[De mãe para filho] 5 dicas para ajudar na adaptação escolar do seu filho

(5 Estrelas - 1 Votos)

De olho no volta às aulas, separamos dicas para ajudar seu filho na adaptação escolar

Se é a primeira vez do seu filho na escola ou ele vai mudar de colégio, a adaptação é algo que envolve sentimentos despertados nos pais, na criança e na equipe que vai receber o aluno. Este processo pode parecer simples para quem não está envolvido, mas, para quem vive a situação de perto, é um obstáculo que, por vezes, parece intransponível.

Ninguém nasce pronto: o ser humano se adapta a situações inovadoras, lugares e pessoas diferentes o tempo todo. O coração dos pais, muitas vezes, fica apertadinho e a cabeça inundada de perguntas: “será que vão cuidar bem dele?”, será que ele vai dormir?”, “como vai ser na hora de comer”, “ e quando ele chorar?”

Mas calma, separamos muitas dicas de acordo com as etapas escolares para te ajudar na volta às aulas.


Educação Infantil

Na Educação Infantil, é importante ter em mente que a adaptação da criança na escola é um trabalho conjunto entre a escola e a família, e deve ser lenta e gradual. É preciso deixar claro para a criança como será a rotina na escola e passar segurança mostrando que a importância do ambiente do colégio.

Outra dica é não sair da escola sem se despedir e tentar buscar a criança sempre no mesmo horário. No caso dos bebês, vale levar algum objeto que transmita segurança, como a “naninha” ou um brinquedo preferido.


Ensino Fundamental 1

Esse é o momento que as crianças passam a se sentir grandes e elas vêm com muitas novidades. Na mochila, os brinquedos darão lugar aos livros e cadernos. É nessa fase que surgem as notas e as provas e a hora do recreio em que as crianças acham interessante ir comprar o lanche onde eles têm mais autonomia.


Ensino Fundamental 2

Nessa etapa, o filho já é um pré-adolescente e tem mais contato com os professores, já que são vários para as diferentes matérias. Uma das maiores dificuldades para os alunos é a enorme quantidade de exigências da grade curricular que exige uma carga grande de trabalhos, pesquisas e lições de casa.

O ideal nesta fase é mostrar o lado interessante que os novos temas estudados trazem, além de dar segurança de que o aluno tem total condição de acompanhar e entender os conteúdos. Ao invés de colocar medo com comentários sobre as dificuldades que os próprios pais passaram.


Ensino Médio

Essa é a fase em que a cobrança do vestibular bate na porta. Tanto por parte dos pais quanto da escola, que quer ter um bom desempenho nas provas. É preciso deixar seu filho tranquilo e ciente de que cada coisa é no seu tempo, e que, sim, ele é muito novo para definir o que quer fazer para o resto da vida.

Não cobre tanto resultados positivos no vestibular, e apoie seu filho nas decisões que ele tomar quanto ao curso escolhido.


Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *