10 livros que marcaram a carreira de Rubem Fonseca

(2.2 Estrelas - 38 Votos)
Relembre obras de destaque de Rubem Fonseca.

No dia 11 de maio de 2017 é comemorado o 92º aniversário de um dos maiores escritores brasileiros: Rubem Fonseca. Com mais de 20 livros publicados, entre romances e histórias curtas, ele ficou conhecido por suas narrativas velozes e cosmopolitas, sempre repletas de violência, erotismo e irreverência. O autor reinventou a literatura noir, ao mesmo tempo clássica e pop, brutal e sutil.

Conheça algumas das obras de Rubem Fonseca!

O caso Morel

Literatura policial, investigação sobre os limites do desejo, experimento narrativo. O primeiro romance de Fonseca parece um jogo de espelhos, em que os personagens se desdobram em dois, e também a história e o próprio narrador se dividem, sem que saibamos quais são os originais e quais são os reflexos.

o caso morel
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Histórias curtas

Em sua obra mais recente, Rubem Fonseca escreveu quarenta histórias, em que trata de assuntos já recorrentes, como a velhice, a gordura e todo tipo de decadência humana, mas agora com uma ênfase especial na loucura.

historias curtas
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Amálgama

Aqui residem todos os elementos clássicos de RUbem: o erotismo, a violência, a velocidade narrativa e o clima noir. Uma narrativa que se desenha ao longo dos contos e, ineditamente, das poesias. Personagens e situações unidos pela tristeza, pela dor, pela raiva, pelo fracasso, pela ternura e pelo amor, um verdadeiro amálgama de vidas que se constroem e se destroem num instante.

amalgama
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

A grande arte

O livro apresenta o personagem Mandrake, advogado charmoso e de prestígio, que se envolve em uma misteriosa trama no submundo carioca e no deserto boliviano ao juntar-se a um matador profissional, especialista em facas, na tentativa de desvendar o misterioso assassinato de uma prostituta.

a grande arte'
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Agosto

1º de agosto de 1954, Rio de Janeiro, capital da República. Um empresário é assassinado e outro crime é planejado na sede do Governo Federal. Em obra que relaciona ficção com fatos, Rubem Fonseca traz à tona o atentado frustrado contra Carlos Lacerda, opositor de Getúlio Vargas, que causará uma das maiores reviravoltas da história do Brasil.

agosto
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Bufo & Spallanzani (esgotado nas livrarias tradicionais)

O personagem principal é Ivan Canabrava, detetive da Companhia Panamericana de Seguros. Ele investiga o caso de um fazendeiro que morreu pouco após fazer um seguro de um milhão de dólares. Bufo & Spallanzani é um romance repleto de citações de e sobre outros autores e livros, além de muitas digressões sobre a arte de escrever narrativas.

Bufo & Spallanzani
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Feliz ano novo

Uma reunião de contos repletos de violência com uma linguagem precisa e contundente que veio a se tornar a mais significativa marca autoral do escritor. Uma dura crítica social numa obra que há quase quatro décadas se mantém atual e relevante, mostrando o motivo pelo qual Rubem Fonseca se tornou inigualável.

feliz ano novo
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Lúcia McCartney

Terceiro livro de Rubem Fonseca. São dezenove histórias que têm o vigor das manchetes de jornais e a consagrada verve ficcional de Rubem Fonseca.

lucia mccartney
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Romance negro e outras histórias (esgotado nas livrarias tradicionais)

Com histórias carregadas de mistério e suspense, Rubem Fonseca dá vida a personagens enigmáticos, diferentes dos anteriores, que expressavam suas angústias com violência física, motivo pelo qual sua literatura foi chamada de “brutalista” por Alfredo Bosi. Em Romance negro e outras histórias há um fio condutor sombrio, um sentimento de desilusão e de aceitação dos fatos que percorre os contos como uma espinha dorsal.

romance negro e outras historias
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Diário de um fescenino

Rufus, um escritor de sucesso, carioca e solteirão decide se aventurar a escrever algo que afirma que nunca publicaria: um diário em que registra suas aventuras amorosas com diversas mulheres. Diário de um fescenino, palavra que define algo de caráter obsceno e devasso, promove uma reflexão sobre as relações erótico-afetivas e também sobre o processo de criação literária.

diario de um fescenino
Clique na imagem e confira na Estante Virtual

Só na Estante Virtual você encontra a obra completa do autor. Confira!

 

Qual seu livro preferido de Rubem Fonseca? Dê sua opinião e participe da conversa.

Comentários

4 comentários em “10 livros que marcaram a carreira de Rubem Fonseca

  • 27.06.2020 a 1:35 am
    Permalink

    Até, um dos seres humanos mais temerosos são fascinantes, pois, a cultura de livros literários nos enriquece em tudo que precisamos uns para com os outros. A escolha é infinita dentre todos os estudos que o ser humano nos propõe em toda sua forma de expressar, em, sentimentos, razões e ações…

  • 27.06.2020 a 1:29 am
    Permalink

    O,estudo literario enriquece a nossa cisa, cutura, bem estar psicologico , terapeutico . Nos ahuda na formacao intelectual de nosso,entender e aprendizado e formacao em nosso, cotidiano e na nossa vida para sempre…

  • 27.07.2017 a 8:24 am
    Permalink

    Alguém sabe em qual dos livros de Rubem Fonseca eu posso encontrar o poemas “Dia após Dias”?

  • 16.05.2016 a 7:55 pm
    Permalink

    E ” Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos” ? Tem que estar na lista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *