Os mais vendidos de agosto da Estante Virtual

(0 Estrelas - 0 Votos)

Conheça os 10+ do nosso site em agosto A lista de agosto dos mais vendidos do nosso site sofreu mudanças significativas em relação a do mês passado. Nada menos que 70% dos títulos não estavam presentes nos 10+ de julho, entre eles, Uma vida com propósitos, livro que serviu como inspiração para Michael Phelps na grande guinada que ele deu na carreira. Conheça a lista completa! A revolução dos bichos, de George Orwell Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista. Mais de sessenta anos depois de escrita, ela mantém o viço e o brilho de uma alegoria perene sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão dos grandes projetos de revolução política. É irônico que o escritor, para fazer esse retrato cruel da humanidade, tenha recorrido aos animais como personagens. De certo modo, a inteligência política que humaniza seus bichos é a mesma que animaliza os homens. [caption id="attachment_14016" align="aligncenter" width="200"]revolucao-dos-bichos Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]


O príncipe, de Maquiavel Um dos livros mais famosos e controvertidos de todos os tempos foi escrito em 1513. O Príncipe separou as normas políticas das concepções teológicas para transformá-las em simples frutos da observação direta e cotidiana, considerando a arte de governar sob ângulo exclusivo da objetividade e do calculismo. Seu autor registrou o que os soberanos faziam, e não o que deveriam fazer. Maquiavel praticou, em política, um verdadeiro positivismo científico ao baseá-la na experiência e na observação. [caption id="attachment_17829" align="aligncenter" width="200"]o-principe Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
Iracema, de José de Alencar

Iracema, a famosa “virgem dos lábios de mel” tornou-se símbolo do estado, e seu filho, Moacir, nascido de seus amores com o colonizador português Martim, representa o primeiro cearense fruto da união das duas raças. A história é uma representação do que aconteceu com a América na época da colonização européia.

[caption id="attachment_22160" align="aligncenter" width="200"]iracema Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]

Uma vida com propósitos, de Rick Warren

Reunindo passagens bíblicas e porções de sua obra, Rick Warren conduz o leitor na reflexão sobre nossa relação com Deus, com nós mesmos e com o nosso próximo. Este livro foi uma das inspirações do nadador Michael Phelps na volta por cima que ele deu no esporte e, principalmente, em sua vida.

[caption id="attachment_23984" align="aligncenter" width="200"]uma vida com propositos Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]

O diário de Anne Frank, de Anne Frank

De 12 de junho de 1942 a 1° de agosto de 1944. Ao longo deste período, a jovem Anne Frank escreveu em seu diário toda a tensão que a família Frank sofreu durante a Segunda Guerra Mundial. Ao fim de muitos dias de silêncio e medo aterrorizante, eles foram descobertos pelos nazistas e deportados para campos de concentração. Anne inicialmente seguiu para Auschwitz e, mais tarde, para Bergen-belsen.

[caption id="attachment_18908" align="aligncenter" width="200"]o diario de anne frank Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]

Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis

Narrado em primeira pessoa, seu autor é Brás Cubas, um “defunto-autor”, isto é, um homem que já morreu e que deseja escrever a sua autobiografia.

[caption id="attachment_22161" align="aligncenter" width="200"]bras cubas Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
Vidas secas, de Graciliano Ramos Lançado originalmente em 1938, é o romance em que Graciliano alcança o máximo da expressão que vinha buscando em sua prosa. O que impulsiona os personagens da obra é a seca, áspera e cruel, e, paradoxalmente, a ligação afetiva que expõe naqueles seres em retirada, à procura de meios de sobrevivência e de um futuro. [caption id="attachment_22166" align="aligncenter" width="200"]vidas secas Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
A hora da estrela, de Clarice Lispector

Macabéa vive sem saber para quê. Depois de perder a tia, viaja para o Rio de Janeiro, aluga um quarto, emprega-se como datilógrafa e se apaixona por Olímpio de Jesus – que logo a trai com uma colega de trabalho. Como continuar a viver após tamanha decepção?

[caption id="attachment_17308" align="aligncenter" width="200"]a-hora-da-estrela-clarice-lispector Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
Capitães de areia, de Jorge Amado A história e o cotidiano de meninos pobres moradores das ruas de Salvador. A obra traz as carências e as ambições de personagens como Pirulito, Pedro Bala, Gato e Professor. [caption id="attachment_22165" align="aligncenter" width="200"]capitaes-areia-capa Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
Mayombe, de Pepetela Mayombe foi escrito durante a participação de Pepetela na guerra de libertação de Angola, e retrata o cotidiano dos guerrilheiros do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) em luta contra as tropas portuguesas. O romance se propõe a abordar não somente as ações, mas os sentimentos e reflexões daquele grupo, as contradições e conflitos que permeavam sua organização e as relações estabelecidas entre pessoas que buscavam construir uma Angola livre da colonização. [caption id="attachment_22169" align="aligncenter" width="200"]mayombe Clique na imagem e confira na Estante Virtual[/caption]
  Gostou da lista? Dê sua opinião e participe da conversa.]]>

Os destaques da Bienal de São Paulo Livros para curtir em família Livros para quem assiste à série “Sombra e ossos” Para entender o código civil Livros para quem gostou de Marighella