião e sobre a vontade de decifração. O poema é visto como um lugar para experimentar, exercitar o pensamento e testar procedimentos novos, sempre em aberto.Câmera lenta, de Marília Garcia


Antiboi, de Ricardo Aleixo

Nesta obra, o poeta, músico e artista plástico Ricardo Aleixo evoca urgências políticas. Antiboi reúne 32 poemas, escritos entre 2013 e 2017, que questionam a tradição do “país que usa seus bois como usa sua gente”, como escreve o poeta Ricardo Domeneck na orelha do livro. Muitos dos textos foram publicados nas redes sociais.Antiboi, de Ricardo Aleixo


Qual seu autor finalista favorito? Comente e participe!

[mailpoet_form id=”4″]

Gabriela Mattos

Redatora em Estante Virtual
Gabriela é jornalista e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea brasileira e jornalismo literário.
Gabriela Mattos
Comentários

Gabriela Mattos

Gabriela é jornalista e foi repórter em um jornal carioca. Viciada em comprar livros, é apaixonada por literatura contemporânea brasileira e jornalismo literário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares