Livro de Shakespeare de 1623 é recuperado de ladrão em Washington

(0 Estrelas - 0 Votos)

First Folio“, um volume de compilação de William Shakespeare (1564-1616) publicado em 1623, “considerada por especialistas como o livro mais importante em língua inglesa” (segundo a Agência EFE), foi recuperado há duas semanas numa biblioteca em Washington (EUA), depois de ter sido roubado há 10 anos da Universidade de Durham, na Inglaterra. Um homem de 51 anos, suspeito de ter realizado o roubo, foi preso na quinta-feira passada, na sua residência em Washington. Curiosamente o reitor da Universidade de Durham, onde a obra estava guardada, é o escritor Bill Bryson, aclamado autor de livros como “Uma Breve História de Quase Tudo“, “Crônicas de um País Bem Grande” e da biografia de Shakespeare, “Shakespeare – The World As Stage“. A respeito da recuperação da obra, ele falou: “Trata-se de uma maravilhosa notícia não só para a Universidade de Durham, mas também para todos os eruditos e os admiradores de Shakespeare no mundo todo”.]]>

Leonardo Loio

SEM, SEO e tudo relacionado a buscadores, é o que eu gosto. Carioca, marketeiro, profissional de marketing digital, search marketing, tento aprender, discutir e ensinar.

3 thoughts on “Livro de Shakespeare de 1623 é recuperado de ladrão em Washington

  • 28.05.2009 em 3:58 pm
    Permalink

    Uma ótima notícia para os que amam a arte da literatura, e a fantástica experiência da leitura.Um livro raríssimo como este deve ficar ao alcançe de todos. É verdadeiramente uma ótima notícia…VIVA !!!

  • 30.07.2008 em 1:32 am
    Permalink

    Olá.
    Conheci o Estante Virtual faz pouco tempo mas já estou fascinado. Vim aqui escrever para informar que fiz um post sobre o Estante no blog que ajudo a escrever.
    Torço para que o Estante tenha vida longa!
    Abraço a todos.

Fechado para comentários.

Conheça os livros de Jô Soares Se você gostou dessas séries, vai gostar desses livros! Clássicos do Horror para conhecer Os melhores romances para ler nos próximos meses Os melhores livros espíritas