10 melhores livros de terror que você precisa ler em 2018

(2.3 Estrelas - 77 Votos)

Há quem ame e  há quem passe bem longe dos livros de terror. Quer conhecer 8 autores que podem te surpreender com enredos envolventes?

Certamente, a emoção que melhor define o gênero literário de terror é o medo. Só os que mergulham nesses tipos de leitura sabem descrever bem a sensação: é eletrizante! As histórias são carregadas de arrepios e expectativas e, geralmente, seguem pelas vertentes de suspense, sobrenatural ou um viés religioso. São infinitas possibilidades de narrativas capazes de nos transportar da realidade para o mundo fantasmagórico, assombrado e fúnebre.

Não é à toa que os livros de terror já dominaram, praticamente, todas as editoras brasileiras. Afinal, há diferentes gerações de autores que brincam com as palavras de forma impecável – tornando cada história deliciosamente apavorante. Logo, este paradoxo merece destaque aqui no blog da Estante Virtual. Confira as 10 obras nacionais e internacionais que prometem te arrepiar dos pés à cabeça!


As Ruínas, de Scoot Smith

Um romance perturbador! Definido como suspense psicológico, a história narra as férias de um grupo de amigos que escolhem o litoral de Cancún para descansar. A trama começa quando eles decidem ajudar um turista alemão a procurar seu irmão desaparecido. Supostamente, a vítima desapareceu enquanto visitava umas ruínas. O autor faz questão de iniciar a obra de forma simples para que, assustadoramente, o decorrer das páginas se torne eletrizante. O thriller é tão intrigante que até mesmo Stephen King, um dos maiores nomes da literatura de terror, o definiu como “longo e desesperado grito de horror”.

As Ruínas, de Scoot Smith


O exorcista, de William Peter Blatty

Reconhecida mundialmente como um dos livros (e filmes) de terror mais assustadores, esta literatura – sem dúvidas! – marcou uma geração de leitores (e espectadores) até hoje! Isso porque falar de possessão é um enigma ainda inexplicável pela ciência e religião – mas não para William Peter Blatty. Em uma escrita impecável, o autor, a obra descreve uma metáfora moderna para o combate entre a fé e do profano no formato de um dos romances mais macabros que você já viu em toda a sua vida.

O exorcista, de William Peter Blatty


O vilarejo, de Raphael Montes

Aproximadamente 90 anos após o descobrimento do Brasil, o clérigo Peter Binsfeld conecta os pecados capitais aos seus respectivos demônios, atribuindo a estas entidades o controle sobre os seres humanos. A partir desta documentação teológica, o autor elabora sete histórias passadas em uma pequena cidade afastada, onde os moradores começam a definhar lentamente em função de fatos inexplicáveis. Apesar de não necessariamente sequenciais, as tramas se relacionam de forma sofisticada, levando o leitor a uma assustadora conclusão final.

O vilarejo, de Raphael Montes


O iluminado, de Stephen King

Não se enganem, leitores. O que chamamos de romance, pode assumir uma conotação assustadoramente aterrorizante. Dizemos isso, pois estamos falando da luta entre dois mundos: um menino e o desejo de forças malignas (e poderosas). Mas não estamos falando de um menino comum. Danny Torrance é uma criança capaz de ouvir pensamentos e transporta-se no tempo. Ele é iluminado e, por isso, a saga do livro se dedica a responder se tal virtude seria uma bênção ou uma maldição.

O iluminado, de Stephen King


O despertar do anticristo, de Tulio Siqueira

Preparem-se! Este não é para os fracos de coração. Toda a gloriosa e brutal forma do horror, cheio de vísceras e sangue. Uma viagem pelo que há de mais profundo na podridão humana na companhia de César Augusto, um cidadão de bem que desperta com amnésia no meio do Parque da Cidade em Brasília, num futuro não muito distante.

O despertar do anticristo, de Tulio Siqueira


Eu estou pensando em acabar com tudo, de Iain Reid

Perturbador e claustrofóbico, o livro revela a intimidade de um casal que vivencia sucessivos diálogos durante uma longa viagem para a casa dos pais de Jake, na fazenda. O conflito se inicia quando a moça, atormentada pela perseguição via mensagens de voz de um homem misterioso no celular, cogita terminar o namoro com ele. O trajeto é narrado entre estradas escuras e sombrias e, talvez, seja muito tarde para o fim do relacionamento. A sensação de desconforto é constante em cada página do thriller. Vale lembrar que este é o primeiro romance do escritor canadense Iain Reid.

Eu estou pensando em acabar com tudo, de Iain Reid


O bebê de Rosemary, de Ira Levin

 Um casal se muda para um novo prédio e logo percebe os vizinhos com comportamentos e trejeitos peculiares. A grande questão é que Rosemary está grávida e começa a enfrentar situações turbulentas influenciadas pelos fatores externos. É um clássico indicado para quem quer começar as leituras de livros de terror. A obra é tão fabulosa que foi adaptada para o cinema pelo diretor e roteirista Roman Polanski.

O bebê de Rosemary, de Ira Levin


Horror em Amityville, de Jay Anson

Um dos best sellers entre os livros de terror, o livro de Jay Anson também foi adaptado para o cinema mais de uma de vez – com versões distintas. A obra narra os horrores vividos por uma família, Lutz. Ao se mudarem para uma linda mansão – onde ocorreram assassinatos pavorosos no passado – todos começam a vivenciar episódios que roubam a paz e a sanidade dos membros da casa. A conclusão já era esperada: trata-se de uma força demoníaca! Como combatê-la?!


A menina submersa, de Caitlín Kiernan

Uma obra prima do terror. Imagine um conto de fadas não muito convencional. No lugar de príncipe e princesas, encontramos fantasmas. Em formato de sereias e licantropos, o romance mistura mitos, mistério, beleza e amor. Um conjunto de poderosas fantasias dark, o livro é repleto de realismo mágico e terror a partir de um universo simples e trivial. Um dos diferenciais desse livro é a aproximação com grandes literaturas – Lewis Carrol, Emily Dickinson e a Ofélia, de Hamlet.

A menina submersa, de Caitlín Kiernan


A noiva fantasma, de Yangze Choo

Li Lan é uma jovem intelectual, inteligente e privilegiada pelo acesso que teve à educação e cultura. Porém, um episódio trágico abalou suas perspectivas: seus pais foram à falência! Diante disso, ela recebe uma proposta capaz de mudar o curso sua vida. A possibilidade de se casar com um noivo herdeiro rico parecia-lhe um sonho de princesa. O único porém é que o noivo está morto. O livro de terror foi escrito por Yangze Choo, uma autora de ascendência oriental, que com sua riqueza de linguagem tem conquistado muitos leitores.


Qual foi a experiência mais assustadora que você já teve ao ler um livro de terror?


Quer receber dicas semanais de leitura?

Assine e receba dicas fresquinhas em seu e-mail toda semana.

Andréia Coutinho Louback

Andréia Coutinho Louback

Jornalista em Estante Virtual
Apaixonada por histórias e viciada em comprar livros. Mestre em relações étnico-raciais, ela atua rumo à superação do racismo na sociedade, em especial, na área da comunicação.
Andréia Coutinho Louback
Comentários

Andréia Coutinho Louback

Apaixonada por histórias e viciada em comprar livros. Mestre em relações étnico-raciais, ela atua rumo à superação do racismo na sociedade, em especial, na área da comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares