Livros que marcaram a galera da Estante Virtual

(0 Estrelas - 0 Votos)

18 de abril. Dia Nacional do Livro Infantil No dia 18 de abril é celebrado o Dia Nacional do Livro Infantil, uma homenagem a Monteiro Lobato, que nasceu neste mesmo dia em 1882. Mais do que uma ode ao dia em si, vale a data para refletirmos sobre a importância da leitura desde cedo em nossa formação. Não importa se começamos a conviver com ela aos 2 ou aos 14 anos, mas sim, que ela entrou em nossas vidas, e que não sairá mais. Quem aqui não foi influenciado pela Narizinho, de O Sítio do Pica-Pau Amarelo? Ou pelo apaixonante protagonista de Marcelo Marmelo Martelo? Ou pelo bruxinho mais famoso de todos os tempos? Ou pela turminha criada por Maurício de Sousa? Ou pelo menino levado de panela na cabeça? Exemplos não faltarão. O que vale de tudo isso é que estes personagens estarão para sempre em nossos corações. No fim, o maior legado de nos apaixonarmos cedo por literatura é repassarmos esta paixão de geração para geração. Para comemorar este dia, algumas pessoas do time da Estante Virtual nos contaram os livros que marcaram sua juventude e o motivo desta escolha. Confira!  

Érica Cardoso (Marketing): O menino no espelho, de Fernando Sabino

O livro me marcou porque os acontecimentos pareciam as histórias que meus pais e avós contavam da sua infância. Um leque de aventuras que não existem mais nas grandes cidades, mas lembram férias no sítio, na roça, no interior.

[caption id="attachment_22377" align="aligncenter" width="300"]12065679_10207866897174472_7707642174145434915_n Clique na imagem e confira o livro favorito da Érica![/caption]

Cássia Quintanilha (Comunicação): O soldadinho de chumbo, de Hans Christian Andersen

Gostei muito da história dele com a bailarina de papel, as aventuras que ele passou até voltar a ver a bailarina e os dois terem ido parar numa lareira juntos.

[caption id="attachment_22380" align="aligncenter" width="300"]cassia Clique na imagem e confira o livro favorito da Cássia![/caption]

Gilmara Brito (Financeiro): Minha irmã é diferente, de Fernanda Lopes de Almeida

Me emocionava porque falava da relação do menino com a irmã deficiente. Não me lembro muito da história, mas lembro de ter relido centenas de vezes!

[caption id="attachment_22360" align="aligncenter" width="300"]gilmara Clique na imagem e confira o livro favorito da Gilmara![/caption]

Thayane Ferreira (Comunicação): Pollyanna, de Eleanor H. Porter

Influência da minha mãe. Ela vivia me falando sobre ele, e sobre a importância dos valores que a personagem passava, como a inocência e a positividade em relação aos problemas que surgiam. Aí ela me deu a versão pocket e eu tenho até hoje!

[caption id="attachment_22361" align="aligncenter" width="300"]thayane Clique na imagem e confira o livro favorito da Thayane![/caption]

Marianna Vale (Comunicação): O jogo do contrário, de Jandira Masur

Um dos livros que mais me marcou quando criança foi O jogo do contrário, em que um menininho muito criativo imaginava como seriam seus dias se fossem completamente o oposto do usual. Afinal, que criança não gostaria que o recreio durasse a maior parte do dia na escola, ou que o almoço fosse feito só de doces e de sobremesas?

[caption id="attachment_22362" align="aligncenter" width="300"]mari Clique na imagem e confira o livro favorito da Marianna![/caption]

Rafael do Carmo Ferreira (Jurídico): O menino maluquinho, de Ziraldo

Mais que a história, ele me marcou porque foi o primeiro livro que eu li, com cinco anos (antes, pai ou mãe que liam para mim, naturalmente).

[caption id="attachment_22363" align="aligncenter" width="300"]1984.10.20 Clique na imagem e confira o livro favorito do Rafael![/caption]

Rafael Manoel (Tecnologia): O homem que calculava, de Malba Tahan

Eu sempre gostei muito de matemática, e de repente eu vi um livro em que o protagonista ajudavas pessoas com a matemática. Isso, com certeza, contribuiu para eu trilhar o caminho de Exatas.

[caption id="attachment_22376" align="aligncenter" width="300"]rafa manoel Clique na imagem e confira o livro favorito do Rafael![/caption]

Roberta Escher (Produto): Medo do Escuro, de Antonio Carlos Pacheco

Foi o primeiro livro que eu li e que começou toda a minha paixão pela literatura e me ensinou a não ter medo do escuro quando era bem criança.

[caption id="attachment_22374" align="aligncenter" width="300"]escher-criança Clique na imagem e confira o livro favorito da Roberta![/caption]

Carol Machado (Produto): Sete desafios pra ser rei, de Jan Terlouw

Foi o primeiro livro que me mostrou ficção fantástica, que continua sendo meu gênero preferido em todo tipo de mídia nessa vida.

[caption id="attachment_22373" align="aligncenter" width="221"] Clique na imagem e confira o livro favorito da Carol![/caption]

Mariana Ribeiro (Recursos Humanos): O pequeno príncipe, de Antoine Saint-Exupéry

Ele leva você a pensar muito além da magia de um livro. Utiliza metáforas inteligentes que nos fazem refletir sobre muitos aspectos da vida.

[caption id="attachment_22391" align="aligncenter" width="300"]mari ribeiro Clique na imagem e confira o livro favorito da Mariana![/caption]

Marcelo Cassar (Comercial): Robinson Crusoé, de Daniel Defoe

Foi o primeiro livro que li. A historia me chamou atenção porque eu amo situações de ilhas desde muito pequeno. Hoje sei que gosto porque a ilha é meio que uma metáfora do que na verdade todos nós vivemos e não nos tocamos que é um ‘mundinho’. Na época o que me vem a consciência é que fui atraído pela situação de vida em uma ilha.

[caption id="attachment_22372" align="aligncenter" width="300"]67763_148218068555180_6756535_n Clique na imagem e confira o livro favorito do Marcelo![/caption]

Victor Brígido (Marketing): Quem tem medo de dragão?, de Fanny Joly

Eu me via muito como os personagens principais dos livros da coleção, que sempre narravam a imaginação fértil do personagem e sua busca pela superação de um determinado medo. O livro me marcou muito pelas suas ilustrações e cores.

[caption id="attachment_22413" align="aligncenter" width="300"]victor Clique na imagem e confira o livro favorito do Victor![/caption]

André Sequeira (Comunicação): A droga do amor, de Pedro Bandeira

Este foi o primeiro livro em que fiquei procurando mais páginas quando ele terminou. Se, hoje, suspense é meu gênero literário preferido, esta obra é o motivo.

[caption id="attachment_22371" align="aligncenter" width="300"]andre Clique na imagem e confira o livro favorito do André![/caption]

Leonardo Loio (Marketing): A droga da obediência, de Pedro Bandeira

Esse livro prendeu muito a minha atenção na infância e me fez começar a tomar gosto pela literatura.

[caption id="attachment_22381" align="aligncenter" width="241"]leo Clique na imagem e confira o livro favorito do Léo![/caption]

Qual seu livro mais marcante na infância? Dê sua opinião e participe da conversa.

]]>

One thought on “Livros que marcaram a galera da Estante Virtual

  • 28.04.2016 em 5:39 pm
    Permalink

    Lembro que li quase todos esses livros citados. Nao me recordo do primeiro livro que li, mas sempre fui e sou uma verdadeira “rata de biblioteca” e assidua visitante de livrarias.

Fechado para comentários.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas