Edgar Allan Poe e o assombroso caso dos canibais do futuro

(0 Estrelas - 0 Votos)

Edgar Allan Poe, A narrativa de Arthur Gordon Pym, foi recebido com frieza. Os críticos acharam o conto excessivamente violento e exagerado. Na história, um jovem chamado Richard Parker é assassinado por seus colegas marinheiros. O navio tinha sofrido uma avaria e estava à deriva. Sem previsão de resgate, a tripulação começou a conviver com a fome e a inanição. Após uma breve deliberação, decidiram tirar no dado a sorte e matar o marujo que tirasse o menor número. Richard Parker perdeu, sendo morto e devorado pelos outros membros da da embarcação. O curioso é que o caso é real. Richard Parker era um jovem marinheiro que realmente morreu devorado por seus companheiros de embarcação. Só que o fato aconteceu cinquenta anos após Edgar Allan Poe escrever a obra. As coincidências assustadoras não param por aí. Duas semanas após a morte de Parker, seus colegas foram salvos por uma embarcação que passava por alí. O nome da embarcação? Moctezuma, o deus dos astecas, que eram conhecidos pela prática do canibalismo.   [caption id="attachment_19852" align="alignnone" width="316"]Veja o livro Veja o livro[/caption] E assim, Edgar Allan Poe escreveu um conto de horror baseado em situações reais. Futuras situações reais. Curiosamente, a história de Richard Parker acabou inspirando o escritor Yann Martel, que batizou o tigre do livro As aventuras de Pi com o mesmo nome. [caption id="attachment_19857" align="alignnone" width="330"] Veja o livro[/caption]   Qual é a história mais assustadora da literatura? Deixe sua opinião e participe da conversa.  ]]>

Rodrigo Espírito Santo

Mestre em Comunicação Social, MBA em Comunicação Corporativa, Pós-graduado em roteiro de audio visual. Mais de 15 anos de experiência em comunicação empresarial, endomarketing, redação publicitária, jornalística e de conteúdo para redes sociais.

2 thoughts on “Edgar Allan Poe e o assombroso caso dos canibais do futuro

  • 30.07.2018 em 8:55 am
    Permalink

    Li essa obra e desde o comeco foi muito longo mas na medida em que se passa a historia fica sinistro…agora procuro pra ler novamente.

  • 01.11.2015 em 12:18 am
    Permalink

    Funcionários e visitantes do Estante, equipe e clientes da Colossal da minha cidade (Canoas-RS) também, tem espaço no meu blog Abacate Turbinado. Endereço no link.

Fechado para comentários.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas