Aprenda com grandes mestres como tirar fotos melhores

(3.1 Estrelas - 11 Votos)

No Dia Internacional da Fotografia, uma seleção para sua estante.

Enquadra, ajusta o foco, velocidade, ISO, click! Todo mundo deseja tirar uma foto perfeita. Mas há profissionais que dedicam a vida a fotografia. Mais do que tirar retratos lindos, eles apresentam outras culturas, denunciam abusos, alertam a sociedade e apresentam um novo olhar sobre o mundo e o cotidiano. Em 19 de agosto, celebramos essa arte com o Dia Internacional da Fotografia. Uma data, que remete a invenção do daguerreótipo, o antecessor das câmeras fotográficas. Foi em 1839 que a Academia Francesa de Ciências anunciava mundialmente essa nova invenção.

No entanto, hoje, quando falamos de fotos, personificamos em nomes como Henri Cartier-Bresson, Martin Parr, Robert Capa, Elaine Constantine, Ansel Adams, Guy Bourdin, Dorothea Lange, Sebastião Salgado ou Claudia Andujar. A fotógrafa suíça, radicada no Brasil desde os anos 1950, Claudia Andujar foi destaque este ano durante a 16ª Festa Literária Internacional de Paraty. Com exposição no Sesc e galeria permanente em Inhotim com mais de 400 fotos da artista. Andujar dedicou boa parte de sua vida ao lado dos índios Yanomami. Ela travou contato com a aldeia na década de 1970 e deixou o fotojornalismo de lado para ajudar na luta pela demarcação das terras que viriam a se tornar a reserva Yanomami.

claudia-andujar

Além de Andujar, outro fotógrafo que dedicou parte da vida a causas socioambientais é o mineiro Sebastião Salgado. O mestre registrou trabalhadores (Workers), refugiados (Êxodos) e o ambicioso projeto Gêneses, realizado ao longo de oito anos em regiões intocadas de mais de 30 países, que rendeu exposições e o livro homônimo. Uma chance de acompanhar todos esses trabalhos é ler as publicações desses artistas e também guias para tirar o maior proveito de suas fotos. Abaixo uma seleção para celebrar a data.


Leia isto se quer tirar fotos incríveis

Henry Carroll é fotógrafo, escritor e palestrante. Ele é o autor do best-seller Leia isto se quer tirar fotos incríveis. No livro nada de gráficos assustadores. Nada de diagramas técnicos. Nada de jargão fotográfico. Leia isto se quer tirar fotos incríveis orienta o leitor ao longo dos fundamentos da composição, exposição, luz, lentes e da importante arte de ver sem ficar sufocado com detalhismo técnico. Ideal para usuários de DSLR, câmeras compactas e câmeras compactas avançadas, este livro está repleto de dicas que irão transformar suas fotos instantaneamente. Carroll explica muitas imagens icônicas feitas por fotógrafos aclamados, o que irá inspirar o leitor a pegar sua câmera e colocar tudo isso em prática.

Leia isto se quer tirar fotos incríveis


Gênesis

Genesis reúne imagens do fotógrafo Sebastião Salgado que apresentam os paraísos terrestres e seus agrupamentos humanos que vivem como nos tempos primordiais. Fruto do projeto homônimo, inspirado no livro bíblico, a edição, com capa dura e mais de 500 páginas, retrata montanhas, desertos e oceanos, animais e pessoas.

Gênesis Sebastião Salgado


No lugar do outro

Dividido em quatro núcleos, este livro reúne as diferentes perspectivas a partir das quais a artista Claudia Andujar explorou a fotografia e o país durante os anos 1960 e 1970 (anterior ao envolvimento da fotógrafa com os índios Yanomami): a imersão antropológica, o fotojornalismo, as experimentações urbanas e o interesse pela natureza. Guiada por uma visão humanista, a fotógrafa aventurou-se em realidades que desconhecia e aproximou-se de grupos fechados e marginalizados, usando sua câmera para entender o outro e conhecer a si própria. Um deslocamento que também ocorreu no âmbito geográfico, quando reconstruiu a vida em um novo país.

claudia-andujar-no-lugar-do-outro


Tête À Tête – Retratos de Henri Cartier-bresson

Tête à tête é uma seleção de retratos feitos por um dos mais importantes fotógrafos do século. Ao longo de sete décadas, Henri Cartier-Bresson registrou o rosto de gente anônima e de personalidades como Pablo Picasso, Marilyn Monroe, Truman Capote, Coco Chanel, Jean-Paul Sartre, Carl Jung e Che Guevara. O traço de união entre as pessoas comuns e as celebridades é que todas elas, ao serem focalizadas pela câmera do fotógrafo, dão a nítida impressão de que mantiveram com ele um encontro único, direto e inteiramente pessoal. E, de certa forma, todos esses retratos são “didáticos”, pois nos mostram o que já estava ali e que no entanto jamais veríamos com nosso olho nu.

henri-cartier-bresson


Photo Poche – Robert Capa

As imagens de Robert Capa (1914-1954) mudaram o fotojornalismo, assim como a agência Magnum, da qual foi um dos fundadores, redefiniu a relação entre os fotógrafos e as publicações. Capa cobriu alguns dos principais conflitos do século XX, como a Guerra Civil Espanhola, a Segunda Guerra Mundial e a Guerra da Indochina, na qual faleceu em 1954.


Gostou das recomendações? Participe e inclua mais livros nos comentários.

Comentários

Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Jornalista Multimídia em Estante Virtual
Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, é editora do Estante Blog e mantém o blog de viagens Nat no Mundo.
Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, é editora do Estante Blog e mantém o blog de viagens Nat no Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares