A vila ficou pequena

(0 Estrelas - 0 Votos)

É com um cuidado quase artesanal que o livreiro Mário Luiz Gomes cuida do sebo Homo Sapiens, numa vila comercial em Santo André, no interior de São Paulo. O negócio, que começou com alguns gibis, conta, hoje, com um acervo de quase dez mil livros. Mário cadastrou o sebo na Estante Virutal no final de novembro e, como ainda não tem nenhum assistente, está catalogando e cadastrando os livros no portal sozinho. Mesmo assim mais de 800 livros já estão online.

Há dez anos a Homo Sapiens era uma doceria. Mas na pequena vila que fica a 15 minutos do centro de Santo André, só na rua onde Mário resolveu se instalar, já havia outras três casas de doces. “Com a concorrência, o negócio não tinha potencial. Pensei em diversificar, mas não sabia ao certo para que área mudar. Foi quando um amigo meu, que já trabalhava com discos de vinil, veio com a sugestão do sebo. E aí comecei a vender gibis”, explica o livreiro.

Isto foi há três anos atrás. A partir de então, um ano foi o tempo suficiente para Mário substituir os 96 m² de balas, bombons, bolos e sorvetes do local por livros, revistas, vinis, K7, VHS e CD. Hoje, além de gibis, ele tem um acervo bem variado e recebe todo tipo de literatura: de poesia brasileira a clássicos estrangeiros; de obras técnicas sobre mecânica a um HQ raro do Tio Patinhas escrito em francês – este, presente de um colecionador – Mário não recusa nenhum tipo de livro. E quando recebe algum exemplar danificado, quem se encarrega da restauração desse material? Claro, o próprio Mário, que limpa as edições, reposiciona as páginas, fixa as capas e pesquisa os preços justos. Esse capricho é consequência da vontade que Mário tem em atender bem as pessoas. “Eu gosto de trabalhar com gente; o que me deixa feliz é ver o cliente satisfeito”, confessa.

Com tamanha dedicação ao negócio, vender pela internet, era só questão de tempo, que não demorou a acontecer. Mário ouviu sobre o Estante Virtual pela primeira vez, pela irmã que já havia comprado pelo portal, e ficou curioso. O amigo Kleber, do sebo São Thomé das Letras – também parceiro do Estante Virtual – foi quem reforçou a ideia. “A maior vantagem de participar da Estante Virtual é poder alcançar o Brasil inteiro. O meu objetivo, agora, é poder chegar a um mercado maior”. Resultado: em menos de um mês de cadastro, o sebo Homo Sapiens já estava vendendo para clientes em Fortaleza, no Rio Grande do Sul, além de outros municípios de São Paulo.

Comentários

Um comentário em “A vila ficou pequena

  • 13.02.2016 a 7:57 pm
    Permalink

    Uma vise3o estritamente uitilte1ria da vida, portanto, essa do teu amigo.E, se me e9 permitido, ate9 um pouco arrogante, de quem acha que “as pessoas que je1 morreram” ne3o lhe podem ensinar nada…Ne3o conhee7o a pessoa de lado nenhum mas, com todo o respeito, e9 nitidamente algue9m que nunca conseguiu experimentar o simples prazer da leitura pela leitura. Por isso ne3o lhe consegue dar valor. Daed a dizer que e9 estfapido ler… Mais uma vez a arroge2ncia, o “eu e9 que sei o que e9 melhor para ti”.Ne3o obstante, acho que todos [os de mente verdadeiramente aberta] temos amigos assim. Como dizia o outro, “de uns amigos gosto por possuedrem determinadas qualidades, outros aprecio-os pela falta dessas mesmas qualidades” [qualquer coisa deste ge9nero, mas a ideia e9 esta].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shares