Dia das Crianças: Qual livro infantil marcou sua infância?

(0 Estrelas - 0 Votos)

Talvez você nem se lembre quando eles entraram em sua vida. É provável que, primeiramente, eles tenham adentrado o seu universo com a permissão dos seus pais. Mas com o passar do tempo, foi você quem começou a buscar por eles. Fadas, duendes, vampiros, super-heróis, meninos e meninas assim como eu e você … Ninguém há de negar que o universo infantil (e de alguns adultos também) é habitado por inúmeros personagens, alguns deles saídos diretamente dos livros. Eles expandiram nossa imaginação, criaram novos mundos, nos ajudaram a lidar com situações do cotidiano e nos passaram muitas lições de vida que ficam marcadas para sempre em nossa história!

Por isso, nesse Dia das Crianças, a Estante Virtual quer saber: qual livro infantil marcou sua infância? Visite nossa fanpage no Facebook e participe.

A advogada Daniele Vital lembra bem de seu livro infantil favorito: um clássico da literatura! “O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry, foi o livro mais marcante da minha infância porque ele mexe muito com a imaginação de quem lê ao contar como é a vida do pequeno príncipe no país em que vive e como foi sua visita em outros países até conhecer a Terra”, afirma Daniele. E ainda que não tenha se identificado com nenhum dos personagem, a advogada carioca nunca mais se esqueceu da mensagem principal do livro. “O personagem principal aprende o que significa amar alguém, inclusive a rosa que ele tinha em seu país. Ele descobre que vale a pena amar alguém ainda que no caminho existam sofrimentos, afinal, as tristezas que encontramos são pequenas perto das alegrias que o amor traz”.

Para Daniele, nesta obra, o narrador também tem papel fundamental. “Ele, por sua vez, escolheu a profissão de piloto porque o desestimularam a desenhar quando criança, mas ao longo do livro aprende com o Pequeno Príncipe que todas as pequenas coisas da vida e do dia-a-dia tem um valor inestimável”. A partir daí, a advogada confessa que leva uma lição para toda a vida: “não devemos desistir das coisas que gostamos ou temos vontade de fazer somente porque as pessoas ao nosso redor não acreditam na nossa capacidade”, revela.

Mesmo após anos de sua primeira leitura, o jornalista Rafael Vargas nunca se esqueceu da obra Flicts, de Ziraldo. “Ela marcou muito minha infância porque narra a história de uma cor procurando o seu lugar no mundo. Como eu desenhava bastante quando criança e vivia no meu mundo da lua, viajava sobre esta questão a minha maneira”, conta Rafael. Ele afirma que a conclusão do livro é sensacional! “É que, segundo a obra, Flicts é a cor esquecida. Mas a lua é flicts. Então, quando deseja encontrar esse tom, olhava a lua e procurava por lá”, lembra. Rafael afirma que não se lembra de uma lição que o livro tenha passado, mas uma coisa ele garante:  “ficou o cheiro do livro e as páginas coloridas”.

Participe você também! Acesse a aba Dia das Crianças em nossa fanpage no Facebook e diga o título e o autor do livro infantil que mais marcou a sua infância. Estamos curiosos!

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *