Dia dos Animais: os cães e gatos famosos da literatura

(1.3 Estrelas - 3 Votos)
cães e gatos famosos da literatura

Você sabia que hoje, 04 de outubro, é Dia dos Animais? E não é só na vida real que eles são queridos por muita gente. Também na literatura, eles ganham papel de destaque, conquistando a simpatia e o carinho de muitos leitores. Não é à toa que muitos já viraram protagonistas de obras inteiras! E outros, depois do sucesso nos livros, despontaram também na telona. Em homenagem a esses peludos que conquistam nossa admiração, conheça os cães e gatos famosos da literatura:

Diríamos que é o cão mais famoso dos livros de todos os tempos! Arrisca um palpite? Estamos falando da Rough Collie Lassie. Ao contrário do que muita gente pensa, ela não surgiu no cinema. Seu nascimento se deu nas páginas da obra de Eric Knight, A Força do Coração, publicado como conto em 1938.  O sucesso foi tamanho que ela ressurgiu em A Volta de Lassie. Depois, então, vieram os filmes e séries de televisão.

E quem se lembra do cãozinho preto Toto, o amigo fiel e inseparável que acompanha Dorothy, de O Mágico de Oz, em suas aventuras pela terra da fantasia? Ao contrário dos outros animais da obra, que são falantes, Toto permanece mudo por todo o livro, mas sempre ao lado de sua dona e seus amigos, o Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde, tentando voltar para casa.

Também nos clássicos os animais são figurinhas recorrentes e importantes. Dentre eles, podemos citar Argos, o cão fiel de A Odisséia, de Homero e Baleia, a cadela que sonha com preás gordos e aparece em Vidas Secas, de Graciliano Ramos. Ambos, infelizmente, acabam tendo um final que muitos leitores preferiam não ter de enfrentar.

E não é só de cachorros que é feita a boa literatura. A relação entre gatos e livros também sempre foi muito intensa e por esse motivo muitos felinos já serviram de inspiração para livros e escritores. Leia nosso post Livros, escritores e gatos: uma relação de intensa amizade.

Dentre os mais famosos gatos da literatura, podemos citar O Gato de Botas, na obra de Charles Perrault. Esse é mesmo inesquecível, afinal, não é todo dia que vemos um gato calçando botas e empunhando uma espada, não é mesmo?! E não é que o ardiloso e danadinho foi revivido no cinema? Confira o trailer de O Gato de Botas. Dos livros para o cinema, tem também o gato risonho de Alice no País das Maravilhas, Cheshire – o gato careteiro. Suas principais características são: uma capacidade incrível de tornar-se invisível e uma intelectualidade invejável.

E é mesmo no mundo da fantasia e da magia que os animais estão mais presentes. Ok, talvez nesses casos, em formas um pouco diferentes da vida real. Que tal um cachorro com três cabeças? Estamos falando de Fofo, o cão da série Harry Potter que pertence a Hagrid e é cedido a Dumbledore com a importante função de proteger a pedra filosofal. Ainda na obra de J. K. Rowling tem também Bichento, o gato de estimação de Hermione Granger, inspirado no gato da própria autora. Ele foi comprado em uma loja depois de rejeitado por suas feições achatadas.

E não é que tem até animal dando lição de vida em muito adulto. Em Marley e Eu, de John Grogan, Marley, o labrador bagunceiro fez muita gente chorar. Se você conhece mais animais famosos da literatura, compartilhe outros exemplos, comentando este post. Viva os animais!

Comentários

2 comentários em “Dia dos Animais: os cães e gatos famosos da literatura

  • 10.03.2015 a 8:24 pm
    Permalink

    Sim, os gatos do Tommen (As crônicas de Gelo e Fogo) Sor Salto, Senhora Bigodes e Botas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *