Dia Mundial Sem Carro: mais saúde e menos estresse

(0 Estrelas - 0 Votos)

Chegou a hora de tirar a bicicleta da garagem.

O dia 22 de setembro foi reconhecido em todo globo, como o Dia Mundial sem Carro. O objetivo principal da data é estimular uma reflexão sobre o uso excessivo do automóvel, além de propor às pessoas que dirigem todos os dias, que revejam a dependência que criaram em relação ao carro ou moto.

A ideia é que as pessoas experimentem, pelo menos nesse dia, formas alternativas de mobilidade, descobrindo que é possível se locomover pela cidade sem usar o automóvel e que há vida além do volante. Na cidade de São Paulo são realizadas atividades desde 2003, como a pedalada-manifesto, a fim de diminuir o engarrafamento, reduzir o estresse e gerar mais saúde para as pessoas.

Na literatura, diversos personagens nos contaram histórias fantásticas em cima de uma bicicleta. A gente resolveu lembrar algumas delas para inspirá-lo. Além de casos reais de cidades mais conectadas. Veja abaixo!


Atravessando fronteiras: Aventuras de um ciclista trotamundo, de David Cruz

O brasileiro David Cruz saiu por aí pedalando e atravessou numa viagem a África e a Europa. O que David queria, na verdade, era viver uma grande aventura ao lado de sua inseparável bicicleta “Mimi”.

 

atravessando-fronteiras

 


Avenida das Américas: Uma viagem pela América Latina, de Carlos André Ferreira

O livro conta a viagem do jornalista e fotógrafo carioca Carlos André Ferreira através do continente americano em uma bicicleta. Iniciada em Los Angeles, na Califórnia, e concluída no Rio de Janeiro, foram ao todo 16 meses de viagem, 11 deles trabalhando em L.A. para juntar o dinheiro para fazer a viagem e os outros cinco pedalando. Carlos André cruzou 14 fronteiras, quinze países, 83 cidades em 23 semanas, 163 dias percorrendo milhares de quilômetros.

avenida-das-americas


No guidão da liberdade, de Antonio Olinto Ferreira

Um dia, Antonio Olinto decidiu largar tudo e afinal realizar seu sonho: fazer uma longa viagem pela Europa de bicicleta. Mas seu sonho acabou levando-o muito mais longe. Depois de quase três anos e meio de viagem, ele havia dado a volta ao mundo.

no-guidao-da-liberdade


De volta à vida, de Lance Armstrong

Lance Armstrong, o Esportista do Ano de 2003, conta nesse livro como superou o câncer para depois se tornar um dos maiores ciclistas de todos os tempos. Único homem a vencer seis vezes o Tour de France, para muitos a prova atlética individual mais difícil de todo o planeta. Um livro para todos aqueles que acreditam na capacidade de superação do ser humano como forma de atingir a realização pessoal.

de-volta-a-vida


Cidades sustentáveis, cidades inteligentes, de Carlos Leite

Finalista do Prêmio Jabuti 2013. A obra oferece um panorama da sustentabilidade das cidades, abordando seus maiores desafios: questões ambientais, moradia, mobilidade, exclusão e segurança, oportunidades, governança. O autor propõe o debate de como tornar as cidades inteligentes, apresentando os conceitos mais importantes do urbanismo sustentável, os novos paradigmas e exemplificando as iniciativas bem-sucedidas com casos reais.

cidades-sustentaveis


 

Como você pretende colaborar com o Dia Mundial sem Carro? Compartilhe e participe da conversa.

 

[wysija_form id=”5″]
Comentários

Natália Figueiredo

Natália Figueiredo

Natalia Figueiredo fez da escrita sua profissão. Começou a carreira no jornalismo impresso do Rio, é editora do Estante Blog e mantém o blog de viagens Nat no Mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *