De Mulher para Mulher: a literatura feminina

(2.3 Estrelas - 4 Votos)

Quando se fala em literatura voltada para mulheres, logo, se pensa em histórias do gênero “mamão com açúcar”. Narrativas recheadas de emoção (dessas de chorar!), humor e com respostas para as “maiores” dúvidas femininas. Em crescimento no mercado editorial, esse gênero literário conhecido como Chick-Lit se caracteriza por romances leves e divertidos que relatam o dia-a-dia da mulher moderna e seus principais dilemas profissionais, pessoais e amorosos. Com origem nos Estados Unidos, a “literatura de mulherzinha”, como é conhecida pelo menos espirituosos, inclui um extenso time de autoras como: Sophie Kinsella, de Delírios de Consumo de Becky Bloom, Helen Fielding, de O Diário de Bridget Jones, Mariah Keyes, de Melancia, Meg Cabot, de O Diário da Princesa e, mais recentemente, Elizabeth Gilbert, de Comer, Rezar e Amar.

Mas quem se interessa pela literatura feminina sabe que, antes mesmo de o gênero Chick-Lit se popularizar, escritoras consagradas já haviam dedicado obras inteiras à reflexão do universo feminino. É o caso de Clarice Lispector, Isabel Allende, Ana Maria Machado e muitas outras. Por isso, nesse 08 de março, Dia Internacional da Mulher, você confere, ao final deste post, uma lista de livros voltados para o público leitor feminino e escritos por autoras de renome.

Guerreiras da literatura

Durante muito tempo, a literatura foi um território ocupado unicamente pelos homens. E demorou para que ela abrisse um espaço oficial para que as mulheres também pudessem se expressar. Igualmente, por muito tempo, a única imagem feminina retratada nas obras literárias era reflexo da visão de autores (homens) que as descreviam, na maioria das vezes, como mulheres frágeis e submissas. Foi nadando contra essa corrente que muitas escritoras lutaram para conquistar o reconhecimento de suas narrativas. Emily Brontë, de O Morro dos Ventos Uivantes, por exemplo, se viu obrigada a escrever sobre o pseudônimo masculino de Ellis Bell. Jane Austen, de Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade, foi mais além e conseguiu publicar livros em uma época em que a mulher ainda não era reconhecida intelectualmente.

A imprensa editada por mulheres, que teve seu auge em meados do século XIX, foi um ajuda decisiva para vencer essa batalha. Influenciada pelos movimentos feministas da época, o Jornal das Senhoras, primeira publicação do gênero no Brasil (Rio de Janeiro) , abriu um importante espaço para divulgação de temas do universo feminino e expressão de artistas, escritoras e políticas. Depois disso, elas conquistaram seu espaço e revelaram seu talento para o mundo.

Então – mulheres – em seu dia internacional, à exemplo das representantes russas que deram origem a essa data, protestando por “pão e paz”; e também às escritoras que lutaram por seu reconhecimento na literatura, que tal manifestar seu gosto pelas publicações voltadas ao universo feminino, comentando este post? Estamos esperando a sua opinião.

Boa leitura e um Feliz Dia Internacional da Mulher!

Livros escritos por mulheres e para mulheres:

Perdas e Ganhos Emma Divã Retrato em Sépia Rumo ao Farol As Horas Nuas
 

Perdas e Ganhos
Lya Luft

 

Emma
Jane Austen

 

Divã
Martha Medeiros

 

Retrato em Sépia
Isabel Allende

 

Rumo ao Farol
Virginia Woolf

 

As Horas Nuas
Lygia F. Telles

Mulheres que Correm com os Lobos História das Mulheres no Brasil A Mulher Desiludida A Audácia dessa Mulher Minha Vida de Menina Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres
 

Mulheres que
Correm com os
Lobos

Clarissa P. Estés

 

História das
Mulheres no
Brasil

Mary Del Priore

 

A Mulher
Desiludida

Simone de Beauvoir

 

A Audácia dessa
Mulher

Ana Maria Machado

 

Minha Vida
de Menina
Helen Morley

 

Uma Aprendizagem
ou o Livro dos
Prazeres

Clarice Lispector

* As imagens são meramente ilustrativas
Comentários

Um comentário em “De Mulher para Mulher: a literatura feminina

  • 09.09.2014 a 8:52 pm
    Permalink

    Gostaria de uma indicação de livros que falem especificamente das caracteristicas da escrita feminina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares