As histórias por trás dos acervos

(0 Estrelas - 0 Votos)

Uma mulher que sustenta a paixão pela leitura alugando seus livros há 19 anos. A reviravolta na vida de um estudante iniciada pela falta de recursos para pagar a república onde morava. Uma jovem que vendeu 800 livros para comprar um carro mas gastou tudo comprando mais livros. As histórias e os personagens mencionados acima poderiam estar perfeitamente em alguns dos  livros cadastrados na Estante Virtual, mas não estão. São narrativas da vida real, pessoas que estão por trás dos milhares de acervos disponíveis na Estante Virtual e, apesar da intimidade com a literatura, ainda não se tornaram personagens dela.

Allan Mello é um que, um dia, poderá escrever uma biografia ou mesmo um romance inspirado em sua bem-sucedida trajetória. Sem dinheiro para pagar o quarto da república em que morou na cidade mineira de Mariana ao longo do curso universitário, começou a vender livros nos corredores da faculdade. Do aposento que ocupava, mudou-se para uma espaçosa casa em Piracicaba (SP) na qual funciona um dos braços do seu negócio, o sebo Lugar do Livro.

Iracema Coelho encontrou uma forma incomum para sustentar sua paixão pela leitura: há 19 anos ela aluga livros no Rio de Janeiro (RJ). O retorno financeiro nunca foi muito alto, mas era o suficiente para garantir a compra dos vários exemplares que lê mensalmente. Sua relação com os livros é intensa e apesar da rapidez com que os lê, Iracema estabelece com cada um deles uma forte relação. Porém, a recente decisão de colocar parte do acervo à venda na Estante Virtual exigiu dela um exercício de desapego, afinal,  essa foi a maneira encontrada para dar nova força aos negócios da Locadora de Livros Histórias e Estórias.

Lizandra Castro, moradora de Uberaba (MG),  nutre a mesma paixão pela literatura. Desde pequena, perdeu o interesse pelos brinquedos. Nos aniversários, pedia livros. O pai, satisfeito, pedia uma lista de dez. Ao invés de escolher um, dava todos. Sem contar, é claro, aqueles recebidos no Natal e no Dia das Crianças.  Assim, não foi difícil reunir um acervo de aproximadamente 800 exemplares. Há cinco anos, porém, Lizandra decidiu que venderia os livros para comprar um carro.  Montou uma banca próxima um supermercado e voltou para casa praticamente sem nenhum exemplar logo no primeiro dia. Poderia ter ido direto para a concessionária no dia seguinte, mas desistiu e resolveu investir em livros. Com o dinheiro e o surpreendente talento para vendas, abriu  um sebo. Hoje, além do sebo Amigos do Livro, Lizandra também tem um carro.

Essas são algumas das milhares de histórias por trás dos acervos disponíveis no portal.

Comentários

3 comentários em “As histórias por trás dos acervos

  • 05.07.2010 a 11:34 pm
    Permalink

    Gente, que demais isso! Por isso que eu amo a Estante Virtual. Fiquei muito feliz em apresentá-la para minha turma da faculdade, ainda no primeiro ano.

    Além de tudo, ainda tem esse blog delícia de ler.

    Ai que gostoso!!!

    Beijos mil

  • 05.07.2010 a 10:40 pm
    Permalink

    Muito legal ler sobre a história dos livreiros! Estimulante para quem pensa em um dia ter um negócio como o deles!

  • 05.07.2010 a 5:01 pm
    Permalink

    Essas histórias são tão legais. Acho que vocês deveriam investir em uma produção de conteúdo. Quem sabe uma série com os perfis dessas pessoas, contando a história delas valorizando a criação do sebo. Acredito que isso poderia, além de valorizar, incentivar a leitura e a criação de novos espaços – sem falar que seria uma publicação (mesmo que virtual) muito interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *