Cinco livrarias dentro de livros

(0 Estrelas - 0 Votos)

30 de novembro – Dia da Livraria A efeméride de hoje é bem especial para a Estante Virtual: Dia da Livraria. E, como você sabe, não fossem as livrarias e seus intrépidos livreiros, não estaríamos aqui, discutindo nosso amor pelos livros. Então, para homenagear estes pequenos templos da cultura, vamos inverter o jogo: ao invés de indicar livros na livraria, fomos buscar livrarias nos livros. Confira! A livraria de Monsieur Labisse, de A invenção de Hugo Cabret [caption id="attachment_20268" align="alignnone" width="216"]Veja o livro Veja o livro[/caption] Com livros empilhados até o teto e cheia daquele charme do velho mundo, esta deve ser uma das livrarias mais encantadoras da literatura. Não é por acaso que o filme inspirado neste livro ganhou o Oscar de Melhor Direção de Arte. O cenário foi decorado com mais de 40 mil volumes e é um convite para se perder entre tantas obras. Mas a grande estrela do lugar é o livreiro Sr. Labisse em pessoa, o gentil guardião deste mundo literário.   O Sótão de Brightman, de As loucuras de Brooklyn [caption id="attachment_20267" align="alignnone" width="212"]Veja o livro Veja o livro[/caption] O sebo no livro de Paul Auster é do jeito que a gente gosta: “Milhares de títulos abarrotando as estantes – tudo desde dicionários esgotados até originais de Shakespeare — e Tom sempre se sentiu em casa nesta espécie de mausoléu de papel, folheando pilhas de livros e sentindo seu cheiro antigo e empoeirado”. A gente te entende, Tom.   Floreios e Borrões, da série Harry Potter [caption id="attachment_18694" align="alignnone" width="451"]Veja livros Veja livros[/caption] Outra livraria abarrotada de títulos. A diferença é que aqui os livros são mágicos e alguns deles estão literalmente tentando fugir. Isso é o que acontece quando você encomenda centenas de cópias de O Livro dos Monstros. Nós acreditamos que as livrarias da vida real já tem magia suficiente do jeito que são. Ainda assim, não podemos negar o fascínio deste lugar fantástico.   Sempere, de A sombra do vento [caption id="attachment_20270" align="alignnone" width="210"]Veja o livro Veja o livro[/caption] A livraria Sampere e Filhos é um lugar triste. Daniel Sempere tem quase 11 anos e não se lembra mais do rosto da mãe falecida. Diante do sofrimento do filho, seu pai, o dono da livraria, o leva para uma madrugada alucinante no centro da cidade. Lá visitam um lugar misterioso, que deve ser mantido em segredo de todos: o Cemitério dos Livros Esquecidos, onde as obras esquecidas ficam abandonadas.   A livraria 24 horas, de A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra [caption id="attachment_20266" align="alignnone" width="206"]a livraria 24 horas Veja o livro[/caption] Por motivos de força maior, Clay Jannon foi obrigado a abandonar seu emprego de web-designer para se tornar livreiro 24 horas, na livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros que Clay Jannon foi proibido de ler. Mas ele é curioso…   Qual o seu sebo ou livraria favoritos? Deixe seu comentário e participe da conversa. ]]>

Rodrigo Espírito Santo

Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.

Maze Runner: Conheça os livros da saga Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses