Literatura na passarela da moda

(0 Estrelas - 0 Votos)

moda e literatura são assuntos “nada a ver”, isto é, que não possuem nenhuma relação entre si. Mas um pouco mais de atenção e veremos que a matéria-prima de ambos é a mesma: criação e narrativa. Tanto o universo literário quanto as passarelas da moda têm como objetivo contar uma história e impactar o público espectador. Além disso, assim como os escritores, os estilistas e designers de moda também se inspiram em elementos do real (ou do imaginário) para criarem suas coleções. A troca entre literatura e moda é tão intensa que não é raro ver livros que falem sobre o universo fashion, ou tragam a temática como pano de fundo, e escritores e obras literárias servindo de inspiração nas passarelas. Desde os primórdios da humanidade que o fascínio pelas cores, tecidos e formas está representado na literatura. Em sua tragédia Medéia, Eurípedes demonstra o fetichismo da moda ao narrar a história de uma mulher que, passados os tempos áureos de sua juventude, se vê desprezada no amor quando Jasão, seu companheiro, a abandona em troca de uma mulher mais jovem. Para se vingar, Medéia, então, decide seduzir sua rival com uma peça de roupa. Já no universo dos chick-lits (literatura feminina), a moda é sempre tema recorrente. Quem não se lembra de O Diabo veste Prada ou Os Delírios de Consumo de Becky Bloom? Trazendo a temática para as passarelas da moda, o universo literário também já foi inspiração de muitos estilistas que pautaram suas criações em livros e escritores. Figurinha já conhecida por adaptar elementos da literatura em suas coleções, o estilista Ronaldo Fraga já prestou homenagem ao escritor João Guimarães Rosa, em 2006, com a coleção A cobra: ri, inspirada na obra Grande Sertão: Veredas. E no ano anterior, foi a vez do poeta Carlos Drummond de Andrade receber a homenagem. Dom Quixote, O Pequeno Príncipe, Alice no País das Maravilhas, Chapeuzinho Vermelho são alguns dos personagens que já motivaram estilistas e designers de todo o mundo a desenvolverem peças de vestuário baseadas em elementos e características de suas histórias. Estilistas como Gisele Nasser e grifes como Triton, Maria Bonita Extra e Cantão já invadiram as passarelas tendo a literatura como inspiração. Este ano, foi a vez da grife Levi´s pautar toda sua coleção e campanha publicitária em um poema de Charles Bukowski. Confira o vídeo!

Outras iniciativas mais indiretas também têm contribuindo para tornar essa ligação entre moda e literatura cada vez mais presente. A loja online, Out of Print, é uma dessas iniciativas. Ela faz blusas, casacos e bolsas inspirados em livros clássicos e a cada venda doa um livro para o projeto Books for Africa que leva livros a crianças do continente. Outras iniciativas partem dos próprios leitores que customizam peças de roupas com seus personagens favoritos. Gostou? Então confira nossa galeria de imagens com exemplos do elo entre moda e literatura. [slideshow]]]>

Leonardo Loio

SEM, SEO e tudo relacionado a buscadores, é o que eu gosto. Carioca, marketeiro, profissional de marketing digital, search marketing, tento aprender, discutir e ensinar.

Maze Runner: Conheça os livros da saga Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses